Diogo e Pedro Costa sobem ao 4.º lugar no Mundial da classe 470 rumo a Tóquio

Portugueses bem posicionados para conquistar em Vilamoura a única vaga ainda em aberto para os Jogos Olímpicos

• Foto: João Trindade / Record

A dupla portuguesa Diogo e Pedro Costa subiu esta terça-feira ao 4.º lugar do Campeonato do Mundo da classe 470, tornando-se nos mais bem posicionados para conquistar em Vilamoura a única vaga ainda em aberto para Tóquio2020.

"As condições estavam muito boas na primeira regata e tivemos a sorte de fazer um segundo lugar. Na segunda regata, não encontrámos o ritmo. No inverno fizemos uma boa preparação e aqui estamos a fazer o melhor que sabemos. Vamos ver o que acontece", disse Pedro Costa, após desempenho que conta já com duas segundas posições em cinco regatas.

A competição, que reúne atualmente 77 tripulações e que até sábado conta com seis países a lutar pelo lugar único para os Jogos Olímpicos, continua a ser comandada pelos espanhóis Jordi Xammar e Nicolas Rodriguez.

Os líderes do ranking mundial e atuais vice-campeões mundiais reforçaram mesmo a vantagem, ao ganhar uma das regatas.

"Esperamos ser campeões do mundo. Hoje, cometemos uns erros, mas ainda temos muito campeonato pela frente. Vamos trabalhar", realçou Jordi Xammar.

Os suecos Anton Dahlberg e Fredrik Bergström mantiveram o segundo posto da geral, enquanto o terceiro passou a ser ocupado pelos russos Pavel Sozykin e Denis Gribanov.

As espanholas Silvia Mas Depares e Patricia Cantero Reina destronaram as francesas Camille Lecointre e Aloïse Retornaz, atuais campeãs da Europa, num pódio provisório que fica completo com as israelitas Noya Bar-Am e Shahar Tibi.

No primeiro dia do campeonato da Europa de classe RS:X, modalidade olímpica do windsurf, os favoritos confirmaram o seu estatuto, com o holandês Kiran Baldos a vencer e mostrar valor para revalidar o título e juntá-lo ao de campeão mundial.

Após a realização da única regata do dia, o polaco Piotr Myszka, duas vezes campeão do mundo, é segundo classificado e o israelita Yoav Cohen está em terceiro.

A dinamarquesa Laerke Buhl-Hansen lidera a prova feminina, seguida da italiana Giorgia Speciale e da polaca Zofia Noceti Klepacka.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Vela

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.