Selecionador apela à "alma lusitana" na qualificação para o Europeu

Portugal joga playoff decisivo frente à Turquia a 2 e 9 de outubro

• Foto: Manuel Azevedo

Hugo Silva, o selecionador nacional de seniores masculinos, antevê dificuldades nas duas partidas com a Turquia, nas quais Portugal tentará carimbar o passaporte para o Europeu da modalidade do próximo ano, na Polónia. Os encontros do playoff da 3.ª ronda de qualificação estão agendados para domingo, dia 2 de outubro, em Manisa-Turgutlu, na Turquia; e uma semanda depoios, em Matosinhos. 

"Não somos de todo favoritos. O historial recente não é favorável a Portugal: perdemos
1-3 no último jogo da Liga Mundial e fomos eliminados na 2.ª Ronda da qualificação para o Europeu de 2013, num grupo em que a Turquia ficou à nossa frente e passou à 3.ª Ronda", lembra Hugo Silva, citando alguns dos adversários que os turcos deixaram pelo caminho até se tornarem "a melhor equipa da fase intercontinental do Grupo 2 da Liga Mundial, a seguir ao Canadá": Eslováquia, República Checa, Holanda, Cuba e Finlândia.

À qualidade que o selecionador nacional deteta no opositor há um outro aspeto que tem que ser levada em linha de conta, a juventude de alguns dos elementos que compõem a representação portuguesa. "Sabemos das nossas limitações e temos consciência de que um apuramento para a fase final só pode passar por um forte espírito de grupo, uma enorme concentração em todos os momentos do jogo e pela alma lusitana que mostrámos em toda a fase anterior", defende Hugo Silva.

"Devemos apoiar esta equipa jovem e renovada, pois ela vai passar por muitas dificuldades e só com ajuda de todos podemos tornar esta equipa temida, como eu acredito que vai acontecer num futuro próximo", apela o técnico português, deixando uma certeza a todos aqueles que têm apoiado este projeto: "Uma dedicação tremenda no dia-a-dia e que todos irão fazer tudo para continuar a dignificar a modalidade e o país, sabendo que como modalidade coletiva nacional somos a que melhor tem representado Portugal a seguir ao Futebol."

Por isso, Hugo Silva faz um último pedido. "Espero poder ver a Nave de Matosinhos cheia, apoiando a equipa com todo o calor que é normal naquela cidade e que nós possamos, acima de tudo, mostrar que o voleibol português está de boa saúde e que estes jogadores podem contar com o carinho de todos", concluiu.

Por João Lopes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Voleibol

Notícias

Notícias Mais Vistas