Chegou a hora do tira-teimas final

Sp. Espinho e Benfica iniciam hoje playoff do título da Divisão de Elite. Haverá novo campeão

• Foto: Hugo Monteiro

Esta época haverá novo campeão nacional, depois da Fonte do Bastardo ter ficado pelas meias-finais e dizer adeus à revalidação do cetro. Cabe a Sp. Espinho e Benfica decidirem o sucessor da equipa da Ilha Terceira, iniciando-se hoje o playoff final, a decidir à melhor de cinco jogos. O primeiro tem lugar na casa dos tigres (Nave de Espinho), sendo que os dois seguintes, a 29 e 30, disputam-se na Luz, por força de as águias terem ‘ganho’ a primeira fase. Se a luta não ficar confinada aos três primeiros jogos, o quarto será de novo em Espinho e, havendo ainda um quinto, este realiza-se em Lisboa.

"Penso que é importante começar o playoff em casa. Se conseguirmos vencer, vamos a Lisboa em vantagem e colocar mais pressão ao Benfica. Mas é bom frisar que o primeiro jogo não vai decidir nada. Isto é um minicampeonato à melhor de cinco jogos", sublinhou Rui Pedro, treinador dos tigres, para quem o Benfica parte com algum favoritismo. "Porque tem dominado o voleibol nos últimos anos, depois possuiu um plantel que se tem mantido mais ou menos estável, enquanto a nossa equipa vive uma fase do despertar dos tigres. Já temos a Taça de Portugal e agora estamos noutra final. Seja como for, vai ser equilibrado, pois as duas equipas têm jogadores muito experientes e habituados a jogar finais."

Do lado dos encarnados, o atacante brasileiro Raphael Oliveira foi o porta-voz. "Vai ser uma final muito importante para as duas equipas. Trabalhamos com muita seriedade, diariamente focados nesta final", destacou à BTV.

Nos confrontos esta temporada, o Benfica levou vantagem nos dois embates para o campeonato (ambos por 3-1), enquanto o Sp. Espinho derrotou o adversário na final da Taça de Portugal, vencendo pela diferença máxima.

Já a última vez que tigres e águias se defrontaram na decisão do título foi na época de 2012/2013, com o troféu a ir para a Luz, sendo que na temporada anterior aconteceu o contrário. O Sp. Espinho bateu o Benfica na Luz, conquistando o 18º título (é recordista), naquele que foi também o último da equipa.

Por Ana Paula Marques
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Voleibol

Notícias

Notícias Mais Vistas