Record

Cultura de exigência para Tóquio'2020

Projeto para os Jogos Olímpicos inclui Vanessa Fernandes, prata em 2008 em Pequim

• Foto: Paulo Calado
O presidente do Comité Olímpico de Portugal, José Manuel Constantino, defendeu uma "cultura de exigência a todos os níveis, desde os atletas aos dirigentes e treinadores" e foi secundado por Vasco Rodrigues, líder da Federação de Triatlo, na cerimónia de apresentação do Projeto Olímpico para Tóquio 2020.

"Quando falamos de alcançar resultados de excelência nos Jogos, não podemos colocar o ónus só nos atletas. Também os dirigentes e treinadores e as instituições devem ter essa cultura de exigência", acentuou Constantino. E, logo a seguir, o líder da FTP sublinhou que os seus atletas são dos mais ambiciosos. "Sem desprimor para outras modalidades, somos muito unidos e sabemos o que queremos. Acredito que temos fortes possibilidades de lutar pelas medalhas."

Na plateia estavam os atletas envolvidos no projeto, nomeadamente João Pereira, João Silva e Miguel Arraiolos, estando ausente Vasco Vilaça por estar na Suécia, e ainda Melanie Santos, Helena Carvalho e Andreia Ferrum. "E estamos a contar com a Vanessa Fernandes, que integra o projeto da Federação, e que, por isso, não está excluída para os Jogos de Tóquio", disse Vasco Rodrigues, dando conta de que a atleta está a ser enquadrada pelo Benfica.

"Acredito que ela vai retomar a competição e possa integrar a estafeta mista para os Jogos, que é uma das nossas prioridades."
Por Norberto Santos
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Triatlo

Notícias

Notícias Mais Vistas

M