Eram as maiores promessas mundiais em 2007: alguns já nem jogam e outros são verdadeiros flops

50.º - Éver Banega: Boca Juniors (Venceu a Liga Europa por duas ocasiões, pelo Sevilha, clube que voltou a representar e onde joga atualmente. Passou também pelo Valencia e pelo Inter).
49.º - Van der Wiel: Ajax (Após cinco anos bem sucedidos a nível sénior, no clube que o formou, transitou para o PSG, onde esteve quatro épocas. Jogou no Cagliari, após uma má experiência no Fenerbahce, e representou a seleção holandesa por 46 ocasiões, tendo estado presente no Mundial'2010 e no Euro'2012. No ano passado representou o Toronto FC
48.º - Theo Walcott: Chegou ao Arsenal em 2006, contratado ao Southampton mas atualmente joga pelo Everton
47.º - Carlos Vela: Arsenal (Nunca se conseguiu impor nos gunners e andou de empréstimo em empréstimo até se fixar na Real Sociedad, em 2012. Foi uma figura preponderante na turma basca e na seleção mexicana, jogando atualmente no Los Angeles FC, na MLS)
46.º - Abdou Razack Traoré: Rosenborg (O rendimento do internacional pelo Burkina Faso caiu época após época nos noruegueses. Desde então, teve experiências no futebol polaco e no turco - representa atualmente o Karabükspor)
45.º - Ivan Rakitic: Schalke 04 (Tornou-se figura de referência nos alemães, tal como no Sevilha, onde venceu uma Liga Europa. É jogador do Barcelona, desde 2014 e uma das figuras de proa da seleção croata)
44.º - Marek Suchy: Slavia Praga (Não atingiu as maiores ligas do mundo mas, depois de vencer dois campeonatos pelos checos, passou pelo Spartak Moscovo e pelo Basileia, tendo vencido, por quatro vezes, a Liga Suíça.)
43.º - Sergio Tejera: Chelsea (As expetativas sobre o jogador saíram furadas. O espanhol não se impôs pelos londrinos e tem feito carreira por clubes de média dimensão no seu país natal. Atualmente, representa o Real Oviedo)
42.º - Alexis Sánchez - Udinese/emprestado ao River Plate (É a figura de destaque da seleção chilena, a par de Arturo Vidal, singrou na Udinese, o que lhe valeu uma transferência para o Barcelona. Jogou depois no Arsenal e agora está no Inter, por empréstimo do Manchester United)
41.º - Micah Richards: Manchester City (Era visto como o futuro da defesa inglesa mas as constantes lesões travaram-lhe o ímpeto. Terminou a carreira no Aston Villa.)
40.º - Henri Saivet: Bordéus (Teve um par de boas épocas nos franceses e pouco mais que seja digno de registo. Integra o plantel do Newcastle.)
39.º - Renato Augusto: Flamengo (Ganhou uma medalha de ouro olímpica e foi internacional pela seleção principal do Brasil em 33 ocasiões. Depois do Flamengo, passou quatro épocas no Bayer Leverkusen, tendo voltado ao país natal para representar o Corinthians. Joga agora na China pelo Beijing Guoan).
38.º - Andrea Russotto: Bellinzona (Tem feito a carreira em clubes 'pequenos', em Itália. Chegou ao Catania em 2015 e joga agora no Cavese.)
37.º - Mesut Ozil: Schalke 04 (Foi figura em destaque na Alemanha, ao serviço do Schalke 04 e do Werder Bremen, o que lhe valeu uma transferência para o Real Madrid. Atualmente, representa o Arsenal e já venceu um Mundial, ao serviço dos germânicos.)
36.º - Nikolai Mihaylov: Liverpool (Não se impôs em Inglaterra e tardou em agarrar o lugar no Twente, onde esteve emprestado durante três épocas. Quando foi contratado em definitivo, tornou-se titular mas voltou à estaca zero, com a ida para o Verona, onde voltou a ser suplente. Representa, atualmente, o Levski Sofia.)
35.º - Fran Mérida: Arsenal (Não agarrou o lugar nos gunners nem no Atlético Madrid, para onde foi transferido em 2010. Representa, atualmente, o Osasuna.)
