Portugal perde com a Argentina na estreia da Liga das Nações

Seleção Nacional cedeu por 3-0

• Foto: Movenotícias

A Seleção Nacional perdeu com a Argentina, por 3-0, na estreia na Liga das Nações, numa partida do grupo 2 disputada na noite de sexta-feira, em Mendoza, em que foi penalizada pelos erros cometidos.

Portugal perdeu pelos parciais de 25-17, 25-21 e 25-21, numa partida em que não conseguiu expor o seu jogo e acumulou erros, transformados em pontos pela seleção da Argentina.

A seleção portuguesa entrou no jogo praticamente em 'desvantagem', a perder por 3-0, e o acumular de erros e o sub-rendimento de alguns dos seus jogadores fundamentais levou a que atingisse o primeiro parcial a perder por cinco pontos (08-03).

Um parcial de quatro pontos consecutivos permitiu ao conjunto luso recuperar da diferença e empatar aos 12-12, regressando ao jogo, mas o acumular de erros, no serviço e técnicos, possibilitou à Argentina 'fechar' o primeiro parcial aos 25-17.

Sem conseguir estabilizar as suas ações de jogo, muito por culpa do serviço, a seleção portuguesa voltou a sentir dificuldades no segundo 'set', em que atingiu os primeiro e segundos tempos técnicos a perder por 08-05 e 16-11, respetivamente.

A seleção argentina, mais consistente e apoiada pelo seu público, manteve a equipa das 'quinas' à distância, chegando a dispor de uma vantagem de seis pontos aos 18-12, que viu encurtada para 18-15 com o parcial luso de três consecutivos.

Portugal encurtou a diferença para dois pontos aos 23-21, novamente com um parcial de três pontos seguidos, mas a falta de consistência lusa permitiu à seleção anfitriã travar a ousadia e encerrar o parcial aos 25-21 e fazer o 2-0.

O equilíbrio, com sucessivas igualdades (2-2, 4-4 e 5-5), foi uma constante do início do terceiro parcial, marcado, uma vez mais, pela dificuldade da seleção portuguesa em impor o seu serviço e expor o seu jogo.

A Argentina atingiu o primeiro tempo técnico a vencer por 8-6, vantagem que dilatou no segundo para 16-12 e, já após uma reação lusa na parte final do parcial, com três pontos consecutivos, encerrou a partida aos 25-21 e fechou aos 3-0.

Jogo na Arena Aconcágua, em Mendoza.

Argentina - Portugal, 3-0.

Parciais: 25-17 (26 minutos), 25-21 (27) e 25-21 (26).

Sob a arbitragem da dupla Luis Gerardo Macias (México) e Francisco Cespedes (Republica Dominicana) as equipas alinharam com os seguintes jogadores:

Argentina: Nicolás Uriarte, Facundo Conde, Sebastián Solé, Bruno Lima, Ezequil Palacios e Crer Pablo - 'seis' inicial. Jogaram ainda Santiago Danani (líbero), Federico Pereyra e Maximiliano Cavanna.

Treinador: Marcelo Mendez.

Portugal: Nuno Teixeira, Filip Cveticanin, Alexandre Ferreira, Marco Ferreira, Lourenço Martins e Miguel Tavares Rodrigues - 'seis' inicial. Jogaram ainda João Fidalgo e Gil Pereira (líberos), Tiago Violas, Bruno Cunha, Valdir Sequeira, Caíque Silva, João Simões e Phelipe Martins.

Treinador: Hugo Silva.

Assistência: cerca de 3.800 espetadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Voleibol

Notícias

Notícias Mais Vistas