Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias. Seguir

Vondrousova: «O ténis é uma loucura, ganhar este torneio depois de tudo por que passei...»

Tenista checa conquista primeiro título e reescreve a história

• Foto: Reuters
A checa Marketa Vondrousova tornou-se hoje a primeira tenista não cabeça de série a vencer o torneio de Wimbledon, ao impor-se na final à tunisina Ons Jabeur, por duplo 6-4, conquistando o primeiro Grand Slam da carreira.

Vondrousova, 42.ª classificada do ranking mundial, que até ao início do torneio londrino tinha apenas dois triunfos em piso de relva, precisou de uma hora e 22 minutos para bater Jabeur, número seis do mundo, derrotada novamente no encontro decisivo, tal como sucedeu em 2022, frente à cazaque Elena Rybakina.

A checa, que tinha como ponto alto a presença na final de Roland Garros, em 2019, já garantiu um lugar no top 10 na próxima atualização da hierarquia da WTA, na segunda-feira, passando a ocupar, precisamente, o 10.º posto, a melhor colocação da carreira, superando o 16.º alcançado em 2019.

Vondrousova, de 24 anos, já tinha feito história nas meias-finais do terceiro 'major' de 2023, quando eliminou a ucraniana Elina Svitolina e se tornou a primeira não cabeça de série a atingir a final em Wimbledon desde a norte-americana Billie Jean King, em 1963.

"O ténis é uma loucura, ganhar este torneio, depois de tudo por que passei...", desabafou a checa, que falhou a prova no ano passado devido a uma lesão na mão, enquanto a tunisina não escondia ter sofrido "a pior derrota".

Jabeur, que disputou três finais de torneios do Grand Slam, mas não venceu nenhuma, surgiu determinada em inverter essa tendência, ao impor-se no primeiro serviço da adversária, mas Vondrousova dominou o nervosismo e respondeu de imediato, estabelecendo o 2-1.

O cenário repetiu-se nos sexto e sétimo jogos do primeiro set, até que Vondrousova, a terceira checa a vencer em Wimbledon, depois de Jana Novotna e Petra Kvitova, quebrou o serviço de Jabeur para fazer o 5-4 e fechou o parcial com um jogo em 'branco' no seu serviço.

No segundo set, foi a vez de Jabeur ter de responder à quebra de serviço da adversária logo a abrir, empatando 1-1, e a tunisina ficou em boa posição para obrigar à realização de um terceiro parcial quando conseguiu o 3-1, numa altura em que Vondrousova parecia acusar a pressão.

A checa voltou a recompor-se e quebrou o serviço de Jabeur no jogo seguinte (3-2), repetindo o desfecho do primeiro set, quando voltou a impor-se no 'saque' da tunisina num momento-chave, conseguindo o 5-4 e fechando depois o encontro ao segundo 'match point'.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Wimbledon

Notícias

Notícias Mais Vistas