34.º - Daniel Opare (Ashanti Gold): Chegou a representar o FC Porto, um dos clubes onde o ganês não conseguiu convencer. Esteve emprestado ao Lens pelo Augsburgo, mas agora representa o Antuérpia.)
33.º - Aaron Ñiguez: Valencia (Não conseguindo convencer nos che, passou por sucessivos empréstimos a clubes espanhóis. Passou pelo Sp. Braga e ainda rumou à Malásia mas está atualmente sem clube.)
32.º - Ransford Osei: Medeama SC (Não passou de uma jovem promessa ganesa. Está sem clube após passagem pelo Palanga, da Lituânia.)
31.º - Cristian Nazarit: America de Cali (Passou por ligas como a japonesa e a norte-americana, nunca chegando a dar o salto. Representou o Al Ahli do Qatar e voltou ao seu país para jogar no Independiente Medellín.)
30.º - Sapol Mani: Maranatha FC (O internacional pelo Togo jogou na Moldávia até 2017 e atualmente joga no seu país pelo Dynamic Togolais Lomé.)
29.º - Lulinha: Corinthians (Foi estrela nos sub-17 do Brasil mas a nível sénior nunca correspondeu. Representou o Pohang Steelers, da Coreia do Sul, passando depois pelos Emirados e atualmente está no Chipre, no Pafos)
28.º - Juan Mata: Valencia (Destacou-se nos che e passou para a Premier League, onde representou o Chelsea e o Manchester United, clube onde milita atualmente. Venceu um Mundial e um Europeu, ao serviço da seleção espanhola.)
27.º - Toni Kroos: Bayern Munique (Um dos nomes mais bem sucedidos da lista. Ao serviço do Bayern Munique e do Real Madrid, venceu, no total, quatro Ligas dos Campeões, tendo conquistado a Bundesliga, por três vezes, e uma La Liga. Ainda foi campeão Mundial pela Alemanha, em 2014. Continua a ser uma referência no meio-campo do Real Madrid.)
26.º - Kerlon: Cruzeiro (Conhecido por ter inventado o 'drible da foca', passou pelo Inter e pelo Ajax mas fracassou sempre. Retirou-se no final da época 2016/17.)
25.º - Rabiu Ibrahim: Sporting (Passou por Alcochete, onde era visto como uma promessa mas acabou por ser flop. Joga agora no Slovan Bratislava.)
24.º - Nour Hadhria: Club Africain (Na transição para o futebol sénior, de pouco valeram os três golos marcados no Mundial sub-17, em 2007, pela Tunísia. Aos 29 anos, está sem clube.)
23.º - Lorenzo De Silvestri: Lazio (Tem-se mantido na Serie A. Depois da Lazio, passou pela Fiorentina e Sampdoria, representando, atualmente, o Torino.)
22.º - Damian Ismodes: Sp. Cristal (O peruano prometeu mas a experiência no Racing Santander não correu bem, voltando ao seu país mais tarde. Representa o Real Garcilaso.)
21.º - Guilherme: Cruzeiro (As experiências europeias - Dínamo Kiev e CSKA Moscovo - não foram felizes e voltou ao Brasil, para representar o Atlético Mineiro. Representa agora o Fluminense, por empréstimo do Corinthians.)
20.º - Marouane Fellaini: Standard Liège (A fama na Bélgica valeu-lhe a transferência para o Everton, em 2008. Desde então, representou o Manchester United mas mudou-se para os chineses do Shandong Luneng)
19.º - Fábio Coentrão: Benfica (Jorge Jesus fez dele lateral esquerdo e o internacional português correspondeu, tendo chegado ao Real Madrid. A partir daí, as lesões prejudicaram-no, tendo voltado à Liga NOS, para representar Sporting e Rio Ave. Atualmente está sem clube.)
18.º - Kermit Erasmus: SuperSport United (Não se impôs no Feyenoord e voltou à casa de partida. Tentou novamente uma experiência no estrangeiro, no Rennes, que o emprestou ao Lens. Passou ainda pelo V. Setúbal e atualmente está no Cape Town City)
17.º - Fábio da Silva: Manchester United (Não se estabeleceu ao serviço dos red devils e passou pelo QPR, Cardiff e Middlesbrough, jogando atualmente no Nantes.)
