Record

Carlos Ramos quebra silêncio após polémica com Serena Williams

Árbitro de cadeira português "focado" na Taça Davis

• Foto: Reuters

Uma semana depois do episódio com Serena Williams que o tornou mundialmente conhecido, até para quem não segue ténis, o árbitro de cadeira português Carlos Ramos falou pela primeira vez depois do sucedido na final do US Open, ainda que se tenha escusado a fazer qualquer comentário sobre essa situação.

Serena Williams para árbitro português: «Roubaste-me um ponto, és um ladrão»

"Estou apenas focado nesta eliminatória e em trabalhar de novo. É apenas isso que posso dizer", referiu de forma curta o árbitro de cadeira português, em declarações à Associated Press, à margem da eliminatória entre Croácia e Estados Unidos, da Taça Davis, da qual arbitrou o encontro entre Marin Cilic e Frances Tiafoe. Questionado sobre a conversa com Katrina Adams, a presidente da USTA, Carlos Ramos manteve o mesmo discurso: "Não posso falar sobre isso"

Em relação ao que sucedeu em campo esta tarde, acabou por ser uma partida onde tudo correu às mil maravilhas, conforme ambos os jogadores referiu. "Esteve fantástico. Houve até algumas chamadas que foi confirmar. Tudo correu bastante bem. A atmosfera também foi muito boa. Apreciei cada momento do jogo", disse Marin Cilic, que venceu o jogo em causa.

Já o norte-americano assumiu que nem sabia quem era o juiz da partida. "Nem sabia que era o Ramos que estava a arbitrar. Nem prestei atenção a isso... Estava mais preocupado com a pessoa que estava do outro lado da rede do que com o árbitro", atirou. Por seu turno, o capitão norte-americano Jim Courier elogiou o trabalho feito pelos árbitros. "Foram excelentes ao longo de todo o dia", declarou.

Carlos Ramos 'ultrapassa' Serena Williams e volta ao trabalho
Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de US Open

Notícias

Notícias Mais Vistas

M