Leixões prescinde de competir nas provas europeias femininas em 2017/18

Incapacidade financeira na base da decisão dos matosinhenses

A direção do Leixões informou esta terça-feira a não participação da sua equipa sénior feminina de voleibol nas competições europeias em 2017/18, devido à incapacidade financeira gerada pelos cerca de 80 mil euros de dívidas acumuladas e pagas.

Num comunicado publicado na página oficial do clube de Matosinhos na internet, a direção informou que no momento em que tomou posse, na secção de voleibol, "haviam seis meses de ordenados em atraso", "dívidas às Finanças e à Segurança Social", o que, tudo somado, "ascendia aos 80 mil euros".

"Com a boa vontade e o dinheiro de alguns sócios conseguimos pagar às Finanças e à Segurança Social, tornando assim possível o desbloqueamento de apoios financeiros que entretanto conseguimos negociar e garantir. Neste momento, a dívida da modalidade está totalmente sanada", lê-se ainda no comunicado.

E prossegue: "Durante este período tão difícil, não podemos deixar de referir a atitude fantástica das atletas, técnicos e treinadores, que continuaram a demonstrar o seu empenho e a sua raça, acreditando no clube e nesta direção."

"Avançar para as competições europeias implicaria um gasto de 80/100 mil euros", argumenta a direção, revelando que o "orçamento de um plantel, para uma época, não atinge estes números".

O Leixões, dado ter-se sagrado campeão nacional, tinha apuramento direto para a Liga dos Campeões, ou, se essa fosse a sua opção, competiria na Taça CEV, acabando por prescindir de ambas.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Voleibol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.