16.º - Dumitru Copil: Hearts (Representa o modesto Soimii Lipova, da Roménia. Nunca conseguiu corresponder às expetativas depositadas.)
15.º - Karim Benzema: Lyon (Mais uma história bem sucedida. O francês destacou-se na Ligue 1 e transferiu-se para o Real Madrid, onde acarreta o estatuto de titular há vários anos.)
14.º - Macauley Chrisantus: Abuja FC (O nigeriano chegou a mostrar bons pormenores no Las Palmas mas tem passado por vários países e, atualmente, representa o Zob Ahan do Irão.)
13.º - Franco Di Santo: Audax Italiano (Não agarrou a oportunidade no Chelsea mas encontrou um porto de abrigo na Alemanha, onde representou o Schalke 04, tendo passado pelo Werder Bremen. Agora joga no Brasil com a camisola do Atlético Mineiro.)
12.º - Diego Buonanotte: River Plate (Nunca foi feliz na Europa, tendo passado pelo Málaga, Granada e AEK. Representa o Universidad Católica, do Chile.)
11.º - Ángel Dí Maria: Benfica (Brilhou ao serviço das águias e do Real Madrid, para onde foi transferido mais tarde. Haveria de mudar-se para o Manchester United e atualmente é uma das figuras nos franceses PSG.)
10.º - Gerardo Bruna: Liverpool (Várias más experiências em Inglaterra tornaram o argentino num flop. Representa o Derry CityFury, da Irlanda.)
9.º - Breno: São Paulo (Chegou ao Bayern Munique mas não convenceu. Esteve preso, o que lhe atrasou a carreira, e voltou ao Brasil, onde representa o Vasco da Gama.)
8.º - Bojan Krkic: Barcelona (Era visto como um dos maiores talentos da academia culé, após o aparecimento de Messi. Porém, as lesões atrasaram a sua evolução e não se tornou na estrela que muitos esperavam. No verão mudou-se para o Canadá e joga no Montreal Impact.)
7.º - Sergio Aguero: Atlético Madrid (Divide o amor dos adeptos colchoneros e do Manchester City, sendo o melhor marcador da história do clube inglês. Teve vários problemas com lesões mas mantém-se como referência nos citizens.)
6.º - Gareth Bale: Tottenham (Foi uma referência na Premier League, o que lhe valeu uma transferência para o Real Madrid. Chegou a ser visto como o substituto de Ronaldo mas tem conhecido vários problemas com lesões e protagonizado várias polémicas nos merengues que o colocam na porta de saída.)
5.º - Giovani dos Santos: Barcelona (Ficou sempre aquém do que se esperava. Não se destacou no Barcelona nem no Tottenham, a aventura seguinte. Jogou em clubes de média dimensão como no Villarreal antes de rumar aos Estados Unidos para jogar nos LA Galaxy e atualmente representa o América, do México.)
4.º - Anderson: Manchester United (Em 2007, o ex-FC Porto era visto como o futuro do meio-campo dos red devils. Acabou por desiludir e colocou um ponto final na carreira aos 31 anos.)
3.º - Alexandre Pato: AC Milan (Esteve em destaque nos rossoneri até as lesões o travarem. Desde então, nunca se conseguiu impor na Europa. Representou o Tianjin Quanjian, da China, mas regressou ao Brasil e agora representa o São Paulo.)
2.º - Ismail Aissati: PSV Eindhoven (Internacional apenas por duas vezes pela seleção de Marrocos, a transferência para o rival Ajax foi um fracasso, não se conseguindo destacar. Joga no Denizlispor, da Turquia.)
1.º - Sadick Adams: Atlético Madrid (O ganês, à direita na fotografia, era visto como uma enorme promessa mas tornou-se rapidamente numa desilusão. Saltou de clube em clube e atualmente joga no Líbano ao serviço do Bourj FC.)
50.º - Éver Banega: Boca Juniors (Venceu a Liga Europa por duas ocasiões, pelo Sevilha, clube que voltou a representar e onde joga atualmente. Passou também pelo Valencia e pelo Inter).
