De Adu passando por Anderson ou Ben Arfa: as potenciais estrelas que acabaram em... 'flops'

Ben Arfa - Com um pé esquerdo magnífico, o médio francês teve no Newcastle os seus melhores momentos como jogador de futebol. Depois da aventura nos magpies, passou ainda pelo Nice, PSG e Rennes. Atualmente está sem clube.
El Shaarawy - Deu nas vistas desde muito novo ao serviço do Milan. Contudo, as sucessivas lesões e falta de consistência fizeram com que a sua carreira futebolística não seguisse o caminho que lhe era previsto. Atualmente está no Shanghai Shenhua.
Jovetic - Jogou em grandes clubes como Manchester City, Inter, Sevilha e Monaco, mas nunca chegou ao nível que se lhe perspetivava. Atualmente continua nos monegascos.
Ganso - Foi a grande figura do Santos, a par de Neymar, mas não conseguiu manter o grande nível. Quando chegou à Europa, para jogar no Sevilha, dececionou. Atualmente está no Fluminense.
Andrés D’Alessandro - Um diamante bruto saído da cantera do River Plate. Passou pelo Wolfsburgo, Portsmouth e Saragoça, mas foi no Brasil, ao serviço do Internacional, onde mais deu nas vistas. Atualmente, com 38 anos, continua no emblema brasileiro.
Ravel Morrison - A sua carreira começou em 2010, no Manchester United. Depois disso, acabou por transferir-se para o West Ham, em 2012. Chegou a ser comparado a Paul Pogba, mas nunca chegou ao nível do médio francês. Atualmente, está no Sheffield United.
Federico Macheda - Era visto como o novo Cristiano Ronaldo. Ainda conseguiu sê-lo, mas por muito pouco tempo. Atualmente, joga no Panathinaikos.
Bojan Krkic - Uma das maiores esperanças do futebol espanhol, tendo chegado a ser apontado como o 'Novo Messi'. Depois de passagens pelo AC Milan, AS Roma, Ajax e Stoke City, o avançado espanhol está atualmente no Impact Montreal, da MLS.
Jesé Rodríguez - Passou de ser uma grande estrela do Real Madrid, para ser descartado pelos 'blancos'. Algumas lesões e outros 'assuntos extra futebol' levaram a carreira de Jesé para outros patamares menores. Atualmente, está no Betis.
Anderson - Ganhou a Bola de Ouro do Mundial de Sub-17, em 2005, e a carreira dele subiu num ápice. Chegou a jogar no FC Porto, antes de se transferir para o Manchester United. A dificuldade em adaptar-se ao futebol inglês, a par de várias lesões que sofreu, foram uma das causas para que a carreira do brasileiro começasse a 'ruir'. Atualmente está nos turcos do Adana Demirspor.
Giovinco - As lesões foram o principal motivo pelo qual este médio italiano não conseguisse dar outro rumo à carreira. Depois da sua etapa em Itália, Giovinco rumou à MLS, onde foi jogador do Toronto. Atualmente, é jogador do Al Hilal, da Arábia Saudita.
Drenthe - Saído da cantera holandesa, mais propriamente do Feyenoord, Drenthe foi considerado durante muito tempo como uma das próximas estrelas do futebol mundial. Contudo, no Real Madrid não demonstrou o nível que lhe era proposto, aliado a algumas lesões que 'assombraram' a carreira. Atualmente, aos 32 anos, Drenthe joga no Sparta Rotterdam.
Yoann Gourcuff - Assinou pelo AC Milan proveniente do Rennes. Apontado como o próximo Zidane, Gourcuff nunca chegou a atingir os números do atual treinador do Real Madrid. Apesar de um grande talento, o médio francês, que passou pelo Bordéus, não conseguiu demonstrar o nível que lhe era perspetivado. Atualmente, está sem clube.
Michael Johnson - Considerado por muitos o próximo grande talento do futebol inglês. Michael Johnson chegou a disputar 37 partidas pelo Manchester City, mas as sucessivas lesões que sofreu ao longo da carreira não permitiram 'dar o salto' para o topo mundial. Em 2013, apenas com 25 anos, colocou um ponto final no futebol profissional.
Adriano - Tinha todas as condições para converter-se um dos melhores avançados da história, mas uma vida que não era (de todo) apropriada para um futebolista, fez com que a carreira de Adriano ruísse.
