Djokovic emocionado com novo título em Wimbledon: «Cheguei a fazer troféus de brincar»

Sérvio venceu um dos melhores encontros da sua vida e lembrou episódios da infância

• Foto: Getty Images

Novak Djokovic cresceu a sonhar com o título de Wimbledon. Ganhou uma primeira vez em 2011, repetiu em 2014, 2015 e 2018, mas nenhum dos seus triunfos foi tão suado... quanto o de ontem, em que precisou de salvar dois match points antes de derrotar um dos seus maiores rivais de sempre, Roger Federer.

"Sei que já disse isto antes, mas quando era pequeno, com 4, 5 anos, e sonhava em ser jogador de ténis, sempre considerei este o grande torneio, aquele em que queria jogar e ganhar um dia", começou por dizer o sérvio de 32 anos", ainda em court e já sob o olhar atento do seu filho mais velho, Stefan, nas bancadas. A mãe Jelena ficou em casa com a filha mais nova. E prosseguiu emocionado. "Costumava fazer troféus de diferentes materiais no meu quarto e sonhava em estar aqui um dia", contou o número um mundial, que conta agora com 16 títulos do Grand Slam, cinco dos quais no All England Club.

Djokovic admitiu depois que esta foi uma das finais mais especiais que já jogou na vida. "Se não foi a mais intensa e espetacular, está no top 2 ou top 3", confessou, antes de explicar como lidou com o facto de o público ter estado maioritariamente contra si durante todo o encontro, como acontece quase sempre diante de Federer. "Fiz como tantas outras vezes. Pode parecer estúpido, mas imaginei que eles estavam a gritar ‘Novak, Novak’ quando na verdade cantavam era ‘Roger, Roger’. Resultou!"

Por José Morgado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Wimbledon

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.