João Coelho: «Tínhamos obrigação de jogar mais»

Treinador do Fonte Bastardo assumiu que a equipa não esteve no seu melhor nível

• Foto: LUSA

Após a derrota na Supertaça de voleibol, diante do Benfica, João Coelho, treinador da Fonte Bastardo, assumiu que a sua equipa "tinha obrigação de jogar mais", lamentando alguma "pressão" que os jogadores tenham sentido, num encontro que era "decisivo" para os açorianos.

"Tínhamos obrigação de jogar mais. O resultado até podia ser o mesmo, mas houve processos que hoje não saíram, se calhar pela pressão de ser um jogo decisivo e uma competição que queríamos ganhar. Falta-nos passar por estes momentos para saber o que precisamos para bater uma equipa sólida, que tem o seu grupo há cinco anos, com apenas um elemento novo, que foi muito agressiva e nós fomos complacentes com essa agressividade, não jogando no mesmo patamar", afirmou o técnico.

Para João Coelho, a equipa do Benfica apresenta atualmente "dois dos seis melhores das últimas décadas", apesar de tal facto não servir de "desculpa" para o resultado sofrido este sábado, em Almada.

"É óbvio que as diferenças ainda são gritantes. O Benfica que se apresenta aqui hoje, entre os que jogaram e os que estão de fora, são dois dos melhores 'seis' das últimas décadas. E não o digo como desculpa para a minha equipa, é a realidade. É uma excelente equipa e não é só no papel, basta olhar para os jogadores que são. Mas isso não serve de desculpa para o que nos interessa, que é estar nestes jogos contra estas equipas", concluiu.

Por Record com Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Voleibol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.