Javier Portillo - Considerado como o sucessor de Raúl González, mas longe da glória deixada pelo antigo avançado do Real Madrid. Contudo, Portillo chegou mesmo ao plantel madridista, mas não conseguiu demonstrar aquilo que se esperava dele. Anunciou o final da carreira em 2015.
Anthony Le Tallec - Foi campeão mundial de Sub-17, em 2001, pela França. Jogou no Liverpool, Saint-Étienne, Sunderland, Le Mans, entre outros. Atualmente, joga pelo US Orleáns.
Robinho - A má conduta desportiva que levou durante a sua carreira foram fundamentais para que não rendesse o nível que lhe era esperado. Depois de passagens pelo Real Madrid, Manchester City e AC Milan, Robinho sempre foi visto como uma das maiores promessas do futebol brasileiro. Atualmente, joga no Basaksehir, da Turquia.
Freddy Adu - Chegou a ser apontado como o 'Futuro Pelé'. Considerado um fenómeno desportivo, Freddy Adu nunca conseguiu corresponder às expectativas criadas sobre si. Passou pelo Benfica, mas depois disso nunca mais demonstrou o protagonismo que se lhe propunha. Atualmente, está sem clube.
Ben Arfa - Com um pé esquerdo magnífico, o médio francês teve no Newcastle os seus melhores momentos como jogador de futebol. Depois da aventura nos magpies, passou ainda pelo Nice, PSG e Rennes. Atualmente está sem clube.
El Shaarawy - Deu nas vistas desde muito novo ao serviço do Milan. Contudo, as sucessivas lesões e falta de consistência fizeram com que a sua carreira futebolística não seguisse o caminho que lhe era previsto. Atualmente está no Shanghai Shenhua.
Jovetic - Jogou em grandes clubes como Manchester City, Inter, Sevilha e Monaco, mas nunca chegou ao nível que se lhe perspetivava. Atualmente continua nos monegascos.
Ganso - Foi a grande figura do Santos, a par de Neymar, mas não conseguiu manter o grande nível. Quando chegou à Europa, para jogar no Sevilha, dececionou. Atualmente está no Fluminense.
Andrés D’Alessandro - Um diamante bruto saído da cantera do River Plate. Passou pelo Wolfsburgo, Portsmouth e Saragoça, mas foi no Brasil, ao serviço do Internacional, onde mais deu nas vistas. Atualmente, com 38 anos, continua no emblema brasileiro.
Ravel Morrison - A sua carreira começou em 2010, no Manchester United. Depois disso, acabou por transferir-se para o West Ham, em 2012. Chegou a ser comparado a Paul Pogba, mas nunca chegou ao nível do médio francês. Atualmente, está no Sheffield United.
Federico Macheda - Era visto como o novo Cristiano Ronaldo. Ainda conseguiu sê-lo, mas por muito pouco tempo. Atualmente, joga no Panathinaikos.
Bojan Krkic - Uma das maiores esperanças do futebol espanhol, tendo chegado a ser apontado como o 'Novo Messi'. Depois de passagens pelo AC Milan, AS Roma, Ajax e Stoke City, o avançado espanhol está atualmente no Impact Montreal, da MLS.
Jesé Rodríguez - Passou de ser uma grande estrela do Real Madrid, para ser descartado pelos 'blancos'. Algumas lesões e outros 'assuntos extra futebol' levaram a carreira de Jesé para outros patamares menores. Atualmente, está no Betis.
Anderson - Ganhou a Bola de Ouro do Mundial de Sub-17, em 2005, e a carreira dele subiu num ápice. Chegou a jogar no FC Porto, antes de se transferir para o Manchester United. A dificuldade em adaptar-se ao futebol inglês, a par de várias lesões que sofreu, foram uma das causas para que a carreira do brasileiro começasse a 'ruir'. Atualmente está nos turcos do Adana Demirspor.
Giovinco - As lesões foram o principal motivo pelo qual este médio italiano não conseguisse dar outro rumo à carreira. Depois da sua etapa em Itália, Giovinco rumou à MLS, onde foi jogador do Toronto. Atualmente, é jogador do Al Hilal, da Arábia Saudita.