49.º - Van der Wiel: Ajax (Após cinco anos bem sucedidos a nível sénior, no clube que o formou, transitou para o PSG, onde esteve quatro épocas. Jogou no Cagliari, após uma má experiência no Fenerbahce, e representou a seleção holandesa por 46 ocasiões, tendo estado presente no Mundial'2010 e no Euro'2012. No ano passado representou o Toronto FC
48.º - Theo Walcott: Chegou ao Arsenal em 2006, contratado ao Southampton mas atualmente joga pelo Everton
47.º - Carlos Vela: Arsenal (Nunca se conseguiu impor nos gunners e andou de empréstimo em empréstimo até se fixar na Real Sociedad, em 2012. Foi uma figura preponderante na turma basca e na seleção mexicana, jogando atualmente no Los Angeles FC, na MLS)
46.º - Abdou Razack Traoré: Rosenborg (O rendimento do internacional pelo Burkina Faso caiu época após época nos noruegueses. Desde então, teve experiências no futebol polaco e no turco - representa atualmente o Karabükspor)
45.º - Ivan Rakitic: Schalke 04 (Tornou-se figura de referência nos alemães, tal como no Sevilha, onde venceu uma Liga Europa. É jogador do Barcelona, desde 2014 e uma das figuras de proa da seleção croata)
44.º - Marek Suchy: Slavia Praga (Não atingiu as maiores ligas do mundo mas, depois de vencer dois campeonatos pelos checos, passou pelo Spartak Moscovo e pelo Basileia, tendo vencido, por quatro vezes, a Liga Suíça.)
43.º - Sergio Tejera: Chelsea (As expetativas sobre o jogador saíram furadas. O espanhol não se impôs pelos londrinos e tem feito carreira por clubes de média dimensão no seu país natal. Atualmente, representa o Real Oviedo)
42.º - Alexis Sánchez - Udinese/emprestado ao River Plate (É a figura de destaque da seleção chilena, a par de Arturo Vidal, singrou na Udinese, o que lhe valeu uma transferência para o Barcelona. Jogou depois no Arsenal e agora está no Inter, por empréstimo do Manchester United)
41.º - Micah Richards: Manchester City (Era visto como o futuro da defesa inglesa mas as constantes lesões travaram-lhe o ímpeto. Terminou a carreira no Aston Villa.)
40.º - Henri Saivet: Bordéus (Teve um par de boas épocas nos franceses e pouco mais que seja digno de registo. Integra o plantel do Newcastle.)
39.º - Renato Augusto: Flamengo (Ganhou uma medalha de ouro olímpica e foi internacional pela seleção principal do Brasil em 33 ocasiões. Depois do Flamengo, passou quatro épocas no Bayer Leverkusen, tendo voltado ao país natal para representar o Corinthians. Joga agora na China pelo Beijing Guoan).
38.º - Andrea Russotto: Bellinzona (Tem feito a carreira em clubes 'pequenos', em Itália. Chegou ao Catania em 2015 e joga agora no Cavese.)
37.º - Mesut Ozil: Schalke 04 (Foi figura em destaque na Alemanha, ao serviço do Schalke 04 e do Werder Bremen, o que lhe valeu uma transferência para o Real Madrid. Atualmente, representa o Arsenal e já venceu um Mundial, ao serviço dos germânicos.)
36.º - Nikolai Mihaylov: Liverpool (Não se impôs em Inglaterra e tardou em agarrar o lugar no Twente, onde esteve emprestado durante três épocas. Quando foi contratado em definitivo, tornou-se titular mas voltou à estaca zero, com a ida para o Verona, onde voltou a ser suplente. Representa, atualmente, o Levski Sofia.)
35.º - Fran Mérida: Arsenal (Não agarrou o lugar nos gunners nem no Atlético Madrid, para onde foi transferido em 2010. Representa, atualmente, o Osasuna.)
34.º - Daniel Opare (Ashanti Gold): Chegou a representar o FC Porto, um dos clubes onde o ganês não conseguiu convencer. Esteve emprestado ao Lens pelo Augsburgo, mas agora representa o Antuérpia.)
33.º - Aaron Ñiguez: Valencia (Não conseguindo convencer nos che, passou por sucessivos empréstimos a clubes espanhóis. Passou pelo Sp. Braga e ainda rumou à Malásia mas está atualmente sem clube.)
