Record

BENFICA-SP. ESPINHO, 25-27, 25-19, 25-13, 25-22

vence sp. espinho em 4 sets

BENFICA-SP. ESPINHO, em direto
BENFICA-SP. ESPINHO, em direto • Foto: LUSA

Os encarnados conquistam o quarto campeonato da sua história, depois do último triunfo em 2004/2005. A formação volta a vencer no Pavilhão da Luz, repetindo a vitória de há uma semana, anulada pela Federação Portuguesa de Voleibol, que revertou na repetição da final.

25-22 - Filipe Pinto serve para fora e dá o título ao Benfica.

24-22 - Flávio reduz.

24-21 - Ponto de campeonato para o Benfica. Hugo Gaspar marca.

José Jardim pede um tempo de desconto para abordar os pontos decisivos do encontro.

23-21 - Violação de campo de Gaspar. Ponto para o Sp. Espinho.

23-19 - Honoré coloca o Benfica a dois pontos do título. A maior parte dos adeptos já se encontra de pé.

Os adeptos começam a entoar "Benfica campeão".

22-18 - Roberto Reis bloqueia o remate de Flávio e dá uma vantagem de quatro pontos aos encarnados.

O técnico espinhense pede novo time out.

20-18 - Ché, pela direita, marca e coloca pressão do lado dos pupilos de Hugo Silva.

Monteiro e Mosquera reentram na partida pelo Sp. Espinho.

18-16 - Ché remata contra Ribeiro, com a bola a ser refletida por este último para os placards publicitários. Flávio ainda tenta chegar com o pé mas sem êxito.

Tempo técnico com o Benfica na frente, por 16-14.

15-13 - Vantagem de dois pontos para o Benfica, agora com Gaspar a "fuzilar" contra Miguel Maia, sem hipóteses para a glória do voleibol português.

14-13 - Roberto Reis adivinha a intenção de Flávio e coloca a bola do lado do Sp. Espinho, com um pequeno toque.

Hugo Silva interrompe a partida para dar instruções aos seus jogadores num momento importante.

12-12 - Remate de Alaniz, sem qualquer oposição, contra a rede. Novo empate na partida.

11-12 - Hugo Gaspar remata contra o bloco solitário de Maia. Ponto para os encarnados.

10-11 - Ché ultrapassa o bloco e reduz a desvantagem. No ponto seguinte, atira diretamente para a rede: 10-12.

7-9 - Zelão estica-se todo para chegar ao esférico mas fica combalido no solo. A fisioterapeuta do Benfica entra para prestar assistência ao jogador brasileiro.

7-8 - Filipe Pinto, numa incursão pela direita, coloca os tigres na frente no primeiro tempo técnico.

7-7 - Zelão volta a empatar a partida, após receção defeituosa de Flávio.

5-5 - Flávio dispara para fora e iguala o marcador.

3-4 - Hugo Gaspar reduz.

José Jardim pára o jogo para travar o ímpeto do Sp. Espinho. Os tigres começaram muito bem o quarto set obrigando a águia a pedir um time out logo ao 1-4.

1-4 - Entrada determina do Espinho, com o Benfica falhar na receção. Vantagem de três pontos para a formação de Hugo Silva.

1-1 - Novo disparo de Gaspar, após o primeiro ponto ter caído para os forasteiros.

4.º set

Tal como há uma semana, os encarnados chegam ao fim do terceiro jogo a vencer por dois sets a um.

25-13 - Hugo Gaspar bloqueia o disparo de Flávio Cruz e dá a vitóra ao Benfica no terceiro set da partida.

24-13 - Alaniz faz violação do terreno adversário. Set point para o Benfica.

21-13 - Monteiro reduz com um remate colocado.

Vinhedo dá o lugar a Kibinho.

18-10 - Primeiro ponto espinhense após uma sequência de cinco dos comandados de José Jardim.

O técnico do Sp. Espinho volta a pedir novo desconto de tempo.

18-9 - Maior vantagem do Benfica na partida.

Hugo Silva pede um tempo técnico.

15-9 - Ponto de Ché eleva a vantagem encarnada para seis pontos. Filipe responde no side out para fora e são agora sete ponto à maior do lado das águias.

O facto de a formação de Hugo Silva ter contestado dois pontos consecutivos pode ter desconcentrado de alguma forma os jogadores espinhenses.

13-9 - Roberto, com um toque subtil, coloca a bola contra o bloco de Filipe Pinto.

10-7 - Gaspar dispara, com a bola a bater no bloco e a sair. Os jogadores do Sp. Espinho protestam o ponto conferido aos encarnados.

Primeiro tempo técnico no 3.º set. Honoré recoloca o Benfica com a vantagem de dois pontos: 8-6.

5-4 - Alaniz pontua depois de ver a bola refletida no bloco e enganar Coelho, na receção.

4-2 - Bomba de Honoré no centro da rede a colocar os encarnados na dianteira.

2-2 - Mosquera iguala a partida a dois. Nenhuma das formações ainda desperdiçou o side out.

1-0 - Primeiro ponto do terceiro set para o Benfica, por intermédio de Gaspar, depois de muita flutuação de bola.

3.º Set 

25-19 - Malveiro dispara para fora, entre os braços do bloqueadores encarnados. Os pupilos de Jardim confirmam a vitória no segundo set.

