Quatro tripulações portuguesas na frota de ouro do Troféu Princesa Sofia

Beatriz Gago e Rodolfo Pires subiram três posições na classe 470

• Foto: Trofeo Princesa Sofía
Os velejadores portugueses no Troféu Princesa Sofia, que marca em Espanha o início do apuramento para Paris'2024, mantiveram esta quarta-feira um desempenho que permite a quatro tripulações navegarem na frota de ouro.


Na classe 470, com 68 barcos de 20 países, Beatriz Gago e Rodolfo Pires subiram três posições, para 27.º, com 72, ultrapassando Diogo Costa e Carolina João que galgaram uma posição, para 28.º, com 74, navegando ambos na frota de ouro. Os espanhóis Jordi Xammar e Nora Brugman lideram com sete pontos.

Em ILCA7, Santiago Sampaio conquistou 12 lugares e é agora 30.º, com 67 pontos, sendo o melhor português depois de Eduardo Marques ter caído 27 degraus, para 38.º, com 81 pontos, depois de ter sido desqualificado numa das regatas: ambos estão na frota de ouro

Em prova que começou com 165 barcos de mais de 30 nações, Lourenço Mateus desceu sete posições, para 119.º, com 146 pontos, seguindo na frota de bronze, em competição comandada pelo francês Jean-Baptiste Bernaz, com 12 pontos.

Em 49er, e depois de não ter cumprido uma das regatas do dia, a dupla Tomás Barreto/João Prieto baixou 14 posições, para 69.º, com 89 pontos, em prova que continua a ser controlada pelos franceses Erwan Fischer e Clément Pequin, com cinco pontos.

Na Fórmula Kite, Pedro Rodrigues desceu três lugares para 58.º, com 92 pontos, quatro acima de Pedro Marcos, 62.º com 97, enquanto Tomás Pires de Lima baixou sete posições, para 64.º, com 98 pontos. O esloveno Toni Vodisek está na frente, com sete pontos.

Em 49er e nos Kites, só a partir de quinta-feira será feita a divisão das frotas, uma vez que as competições principiaram um dia mais tarde, sendo certo que todos os portugueses vão ficar no grupo de bronze.

O Troféu Princesa Sofia, que decorre até sábado, constitui a primeira prova a contar para o circuito mundial organizado pela World Sailing (Federação Internacional de Vela), no qual os velejadores irão competir, nos próximos três anos, por um lugar nos Jogos Olímpicos de Paris.

Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Vela

Notícias

Notícias Mais Vistas