32.º - Ransford Osei: Medeama SC (Não passou de uma jovem promessa ganesa. Está sem clube após passagem pelo Palanga, da Lituânia.)
31.º - Cristian Nazarit: America de Cali (Passou por ligas como a japonesa e a norte-americana, nunca chegando a dar o salto. Representou o Al Ahli do Qatar e voltou ao seu país para jogar no Independiente Medellín.)
30.º - Sapol Mani: Maranatha FC (O internacional pelo Togo jogou na Moldávia até 2017 e atualmente joga no seu país pelo Dynamic Togolais Lomé.)
29.º - Lulinha: Corinthians (Foi estrela nos sub-17 do Brasil mas a nível sénior nunca correspondeu. Representou o Pohang Steelers, da Coreia do Sul, passando depois pelos Emirados e atualmente está no Chipre, no Pafos)
28.º - Juan Mata: Valencia (Destacou-se nos che e passou para a Premier League, onde representou o Chelsea e o Manchester United, clube onde milita atualmente. Venceu um Mundial e um Europeu, ao serviço da seleção espanhola.)
27.º - Toni Kroos: Bayern Munique (Um dos nomes mais bem sucedidos da lista. Ao serviço do Bayern Munique e do Real Madrid, venceu, no total, quatro Ligas dos Campeões, tendo conquistado a Bundesliga, por três vezes, e uma La Liga. Ainda foi campeão Mundial pela Alemanha, em 2014. Continua a ser uma referência no meio-campo do Real Madrid.)
26.º - Kerlon: Cruzeiro (Conhecido por ter inventado o 'drible da foca', passou pelo Inter e pelo Ajax mas fracassou sempre. Retirou-se no final da época 2016/17.)
25.º - Rabiu Ibrahim: Sporting (Passou por Alcochete, onde era visto como uma promessa mas acabou por ser flop. Joga agora no Slovan Bratislava.)
24.º - Nour Hadhria: Club Africain (Na transição para o futebol sénior, de pouco valeram os três golos marcados no Mundial sub-17, em 2007, pela Tunísia. Aos 29 anos, está sem clube.)
23.º - Lorenzo De Silvestri: Lazio (Tem-se mantido na Serie A. Depois da Lazio, passou pela Fiorentina e Sampdoria, representando, atualmente, o Torino.)
22.º - Damian Ismodes: Sp. Cristal (O peruano prometeu mas a experiência no Racing Santander não correu bem, voltando ao seu país mais tarde. Representa o Real Garcilaso.)
21.º - Guilherme: Cruzeiro (As experiências europeias - Dínamo Kiev e CSKA Moscovo - não foram felizes e voltou ao Brasil, para representar o Atlético Mineiro. Representa agora o Fluminense, por empréstimo do Corinthians.)
20.º - Marouane Fellaini: Standard Liège (A fama na Bélgica valeu-lhe a transferência para o Everton, em 2008. Desde então, representou o Manchester United mas mudou-se para os chineses do Shandong Luneng)
19.º - Fábio Coentrão: Benfica (Jorge Jesus fez dele lateral esquerdo e o internacional português correspondeu, tendo chegado ao Real Madrid. A partir daí, as lesões prejudicaram-no, tendo voltado à Liga NOS, para representar Sporting e Rio Ave. Atualmente está sem clube.)
18.º - Kermit Erasmus: SuperSport United (Não se impôs no Feyenoord e voltou à casa de partida. Tentou novamente uma experiência no estrangeiro, no Rennes, que o emprestou ao Lens. Passou ainda pelo V. Setúbal e atualmente está no Cape Town City)
17.º - Fábio da Silva: Manchester United (Não se estabeleceu ao serviço dos red devils e passou pelo QPR, Cardiff e Middlesbrough, jogando atualmente no Nantes.)
16.º - Dumitru Copil: Hearts (Representa o modesto Soimii Lipova, da Roménia. Nunca conseguiu corresponder às expetativas depositadas.)
15.º - Karim Benzema: Lyon (Mais uma história bem sucedida. O francês destacou-se na Ligue 1 e transferiu-se para o Real Madrid, onde acarreta o estatuto de titular há vários anos.)
14.º - Macauley Chrisantus: Abuja FC (O nigeriano chegou a mostrar bons pormenores no Las Palmas mas tem passado por vários países e, atualmente, representa o Zob Ahan do Irão.)
