Federer vence Nadal em jogo fantástico e está na final de Wimbledon

Tenista suíço vai agora defrontar o atual detentor do título, Novak Djokovic

O tenista suíço Roger Federer, terceiro jogador mundial, qualificou-se esta sexta-feira pela 12.ª vez para a final do torneio de Wimbledon, terceiro 'Grand slam' do ano, ao vencer o espanhol Rafael Nadal, segundo.

Federer, que persegue, aos 37 anos, o seu nono título na relva britânica, depois dos triunfos em 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009, 2012 e 2017, bateu Nadal, pela 16.ª vez, em 40 jogos, em quatro 'sets', pelos parciais de 7-6 (3), 1-6, 6-3 e 6-4, em três horas e dois minutos.

Na final, o helvético, que soma 20 títulos do 'Grand Slam', em 30 finais, vai enfrentar o sérvio Novak Djokovic, líder do 'ranking' mundial, detentor do título e vencedor de 15 'majors', que na primeira meia-final superou o espanhol Roberto Bautista-Agut por 6-2, 4-6, 6-3 e 6-2.

O suíço e o sérvio defrontam-se pela 48.ª vez, num 'duelo' favorável ao sérvio, em termos absolutos, com 25 triunfos contra 22, e em Wimbledon, onde ganhou a Federer nas finais de 2014 e 2015 e perdeu nas 'meias' de 2012.

Recorde aqui o encontro

Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Wimbledon

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.