Djokovic começa US Open a vencer Holder Rune

Tenista sérvio vai agora defrontar o holandês Tallon Griekspoor na segunda ronda do torneio

• Foto: Reuters

O sérvio Novak Djokovic iniciou a corrida pelo 21.º título do Grand Slam com uma vitória ante o dinamarquês Holger Rune na ronda inaugural do Open dos Estados Unidos, último major da temporada a decorrer em Flushing Meadows.

Não foi a exibição perfeita, já que perdeu um set, mas o número um mundial ultrapassou o jovem qualifier, 145.º colocado no ranking ATP, em quatro partidas, pelos parciais de 6-1, 6-7 (5-7), 6-2 e 6-1, ao cabo de duas horas e 15 minutos de um encontro disputado no Arthur Ashe Stadium, e garantiu a qualificação para a segunda eliminatória.

"É difícil falar do terceiro e quarto sets porque ele praticamente não se mexia. Do meu ponto de vista, comecei muito bem, fiz um primeiro set muito bom. Depois disso, não sei, estava 4-3 e a servir. Estava tudo a funcionar bem, mas de repente perdi o primeiro serviço. Mérito dele por ter lutado. Ele tinha o apoio do público. Foi difícil jogar o meu primeiro encontro, apesar de ter bastante experiência a jogar neste court, e ser a primeira vez dele", confessou no final.

Depois de eliminar Rune, limitado fisicamente a meio do encontro, devido a cãibras, Novak Djokovic, que vai tentar completar o Grand Slam, depois das vitórias no Open da Austrália, Roland Garros e Wimbledon, acompanhou o alemão Alexander Zverev (4.º ATP), apurado esta terça-feira também, o russo Daniil Medvedev (2.º ATP) e o grego Stefanos Tsitsipas (3.º ATP) até a segunda ronda.

O próximo adversário do sérvio, de 34 anos, campeão do Open dos Estados Unidos em 2011, 2015 e 2018, será Tallon Griekspoor, dos Países Baixos, que bateu o alemão Jan-Lennard Struff, por 2-6, 7-6 (7-3), 4-6, 6-4 e 7-5, num dia em que o norte-americano Taylor Fritz derrotou o australiano e 14.º cabeça de série, Alex de Minaur, com os parciais de 7-6 (7-4), 6-2, 1-6 e 6-4.

Na competição feminina, já depois da estreia bem-sucedida da australiana Ashleigh Barty, foi a vez da sexta pré-designada canadiana, Bianca Andreescu, carimbar a manutenção em prova, ao superar a suíça Viktorija Golubic em três partidas, por 7-5, 4-6 e 7-5.

Mais fácil foi a tarefa da polaca Iga Swiatek, sétima cabeça de série, para se impor à jogadora da casa Jamie Loeb (194.ª WTA), por 6-3 e 6-4, e conquistar a qualificação para a fase seguinte do major norte-americano.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de US Open

Notícias

Notícias Mais Vistas