13.º - Franco Di Santo: Audax Italiano (Não agarrou a oportunidade no Chelsea mas encontrou um porto de abrigo na Alemanha, onde representou o Schalke 04, tendo passado pelo Werder Bremen. Agora joga no Brasil com a camisola do Atlético Mineiro.)
12.º - Diego Buonanotte: River Plate (Nunca foi feliz na Europa, tendo passado pelo Málaga, Granada e AEK. Representa o Universidad Católica, do Chile.)
11.º - Ángel Dí Maria: Benfica (Brilhou ao serviço das águias e do Real Madrid, para onde foi transferido mais tarde. Haveria de mudar-se para o Manchester United e atualmente é uma das figuras nos franceses PSG.)
10.º - Gerardo Bruna: Liverpool (Várias más experiências em Inglaterra tornaram o argentino num flop. Representa o Derry CityFury, da Irlanda.)
9.º - Breno: São Paulo (Chegou ao Bayern Munique mas não convenceu. Esteve preso, o que lhe atrasou a carreira, e voltou ao Brasil, onde representa o Vasco da Gama.)
8.º - Bojan Krkic: Barcelona (Era visto como um dos maiores talentos da academia culé, após o aparecimento de Messi. Porém, as lesões atrasaram a sua evolução e não se tornou na estrela que muitos esperavam. No verão mudou-se para o Canadá e joga no Montreal Impact.)
7.º - Sergio Aguero: Atlético Madrid (Divide o amor dos adeptos colchoneros e do Manchester City, sendo o melhor marcador da história do clube inglês. Teve vários problemas com lesões mas mantém-se como referência nos citizens.)
6.º - Gareth Bale: Tottenham (Foi uma referência na Premier League, o que lhe valeu uma transferência para o Real Madrid. Chegou a ser visto como o substituto de Ronaldo mas tem conhecido vários problemas com lesões e protagonizado várias polémicas nos merengues que o colocam na porta de saída.)
5.º - Giovani dos Santos: Barcelona (Ficou sempre aquém do que se esperava. Não se destacou no Barcelona nem no Tottenham, a aventura seguinte. Jogou em clubes de média dimensão como no Villarreal antes de rumar aos Estados Unidos para jogar nos LA Galaxy e atualmente representa o América, do México.)
4.º - Anderson: Manchester United (Em 2007, o ex-FC Porto era visto como o futuro do meio-campo dos red devils. Acabou por desiludir e colocou um ponto final na carreira aos 31 anos.)
3.º - Alexandre Pato: AC Milan (Esteve em destaque nos rossoneri até as lesões o travarem. Desde então, nunca se conseguiu impor na Europa. Representou o Tianjin Quanjian, da China, mas regressou ao Brasil e agora representa o São Paulo.)
2.º - Ismail Aissati: PSV Eindhoven (Internacional apenas por duas vezes pela seleção de Marrocos, a transferência para o rival Ajax foi um fracasso, não se conseguindo destacar. Joga no Denizlispor, da Turquia.)
1.º - Sadick Adams: Atlético Madrid (O ganês, à direita na fotografia, era visto como uma enorme promessa mas tornou-se rapidamente numa desilusão. Saltou de clube em clube e atualmente joga no Líbano ao serviço do Bourj FC.)
50.º - Éver Banega: Boca Juniors (Venceu a Liga Europa por duas ocasiões, pelo Sevilha, clube que voltou a representar e onde joga atualmente. Passou também pelo Valencia e pelo Inter).
