Record

Serena 'arrasa' irmã e segue para os oitavos de final do US Open

Em masculinos, Del Potro venceu Fernando Verdasco

Serena Williams apresentou-se na sexta-feira imperial no US Open, último 'major' da temporada, e impôs-se à irmã Venus para seguir rumo aos oitavos de final, à semelhança de Juan Martin del Potro que bateu Fernando Verdasco.

Era o encontro mais aguardado da terceira ronda e o 30.º desafio entre Serena e Venus Williams, desde o primeiro na segunda ronda do Open da Austrália em 1998. Ao contrário do sucedido há 20 anos, a noite e a vitória no Arthur Ashe Stadium pertenceu à irmã mais nova que se apresentou demolidora e se impôs a Venus, por 6-1 e 6-2, em pouco mais de uma hora.

Dois dos mais épicos encontros das irmãs aconteceram nos quartos de final do US Open em 2008 e 2015, mas, na noite de sexta-feira, Venus, 16.ª no ranking mundial, não conseguiu fazer frente à hexacampeã do 'major' nova-iorquino, que chegou a pedir assistência médica ao tornozelo direito.

Dos 113 pontos registados, 94 foram fechados em quatro ou menos pancadas. Desses 94, Serena venceu 62 e enfrentou um único 'break point', permitindo à bicampeã do US Open e também ex-número um mundial fazer apenas 48% dos pontos no seu primeiro serviço, enquanto concretizava 88% no seu primeiro saque.

"Ela jogou tão bem! Quase nem toquei na bola", confessou Venus Williams, após a qualificação de Serena para os oitavos de final, fase em que vai encontrar Kaia Kanepi que, além de ter sido responsável pela eliminação de Simona Halep, número um mundial, na primeira ronda, afastou a sueca Rebecca Peterson, por 6-3 e 7-6 (7-3).

A checa Karolina Pliskova, oitava pré-designada, também passou à fase seguinte, ao eliminar a norte-americana Sofia Kenin, pelos parciais de 6-4 e 7-6 (7-2), em uma hora e 55 minutos.

Na competição masculina, e após o intenso duelo e vitória de Rafael Nadal sobre o russo Karen Khachanov (5-7, 7-5, 7-6 (9-7) e 7-6 (7-3)), o argentino Juan Martin del Potro não precisou de sofrer tanto para afastar o espanhol Fernando Verdasco, embora o encontro tenha ficado decidido em três renhidos 'sets', pelos parciais de 7-5, 7-6 (8-6) e 6-3 em três horas.

"Foi uma luta muito boa. Jogámos três grandes 'sets'. E, claro, terminando o encontro, continuamos bons amigos", defendeu o campeão do US Open de 2009 e número três ATP, que vai disputar a quarta ronda com Borna Coric, vencedor do embate com Daniil Medvedev, por 6-3, 7-5 e 6-2.

Por sua vez, Stan Wawrinka, vencedor em Flushing Meadows em 2016, foi eliminado pelo canadiano Milos Raonic (24.ºda hierarquia) em três 'sets', decididos em 7-6 (8-6), 6-4 e 6-3 em pouco mais de duas horas.

O próximo desafio do antigo número três mundial, que nunca foi capaz de passar a quarta ronda do US Open, é John Isner que bateu o sérvio Dusan Lajovic, por 7-6 (10-8), 6-7 (6), 6-3 e 7-5.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de US Open

Notícias

Notícias Mais Vistas

M