Alcaraz segue sem sobressaltos para a terceira ronda

Superou o holandês Tallon Griekspoor (53.º), por 6-4, 7-6 (7-0) e 6-3

• Foto: EPA
O sérvio Novak Djokovic e o espanhol Carlos Alcaraz garantiram esta quarta-feira, numa jornada mais tranquila, o acesso à terceira ronda de Wimbledon, terceiro 'major' da temporada, a decorrer no All England Club, onde João Sousa venceu em pares.

Djokovic, primeiro cabeça de série, abriu a sessão no 'court' central com uma exibição de alto nível diante do australiano Thanasi Kokkinakis, 79.º colocado no 'ranking' ATP, alcançando o triunfo em três 'sets', com os parciais de 6-1, 6-4 e 6-2, ao fim de duas horas de encontro.

O tenista de Belgrado, de 35 anos, quebrou o adversário em cinco ocasiões e cedeu apenas 17 pontos no seu serviço para assegurar a passagem à terceira ronda do 'major' britânico, que já conquistou seis vezes, e marcar encontro com o compatriota Miomir Kecmanovic (30.º ATP), que ultrapassou na segunda ronda o chileno Alejandro Tabillo, por 7-6 (7-4), 7-6 (7-3), 3-6 e 6-3. "Estou muito contente com a minha performance de hoje. Penso que comecei muito bem, muito sólido do fundo do 'court' e obriguei-o a trabalhar por cada ponto, sempre que consegui colocar a bola em jogo no serviço dele", comentou Djokovic, explicando ter variado muito o jogo e reconhecendo estar satisfeito com a forma como elevou o nível do seu ténis em dois dias, desde o triunfo sobre o sul-coreano Soonwoo Kwon, em quatro partidas.

Assim como o número três mundial, à procura do quarto título consecutivo no All England Club, o espanhol Carlos Alcaraz, número sete do mundo, superou o holandês Tallon Griekspoor (53.º), por 6-4, 7-6 (7-0) e 6-3, conquistando o seu melhor desempenho na relva londrina, ao apurar-se para a terceira eliminatória pela primeira vez na carreira.

Depois de precisar de cinco 'sets' para derrotar o alemão Jan Lennard-Struff na estreia, o jovem natural de Múrcia, de 19 anos, exibiu-se hoje a um nível superior, sofrendo apenas um 'break' e disparando 39 'winners' face aos 20 erros não forçados, para agendar duelo com o também germânico Oscar Otte (32.º).

Também apurado para a fase seguinte da prova está o italiano Jannik Sinner (13.º), que, apesar de ter encontrado maiores dificuldades, ultrapassou o sueco Mikael Ymer (88.º), eliminado pelo segundo ano consecutivo na segunda jornada, em quatro 'sets', com os parciais de 6-4, 6-3, 5-7 e 6-2.

O jovem transalpino, de 20 anos, vai agora defrontar no embate de acesso aos oitavos de final o norte-americano John Isner, 20.º cabeça de série, que interrompeu a caminhada do escocês Andy Murray, bicampeão de Wimbledon, em quatro parciais, por 6-4, 7-6 (7-4), 6-7 (3-7) e 6-4, ao cabo de três horas e 23 minutos de um encontro que terminou já perto das 22:00.

Quem ficou hoje pelo caminho foi o norueguês Casper Ruud, terceiro cabeça de série e número seis mundial, após ceder perante o francês Ugo Humbert (112.º), pelos parciais de 3-6, 6-2, 7-5 e 6-4, tornando-se no terceiro 'top 10' a ser eliminado, após o polaco Hubert Hurkacz e o canadiano Félix Auger-Aliassime.

Já na variante de pares, um dia depois de ser eliminado do quadro de singulares, o português João Sousa voltou a pisar a relva londrina para, ao lado do parceiro Jordan Thompson, alcançar a primeira vitória frente ao neerlandês Matwe Middelkoop e ao australiano Luke Saville, por 2-6, 4-6, 7-6 (7-4), 6-3 e 6-3. O próximo duelo será com os vencedores do encontro entre Filip Plasek-John Peers e Botic van de Zandschulp-Mackenzie McDonald.

Na competição feminina, três surpresas a marcar a jornada, que arrancou com a anfitriã Emma Raducanu, 10.ª pré-designada e campeã do Open dos Estados Unidos, a ser afastada pela francesa Caroline Garcia, por duplo 6-3, em uma hora e 26 minutos. Assim como a jovem britânica, de 19 anos, a estaniana Anett Kontaveit, segunda cabeça de série, foi eliminada pela alemã Jule Niemeier (97.ª), por 6-4 e 6-0, e a espanhola Garbiñe Muguruza, número dez do mundo e campeã de Wimbledon em 2017, saiu derrotada pela belga Greet Minnen (88.ª), com os mesmos parciais de 6-4 e 6-0.

Para a terceira ronda seguem a tenista grega Maria Sakkari, quinta colocada na hierarquia mundial, após um triunfo sobre a búlgara Viktoriya Tomova (112.ª), por 6-4 e 6-3, e a checa Karolina Pliskova (7.ª), que derrotou a compatriota Tereza Martincova (61.ª), pelos parciais de 7-6 (7-1) e 7-5.

A tunisina Ons Jabeur, número dois do mundo, também carimbou a manutenção no terceiro 'major' da época, ao impor-se à polaca Katarzyna Kawa (132.ª), por 6-4 e 6-0.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Wimbledon

Notícias

Notícias Mais Vistas