49.º - Van der Wiel: Ajax (Após cinco anos bem sucedidos a nível sénior, no clube que o formou, transitou para o PSG, onde esteve quatro épocas. Jogou no Cagliari, após uma má experiência no Fenerbahce, e representou a seleção holandesa por 46 ocasiões, tendo estado presente no Mundial'2010 e no Euro'2012. No ano passado representou o Toronto FC
48.º - Theo Walcott: Chegou ao Arsenal em 2006, contratado ao Southampton mas atualmente joga pelo Everton
47.º - Carlos Vela: Arsenal (Nunca se conseguiu impor nos gunners e andou de empréstimo em empréstimo até se fixar na Real Sociedad, em 2012. Foi uma figura preponderante na turma basca e na seleção mexicana, jogando atualmente no Los Angeles FC, na MLS)
46.º - Abdou Razack Traoré: Rosenborg (O rendimento do internacional pelo Burkina Faso caiu época após época nos noruegueses. Desde então, teve experiências no futebol polaco e no turco - representa atualmente o Karabükspor)
45.º - Ivan Rakitic: Schalke 04 (Tornou-se figura de referência nos alemães, tal como no Sevilha, onde venceu uma Liga Europa. É jogador do Barcelona, desde 2014 e uma das figuras de proa da seleção croata)
44.º - Marek Suchy: Slavia Praga (Não atingiu as maiores ligas do mundo mas, depois de vencer dois campeonatos pelos checos, passou pelo Spartak Moscovo e pelo Basileia, tendo vencido, por quatro vezes, a Liga Suíça.)
43.º - Sergio Tejera: Chelsea (As expetativas sobre o jogador saíram furadas. O espanhol não se impôs pelos londrinos e tem feito carreira por clubes de média dimensão no seu país natal. Atualmente, representa o Real Oviedo)
42.º - Alexis Sánchez - Udinese/emprestado ao River Plate (É a figura de destaque da seleção chilena, a par de Arturo Vidal, singrou na Udinese, o que lhe valeu uma transferência para o Barcelona. Jogou depois no Arsenal e agora está no Inter, por empréstimo do Manchester United)
41.º - Micah Richards: Manchester City (Era visto como o futuro da defesa inglesa mas as constantes lesões travaram-lhe o ímpeto. Terminou a carreira no Aston Villa.)
40.º - Henri Saivet: Bordéus (Teve um par de boas épocas nos franceses e pouco mais que seja digno de registo. Integra o plantel do Newcastle.)
39.º - Renato Augusto: Flamengo (Ganhou uma medalha de ouro olímpica e foi internacional pela seleção principal do Brasil em 33 ocasiões. Depois do Flamengo, passou quatro épocas no Bayer Leverkusen, tendo voltado ao país natal para representar o Corinthians. Joga agora na China pelo Beijing Guoan).
38.º - Andrea Russotto: Bellinzona (Tem feito a carreira em clubes 'pequenos', em Itália. Chegou ao Catania em 2015 e joga agora no Cavese.)
37.º - Mesut Ozil: Schalke 04 (Foi figura em destaque na Alemanha, ao serviço do Schalke 04 e do Werder Bremen, o que lhe valeu uma transferência para o Real Madrid. Atualmente, representa o Arsenal e já venceu um Mundial, ao serviço dos germânicos.)
36.º - Nikolai Mihaylov: Liverpool (Não se impôs em Inglaterra e tardou em agarrar o lugar no Twente, onde esteve emprestado durante três épocas. Quando foi contratado em definitivo, tornou-se titular mas voltou à estaca zero, com a ida para o Verona, onde voltou a ser suplente. Representa, atualmente, o Levski Sofia.)
35.º - Fran Mérida: Arsenal (Não agarrou o lugar nos gunners nem no Atlético Madrid, para onde foi transferido em 2010. Representa, atualmente, o Osasuna.)
34.º - Daniel Opare (Ashanti Gold): Chegou a representar o FC Porto, um dos clubes onde o ganês não conseguiu convencer. Esteve emprestado ao Lens pelo Augsburgo, mas agora representa o Antuérpia.)
33.º - Aaron Ñiguez: Valencia (Não conseguindo convencer nos che, passou por sucessivos empréstimos a clubes espanhóis. Passou pelo Sp. Braga e ainda rumou à Malásia mas está atualmente sem clube.)
32.º - Ransford Osei: Medeama SC (Não passou de uma jovem promessa ganesa. Está sem clube após passagem pelo Palanga, da Lituânia.)
31.º - Cristian Nazarit: America de Cali (Passou por ligas como a japonesa e a norte-americana, nunca chegando a dar o salto. Representou o Al Ahli do Qatar e voltou ao seu país para jogar no Independiente Medellín.)
30.º - Sapol Mani: Maranatha FC (O internacional pelo Togo jogou na Moldávia até 2017 e atualmente joga no seu país pelo Dynamic Togolais Lomé.)