24-19 - Zelão, em força, não dá hipótese à manchete de Malveiro. Ponto de set para o Benfica.

23-17 - Bloco duplo do Benfica, de Reis e Zelão, que se revelou proveitoso.

Hugo utiliza um time out para tentar dar a volta ao segundo set que está "pendurado" para a turma encarnada.

20-16- Filipe Pinto fatura depois de um toque no bloco das águias.

19-14 - Zelão serve diretamente para a rede depois de um bom ponto no centro do campo, com direção e potência.

José Jardim pede desconto de tempo após dois pontos seguidos do Sp. Espinho. 18-13.

18-11 - Flávio Cruz dispara para fora, por poucos centímetros. Maior vantagem encarnada na partida.

16-10 - Malveiro atira diretamente à tela e não chega a haver bloco. Quatro toques entre jogadores do Sp. Espinho e ponto para o Benfica. Miguel Maia contesta a atribuição do ponto aos encarnados.

Hugo Silva pede interrupção da partida após o Benfica alcançar uma distância de cinco pontos: 14-9.

12-9 - Muita flutuação de bola nas duas formações e Malveiro resolve.

11-7 - Serviço de Flávio para a rede.

9-5 - Hugo Gaspar disfere mais uma "bomba", agora na direção de Filipe Pinto e este tenta a receção mas o esférico foge-lhe.

8-5 - Ché, com um toque subtil a procurar uma brecha entre o bloco nortenho, consegue colocar o Benfica na frente do 2.º set, pela primeira vez, por três pontos. Primeiro tempo técnico.

6-4 - Roberto Reis coloca os encarnados dois pontos na frente, muito por culpa do duplo bloco de Ché e Zelão.

3-2 - Honoré coloca o Benfica na frente mas desde o início do set, ambas as equipas converteram o side out e nenhuma vacila.

2.º set

Os espinhenses levam a melhor num set muito equilibrado e decidido nas vantagens.

25-27 - Honoré remata para contra bloco e a bola é devolvida pela tripla de homens do Sp. Espinho para o rectângulo encarnado. O O Sp. Espinho conquista o primeiro set.

25-26 - Mosquera converte o side out.

25-25 - Ché eleva-se, aponta ao bloco e sela novo empate.

Agora é a vez de Hugo Silva pedir o segundo tempo de desconto após o 23-24.

Jardim pede novo tempo técnico.

22-24 - Ché bloqueia mas a bola sai e é ponto de set para o Sp. Espinho.

José Jardim pára a partida para falar com os seus pupilos num momento que m o Sp. Espinho toma a dianteira, por 23-22.

22-22 - Flávio Cruz empata a partida novamente.

Hugo Silva pede desconto tempo num momento em que os encarnados passam para frente do marcador, por 21-20.

Kibinho substitui Roberto Reis.

17-17 - Dois blocos para a rede e nova igualdade.

15-16 - O Sp. Espinho chega ao segundo tempo técnico pela primeira vez na frente do marcador, fruto do bom trabalho do seu bloco. Ché não conseguiu transpôr a muralha espinhense.

14-14 - Malveiro volta a igualar a contenda. Gaspar não conseguiu a melhor receção.

13-13 - O serviço para a rede de Gaspar dita nova igualdade na Luz.

A formação de José Jardim tido uma toada dominante neste primeiro set. O pavilhão da Luz vai-se compondo a cada minuto que passa e regista-se quase casa cheia.

9-8 - Roberto Reis volta a colocar o Benfica na frente depois do Sp. Espinho ter empatado a contenda.

Os encarnados chegam ao primeiro tempo técnico a vencer por 8-5.

7-4 - Bomba de Ché no centro da rede e eleva a vantagem para três pontos.

4-2 - O Sp. Espinho começa o primeiro set a vencer por 2-0 mas os encarnados já deram a volta ao marcador, fazendo o 4-2 através de um bloco de Hugo Gaspar.

1º set

17H30 - Começa a partida na Luz.

16H56 - O jogo desta tarde apresenta um forte dispositivo policial nas imediações do Pavilhão da Luz, algo incomum para um jogo de voleibol em Portugal. Várias dezenas de adeptos formam filas para entrar no recinto dos encarnados.

- O Benfica e Sp. Espinho vão defrontar-se pela quarta vez no playoff (à melhor de três jogos), depois de os tigres terem protestado o encontro da semana passada, em que os encarnados venceram por 3-2, mas não tendo sido o resultado validado. O protesto foi baseado num erro técnico de rotação da equipa adversária, decidindo-se o Conselho de Disciplina pela repetição do jogo.

- Esta é a terceira vez, nas últimas quatro temporadas, que Benfica e Sp. Espinho medem forças na luta pelo título, tendo este sido conquistado pelos tigres nas duas anteriores ocasiões: em 2009/2010 e a época passada, 2011/2012.

- O Sp. Espinho é o recordista de títulos, com 18, já o Benfica procura a conquista do quarto ceptro. A última vez que as águias foram campeãs nacionais foi em 2004/2005.

- O encontro será dirigido pela dupla de arbitragem Avelino Azevedo (1.º árbitro) e Lídio Ferreira (2.º árbitro).

13
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Voleibol

Notícias

Notícias Mais Vistas

M