Benfica e Sp. Espinho de olho na Supertaça

Primeiro troféu oficial da temporada 2017/2018 disputa-se hoje (20h30) em Almada

• Foto: Carlos Gonçalves

O Benfica quer o sétimo troféu seguido e o oitavo do seu historial; o Sp. Espinho deseja recuperar um título que não conquista desde 1999/2000, quando alcançou a quarta vitória. Estamos a falar da Supertaça, que vai hoje (20h30) a ‘concurso’, em Almada, e que opõe os campeões nacionais, as águias, aos vencedores da Taça de Portugal, os tigres. Equipas que se conhecem bem, ainda que tenham sofrido algumas alterações nos plantéis, principalmente a formação da Costa Verde, que viu sair para o Sporting o núcleo duro, encabeçado por Miguel Maia.

Águias e tigres, de resto, já tomaram o pulso esta pré-temporada, quando se defrontaram nas meias-finais do Torneio das Vindimas, em Lamego, num jogo só decidido na negra a favor do Benfica, que viria depois a perder a final diante do Sporting.

Mas agora a história pode ser diferente e o técnico do Benfica, José Jardim, acredita que a sua equipa possa ter um outro rendimento no encontro de hoje: "Vai ser um jogo extremamente equilibrado, mas espero também que a nossa equipa, passo a passo, vá subindo um degrau e que dê uma grande alegria aos benfiquistas", comentou o treinador das águias.

José Jardim falou também na ambição dos seus jogadores: "Cada vez que vamos para um encontro é para ganhar. Sabemos que temos pela frente uma excelente equipa, mas nós também temos um bom grupo", garantiu o responsável técnico dos campeões nacionais. "Queremos conquistar a Supertaça pela sétima vez consecutiva. Nos últimos anos temos disputado esta prova em vários pontos do país e temos tido bastante apoio. Espero que, desta vez, os sócios apareçam em grande número no Pavilhão de Almada", referiu José Jardim.

Tigres ambiciosos

Os tigres também viajam até à margem sul do Tejo com a mesma disposição, querendo começar a época da melhor maneira. "Todas as competições são para ganhar e esta não será diferente. Queremos muito recuperar um troféu que não vencemos há alguns anos e enriquecer ainda mais o palmarés do clube", disse-nos o técnico Rui Pedro, para quem o Benfica parte com algum favoritismo. "Manteve mais ou menos a sua estratégia e com alguns reforços de peso tem alguma vantagem", frisou.

O treinador espinhense abordou ainda a saída de alguns elementos que eram importantes. "Nós tivemos de reestruturar a equipa, o que demora o seu tempo a consolidar", acentuou Rui Pedro.

Contudo, e segundo a opinião do técnico que levou o Sp. Espinho à final do playoff do título na época passada, a vantagem das águias pode não se confirmar: "Uma coisa é a teoria, outra é o que se passa na prática. Veremos quem no campo é melhor."

Por Ana Paula Marques
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Voleibol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.