Apostas certeiras mas também fiascos: todos os jogadores que Mourinho veio buscar a Portugal

Nuno Morais (Penafiel - Chelsea): O médio defensivo foi do Penafiel para o Chelsea, no verão de 2004. Nuno Morais participou em nove jogos durante duas temporadas.
Tiago (Benfica - Chelsea): O internacional português chegou a Londres em 2004. No total, o médio disputou 52 jogos, tendo marcado quatro golos. Na temporada seguinte transferiu-se para os franceses do Lyon.
Paulo Ferreira (FC Porto - Chelsea): Em 2004, seguiu com José Mourinho para os blues, onde jogou 217 jogos e marcou dois golos.
Ricardo Carvalho (FC Porto - Chelsea): O Central também seguiu para Londres na 'fornada' de 2004. Ricardo Carvalho participou em 210 jogos pelo Chelsea e marcou 11 golos. Na temporada 2010/11 recebeu novamente uma chamada de José Mourinho e foi parar ao... Real Madrid.
Ricardo Quaresma (FC Porto - Inter de Milão): Os milaneses vieram buscá-lo ao campeonato português em 2008. O craque português passou despercebido na Serie A e foi, passados seis meses, emprestado aos ingleses do Chelsea.
Fábio Coentrão (Benfica - Real Madrid): O lateral passou sete anos no Real Madrid, tendo realizado 106 jogos. O internacional português fez parte da equipa que ganhou duas Ligas dos Campeões, duas Ligas espanholas, uma Taça do Rei e uma Supertaça espanhola..
Di Maria (Benfica - Real Madrid): O craque argentino marcou 36 golos e fez 85 assistências em 190 jogos pelos merengues.
Christian Atsu (FC Porto - Chelsea): Foi para Londres no verão de 2013, mas nunca conseguiu cimentar o seu lugar na equipa. Seguiram-se vários empréstimos.
Diogo Dalot (FC Porto - Manchester United): A jovem promessa portuguesa demorou a impor-se em Manchester e acabou por ser prejudicado com a saída de José Mourinho.
Lindelof (Benfica - Manchester United): O central sueco foi para os red devils em 2017/18, onde participou em 94 jogos e marcou dois golos.
Nuno Morais (Penafiel - Chelsea): O médio defensivo foi do Penafiel para o Chelsea, no verão de 2004. Nuno Morais participou em nove jogos durante duas temporadas.
Tiago (Benfica - Chelsea): O internacional português chegou a Londres em 2004. No total, o médio disputou 52 jogos, tendo marcado quatro golos. Na temporada seguinte transferiu-se para os franceses do Lyon.
Paulo Ferreira (FC Porto - Chelsea): Em 2004, seguiu com José Mourinho para os blues, onde jogou 217 jogos e marcou dois golos.
Ricardo Carvalho (FC Porto - Chelsea): O Central também seguiu para Londres na 'fornada' de 2004. Ricardo Carvalho participou em 210 jogos pelo Chelsea e marcou 11 golos. Na temporada 2010/11 recebeu novamente uma chamada de José Mourinho e foi parar ao... Real Madrid.
Ricardo Quaresma (FC Porto - Inter de Milão): Os milaneses vieram buscá-lo ao campeonato português em 2008. O craque português passou despercebido na Serie A e foi, passados seis meses, emprestado aos ingleses do Chelsea.
Fábio Coentrão (Benfica - Real Madrid): O lateral passou sete anos no Real Madrid, tendo realizado 106 jogos. O internacional português fez parte da equipa que ganhou duas Ligas dos Campeões, duas Ligas espanholas, uma Taça do Rei e uma Supertaça espanhola..
Di Maria (Benfica - Real Madrid): O craque argentino marcou 36 golos e fez 85 assistências em 190 jogos pelos merengues.
Christian Atsu (FC Porto - Chelsea): Foi para Londres no verão de 2013, mas nunca conseguiu cimentar o seu lugar na equipa. Seguiram-se vários empréstimos.
Diogo Dalot (FC Porto - Manchester United): A jovem promessa portuguesa demorou a impor-se em Manchester e acabou por ser prejudicado com a saída de José Mourinho.
Lindelof (Benfica - Manchester United): O central sueco foi para os red devils em 2017/18, onde participou em 94 jogos e marcou dois golos.
Nuno Morais (Penafiel - Chelsea): O médio defensivo foi do Penafiel para o Chelsea, no verão de 2004. Nuno Morais participou em nove jogos durante duas temporadas.
Tiago (Benfica - Chelsea): O internacional português chegou a Londres em 2004. No total, o médio disputou 52 jogos, tendo marcado quatro golos. Na temporada seguinte transferiu-se para os franceses do Lyon.
Paulo Ferreira (FC Porto - Chelsea): Em 2004, seguiu com José Mourinho para os blues, onde jogou 217 jogos e marcou dois golos.
Ricardo Carvalho (FC Porto - Chelsea): O Central também seguiu para Londres na 'fornada' de 2004. Ricardo Carvalho participou em 210 jogos pelo Chelsea e marcou 11 golos. Na temporada 2010/11 recebeu novamente uma chamada de José Mourinho e foi parar ao... Real Madrid.
Ricardo Quaresma (FC Porto - Inter de Milão): Os milaneses vieram buscá-lo ao campeonato português em 2008. O craque português passou despercebido na Serie A e foi, passados seis meses, emprestado aos ingleses do Chelsea.
Fábio Coentrão (Benfica - Real Madrid): O lateral passou sete anos no Real Madrid, tendo realizado 106 jogos. O internacional português fez parte da equipa que ganhou duas Ligas dos Campeões, duas Ligas espanholas, uma Taça do Rei e uma Supertaça espanhola..
Di Maria (Benfica - Real Madrid): O craque argentino marcou 36 golos e fez 85 assistências em 190 jogos pelos merengues.
Christian Atsu (FC Porto - Chelsea): Foi para Londres no verão de 2013, mas nunca conseguiu cimentar o seu lugar na equipa. Seguiram-se vários empréstimos.
Diogo Dalot (FC Porto - Manchester United): A jovem promessa portuguesa demorou a impor-se em Manchester e acabou por ser prejudicado com a saída de José Mourinho.
Lindelof (Benfica - Manchester United): O central sueco foi para os red devils em 2017/18, onde participou em 94 jogos e marcou dois golos.
José Mourinho parece estar constantemente atento aos talentos que vão despertando no campeonato português e a iminente mudança de Gedson para o Tottenham é só mais um negócio para a lista. Algumas apostas assumiram-se como certeiras, outras... nem por isso. Confira a lista de futebolistas que José Mourinho contratou em Portugal, quando já treinava no estrangeiro.
5
Deixe o seu comentário

Pub

Publicidade
5
Deixe o seu comentário

Mais Vistas

Últimas Notícias

Notícias

Fotogalerias

Fotogalerias

Sporting

Fotogalerias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.