Drenthe - Saído da cantera holandesa, mais propriamente do Feyenoord, Drenthe foi considerado durante muito tempo como uma das próximas estrelas do futebol mundial. Contudo, no Real Madrid não demonstrou o nível que lhe era proposto, aliado a algumas lesões que 'assombraram' a carreira. Atualmente, aos 32 anos, Drenthe joga no Sparta Rotterdam.
Yoann Gourcuff - Assinou pelo AC Milan proveniente do Rennes. Apontado como o próximo Zidane, Gourcuff nunca chegou a atingir os números do atual treinador do Real Madrid. Apesar de um grande talento, o médio francês, que passou pelo Bordéus, não conseguiu demonstrar o nível que lhe era perspetivado. Atualmente, está sem clube.
Michael Johnson - Considerado por muitos o próximo grande talento do futebol inglês. Michael Johnson chegou a disputar 37 partidas pelo Manchester City, mas as sucessivas lesões que sofreu ao longo da carreira não permitiram 'dar o salto' para o topo mundial. Em 2013, apenas com 25 anos, colocou um ponto final no futebol profissional.
Adriano - Tinha todas as condições para converter-se um dos melhores avançados da história, mas uma vida que não era (de todo) apropriada para um futebolista, fez com que a carreira de Adriano ruísse.
Javier Portillo - Considerado como o sucessor de Raúl González, mas longe da glória deixada pelo antigo avançado do Real Madrid. Contudo, Portillo chegou mesmo ao plantel madridista, mas não conseguiu demonstrar aquilo que se esperava dele. Anunciou o final da carreira em 2015.
Anthony Le Tallec - Foi campeão mundial de Sub-17, em 2001, pela França. Jogou no Liverpool, Saint-Étienne, Sunderland, Le Mans, entre outros. Atualmente, joga pelo US Orleáns.
Robinho - A má conduta desportiva que levou durante a sua carreira foram fundamentais para que não rendesse o nível que lhe era esperado. Depois de passagens pelo Real Madrid, Manchester City e AC Milan, Robinho sempre foi visto como uma das maiores promessas do futebol brasileiro. Atualmente, joga no Basaksehir, da Turquia.
Freddy Adu - Chegou a ser apontado como o 'Futuro Pelé'. Considerado um fenómeno desportivo, Freddy Adu nunca conseguiu corresponder às expectativas criadas sobre si. Passou pelo Benfica, mas depois disso nunca mais demonstrou o protagonismo que se lhe propunha. Atualmente, está sem clube.
Ben Arfa - Com um pé esquerdo magnífico, o médio francês teve no Newcastle os seus melhores momentos como jogador de futebol. Depois da aventura nos magpies, passou ainda pelo Nice, PSG e Rennes. Atualmente está sem clube.
El Shaarawy - Deu nas vistas desde muito novo ao serviço do Milan. Contudo, as sucessivas lesões e falta de consistência fizeram com que a sua carreira futebolística não seguisse o caminho que lhe era previsto. Atualmente está no Shanghai Shenhua.
Jovetic - Jogou em grandes clubes como Manchester City, Inter, Sevilha e Monaco, mas nunca chegou ao nível que se lhe perspetivava. Atualmente continua nos monegascos.
Ganso - Foi a grande figura do Santos, a par de Neymar, mas não conseguiu manter o grande nível. Quando chegou à Europa, para jogar no Sevilha, dececionou. Atualmente está no Fluminense.
Andrés D’Alessandro - Um diamante bruto saído da cantera do River Plate. Passou pelo Wolfsburgo, Portsmouth e Saragoça, mas foi no Brasil, ao serviço do Internacional, onde mais deu nas vistas. Atualmente, com 38 anos, continua no emblema brasileiro.
Ravel Morrison - A sua carreira começou em 2010, no Manchester United. Depois disso, acabou por transferir-se para o West Ham, em 2012. Chegou a ser comparado a Paul Pogba, mas nunca chegou ao nível do médio francês. Atualmente, está no Sheffield United.
Federico Macheda - Era visto como o novo Cristiano Ronaldo. Ainda conseguiu sê-lo, mas por muito pouco tempo. Atualmente, joga no Panathinaikos.
Bojan Krkic - Uma das maiores esperanças do futebol espanhol, tendo chegado a ser apontado como o 'Novo Messi'. Depois de passagens pelo AC Milan, AS Roma, Ajax e Stoke City, o avançado espanhol está atualmente no Impact Montreal, da MLS.
