Da 'mota' aos azarados: o que fizeram as caras novas do Benfica no jogo de estreia

Caio Lucas (3) Jogou encostado à equerda e, além da qualidade técnica, revelou velocidade. Deixou várias vezes o marcador direto para trás e só pecou mesmo na finalização. A Luz gostou...
Raul de Tomas (2) Já mostrou que é móvel, mas nesta fase ainda está à procura de conhecer os colegas de equipa. Não foi feliz no capítulo do passe e em algumas receções de bola, mas a qualidade está lá. Tentou o chapéu (15'), mas saiu fraco.
Tiago Dantas (2) Substituiu Jonas e jogou encostado à direita. Fletiu para o meio à procura de jogo e mostrou argumentos na condução e entrega de bola.
Nuno Tavares (4):  Uma autêntica mota. Velocidade, capacidade física e um cruzamento milimétrico para Chiquinho fazer o primeiro golo. Como se costuma dizer, conquistou o 'terceiro anel' da Luz-
Jhonder Cádiz (2): Teve uma estreia azarada. Fez menos de 15 minutos devido a uma lesão na perna esquerda. No pouco tempo que esteve em jogo foi a referência da equipa.
David Tavares (2): Muita intensidade, tanto na direita como no meio. Subiu de produção no centro do terreno e revelou chegada à área.
João Ferreira (2): Substituiu Salvio na direita e tentou dar projeção atacante. Mostrou personalidade.
Pedro Álvaro (2): Entrou para o lugar de Rúben Dias e tentou jogar simples.
Nuno Santos (2): Foi um dos últimos a entrar e não teve muitas ocasiões para se evidenciar em noite de estreia.
Caio Lucas (3) Jogou encostado à equerda e, além da qualidade técnica, revelou velocidade. Deixou várias vezes o marcador direto para trás e só pecou mesmo na finalização. A Luz gostou...
Raul de Tomas (2) Já mostrou que é móvel, mas nesta fase ainda está à procura de conhecer os colegas de equipa. Não foi feliz no capítulo do passe e em algumas receções de bola, mas a qualidade está lá. Tentou o chapéu (15'), mas saiu fraco.
Tiago Dantas (2) Substituiu Jonas e jogou encostado à direita. Fletiu para o meio à procura de jogo e mostrou argumentos na condução e entrega de bola.
Nuno Tavares (4):  Uma autêntica mota. Velocidade, capacidade física e um cruzamento milimétrico para Chiquinho fazer o primeiro golo. Como se costuma dizer, conquistou o 'terceiro anel' da Luz-
Jhonder Cádiz (2): Teve uma estreia azarada. Fez menos de 15 minutos devido a uma lesão na perna esquerda. No pouco tempo que esteve em jogo foi a referência da equipa.
David Tavares (2): Muita intensidade, tanto na direita como no meio. Subiu de produção no centro do terreno e revelou chegada à área.
João Ferreira (2): Substituiu Salvio na direita e tentou dar projeção atacante. Mostrou personalidade.
Pedro Álvaro (2): Entrou para o lugar de Rúben Dias e tentou jogar simples.
Nuno Santos (2): Foi um dos últimos a entrar e não teve muitas ocasiões para se evidenciar em noite de estreia.
Caio Lucas (3) Jogou encostado à equerda e, além da qualidade técnica, revelou velocidade. Deixou várias vezes o marcador direto para trás e só pecou mesmo na finalização. A Luz gostou...
Raul de Tomas (2) Já mostrou que é móvel, mas nesta fase ainda está à procura de conhecer os colegas de equipa. Não foi feliz no capítulo do passe e em algumas receções de bola, mas a qualidade está lá. Tentou o chapéu (15'), mas saiu fraco.
Tiago Dantas (2) Substituiu Jonas e jogou encostado à direita. Fletiu para o meio à procura de jogo e mostrou argumentos na condução e entrega de bola.
Nuno Tavares (4):  Uma autêntica mota. Velocidade, capacidade física e um cruzamento milimétrico para Chiquinho fazer o primeiro golo. Como se costuma dizer, conquistou o 'terceiro anel' da Luz-
Jhonder Cádiz (2): Teve uma estreia azarada. Fez menos de 15 minutos devido a uma lesão na perna esquerda. No pouco tempo que esteve em jogo foi a referência da equipa.
David Tavares (2): Muita intensidade, tanto na direita como no meio. Subiu de produção no centro do terreno e revelou chegada à área.
João Ferreira (2): Substituiu Salvio na direita e tentou dar projeção atacante. Mostrou personalidade.
Pedro Álvaro (2): Entrou para o lugar de Rúben Dias e tentou jogar simples.
Nuno Santos (2): Foi um dos últimos a entrar e não teve muitas ocasiões para se evidenciar em noite de estreia.
A partida de quarta-feira entre Benfica e Anderlecht (1-2) ficou marcada pelo adeus a Jonas. Num jogo que contou com várias substituições, saiba o que fizeram as 'caras novas' dos encarnados [Notas atribuídas pelo jornalista Alexandre Moita]
Deixe o seu comentário

Pub

Publicidade
Deixe o seu comentário

Mais Vistas

Últimas Notícias

Notícias

Fotogalerias

Fotogalerias

Sporting

Fotogalerias