Atenções centradas em Roger Federer

Num patamar de favoritismo à parte dos outros três resistentes

• Foto: EPA

À beira de completar 36 anos, Roger Federer já havia entrado em Wimbledon como o principal candidato ao título, mas depois das derrotas de Rafael Nadal, Andy Murray e Novak Djokovic, Federer, sete vezes campeão e 5º do ranking, entra na jornada das meias-finais, que se jogam hoje, num patamar de favoritismo à parte dos outros três resistentes: Tomas Berdych (15º), Marin Cilic (7º) e Sam Querrey (28º).

"Não me vejo assim tão favorito quanto isso. Todos os três jogadores ainda em prova têm grandes serviços, grandes direitas e são todos muito maiores e mais poderosos do que eu. Eu terei de usar as minhas armas, o meu slice, a minha movimentação, e tentar transportar o encontro para os meus ‘termos’. Não penso que vá ser nada fácil", assumiu Federer em conferência de imprensa.

O helvético admite que se sente a jogar a grande nível. "Estou fresco, descansado e confiante. Quando assim é as coisas boas acontecem inevitavelmente", assumiu o suíço, que ainda não perdeu qualquer set até às meias-finais, algo que só tinha conseguido outras duas vezes ao longo da carreira: em 2006 (ganhou) e em 2008 (perdeu na final com Rafa Nadal).

O suíço também ainda só viu o seu serviço quebrado por três vezes ao longo de todo o evento.

Recordes e mais recordes

Em caso de vitória na meia-final de hoje, frente ao checo Tomas Berdych (com quem lidera o confronto direto por 18-6 e a quem ganhou nos últimos 7 confrontos), Federer dará mais expressão a dois recordes que já são seus: maior número de finais de Wimbledon – que passaria a 11 – e maior número de finais de Grand Slam – que passaria a 29. Está tudo à distância de mais um triunfo...

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Wimbledon

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.