Jesé Rodríguez - Passou de ser uma grande estrela do Real Madrid, para ser descartado pelos 'blancos'. Algumas lesões e outros 'assuntos extra futebol' levaram a carreira de Jesé para outros patamares menores. Atualmente, está no Betis.
Anderson - Ganhou a Bola de Ouro do Mundial de Sub-17, em 2005, e a carreira dele subiu num ápice. Chegou a jogar no FC Porto, antes de se transferir para o Manchester United. A dificuldade em adaptar-se ao futebol inglês, a par de várias lesões que sofreu, foram uma das causas para que a carreira do brasileiro começasse a 'ruir'. Atualmente está nos turcos do Adana Demirspor.
Giovinco - As lesões foram o principal motivo pelo qual este médio italiano não conseguisse dar outro rumo à carreira. Depois da sua etapa em Itália, Giovinco rumou à MLS, onde foi jogador do Toronto. Atualmente, é jogador do Al Hilal, da Arábia Saudita.
Drenthe - Saído da cantera holandesa, mais propriamente do Feyenoord, Drenthe foi considerado durante muito tempo como uma das próximas estrelas do futebol mundial. Contudo, no Real Madrid não demonstrou o nível que lhe era proposto, aliado a algumas lesões que 'assombraram' a carreira. Atualmente, aos 32 anos, Drenthe joga no Sparta Rotterdam.
Yoann Gourcuff - Assinou pelo AC Milan proveniente do Rennes. Apontado como o próximo Zidane, Gourcuff nunca chegou a atingir os números do atual treinador do Real Madrid. Apesar de um grande talento, o médio francês, que passou pelo Bordéus, não conseguiu demonstrar o nível que lhe era perspetivado. Atualmente, está sem clube.
Michael Johnson - Considerado por muitos o próximo grande talento do futebol inglês. Michael Johnson chegou a disputar 37 partidas pelo Manchester City, mas as sucessivas lesões que sofreu ao longo da carreira não permitiram 'dar o salto' para o topo mundial. Em 2013, apenas com 25 anos, colocou um ponto final no futebol profissional.
Adriano - Tinha todas as condições para converter-se um dos melhores avançados da história, mas uma vida que não era (de todo) apropriada para um futebolista, fez com que a carreira de Adriano ruísse.
Javier Portillo - Considerado como o sucessor de Raúl González, mas longe da glória deixada pelo antigo avançado do Real Madrid. Contudo, Portillo chegou mesmo ao plantel madridista, mas não conseguiu demonstrar aquilo que se esperava dele. Anunciou o final da carreira em 2015.
Anthony Le Tallec - Foi campeão mundial de Sub-17, em 2001, pela França. Jogou no Liverpool, Saint-Étienne, Sunderland, Le Mans, entre outros. Atualmente, joga pelo US Orleáns.
Robinho - A má conduta desportiva que levou durante a sua carreira foram fundamentais para que não rendesse o nível que lhe era esperado. Depois de passagens pelo Real Madrid, Manchester City e AC Milan, Robinho sempre foi visto como uma das maiores promessas do futebol brasileiro. Atualmente, joga no Basaksehir, da Turquia.
Freddy Adu - Chegou a ser apontado como o 'Futuro Pelé'. Considerado um fenómeno desportivo, Freddy Adu nunca conseguiu corresponder às expectativas criadas sobre si. Passou pelo Benfica, mas depois disso nunca mais demonstrou o protagonismo que se lhe propunha. Atualmente, está sem clube.
Tinham tudo para ser as próximas estrelas mundiais, alguns foram mesmo apelidados como os próximos Pelé's, Ronaldo's, Kaká's ou até Messi's, mas nenhum alcançou o auge do talento que tinham para demonstrar. Veja os 20 jogadores que podiam ter sido as próximas estrelas mundiais no mundo do futebol... mas acabaram por passar ao lado. Uma escolha feita pelo jornal 'AS'. (Imagens: EPA, Reuters)
Deixe o seu comentário

Pub

Publicidade
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias

Fotogalerias

Fotogalerias

Sporting

Fotogalerias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.