29.º - Lulinha: Corinthians (Foi estrela nos sub-17 do Brasil mas a nível sénior nunca correspondeu. Representou o Pohang Steelers, da Coreia do Sul, passando depois pelos Emirados e atualmente está no Chipre, no Pafos)
28.º - Juan Mata: Valencia (Destacou-se nos che e passou para a Premier League, onde representou o Chelsea e o Manchester United, clube onde milita atualmente. Venceu um Mundial e um Europeu, ao serviço da seleção espanhola.)
27.º - Toni Kroos: Bayern Munique (Um dos nomes mais bem sucedidos da lista. Ao serviço do Bayern Munique e do Real Madrid, venceu, no total, quatro Ligas dos Campeões, tendo conquistado a Bundesliga, por três vezes, e uma La Liga. Ainda foi campeão Mundial pela Alemanha, em 2014. Continua a ser uma referência no meio-campo do Real Madrid.)
26.º - Kerlon: Cruzeiro (Conhecido por ter inventado o 'drible da foca', passou pelo Inter e pelo Ajax mas fracassou sempre. Retirou-se no final da época 2016/17.)
25.º - Rabiu Ibrahim: Sporting (Passou por Alcochete, onde era visto como uma promessa mas acabou por ser flop. Joga agora no Slovan Bratislava.)
24.º - Nour Hadhria: Club Africain (Na transição para o futebol sénior, de pouco valeram os três golos marcados no Mundial sub-17, em 2007, pela Tunísia. Aos 29 anos, está sem clube.)
23.º - Lorenzo De Silvestri: Lazio (Tem-se mantido na Serie A. Depois da Lazio, passou pela Fiorentina e Sampdoria, representando, atualmente, o Torino.)
22.º - Damian Ismodes: Sp. Cristal (O peruano prometeu mas a experiência no Racing Santander não correu bem, voltando ao seu país mais tarde. Representa o Real Garcilaso.)
21.º - Guilherme: Cruzeiro (As experiências europeias - Dínamo Kiev e CSKA Moscovo - não foram felizes e voltou ao Brasil, para representar o Atlético Mineiro. Representa agora o Fluminense, por empréstimo do Corinthians.)
20.º - Marouane Fellaini: Standard Liège (A fama na Bélgica valeu-lhe a transferência para o Everton, em 2008. Desde então, representou o Manchester United mas mudou-se para os chineses do Shandong Luneng)
19.º - Fábio Coentrão: Benfica (Jorge Jesus fez dele lateral esquerdo e o internacional português correspondeu, tendo chegado ao Real Madrid. A partir daí, as lesões prejudicaram-no, tendo voltado à Liga NOS, para representar Sporting e Rio Ave. Atualmente está sem clube.)
18.º - Kermit Erasmus: SuperSport United (Não se impôs no Feyenoord e voltou à casa de partida. Tentou novamente uma experiência no estrangeiro, no Rennes, que o emprestou ao Lens. Passou ainda pelo V. Setúbal e atualmente está no Cape Town City)
17.º - Fábio da Silva: Manchester United (Não se estabeleceu ao serviço dos red devils e passou pelo QPR, Cardiff e Middlesbrough, jogando atualmente no Nantes.)
16.º - Dumitru Copil: Hearts (Representa o modesto Soimii Lipova, da Roménia. Nunca conseguiu corresponder às expetativas depositadas.)
15.º - Karim Benzema: Lyon (Mais uma história bem sucedida. O francês destacou-se na Ligue 1 e transferiu-se para o Real Madrid, onde acarreta o estatuto de titular há vários anos.)
14.º - Macauley Chrisantus: Abuja FC (O nigeriano chegou a mostrar bons pormenores no Las Palmas mas tem passado por vários países e, atualmente, representa o Zob Ahan do Irão.)
13.º - Franco Di Santo: Audax Italiano (Não agarrou a oportunidade no Chelsea mas encontrou um porto de abrigo na Alemanha, onde representou o Schalke 04, tendo passado pelo Werder Bremen. Agora joga no Brasil com a camisola do Atlético Mineiro.)
12.º - Diego Buonanotte: River Plate (Nunca foi feliz na Europa, tendo passado pelo Málaga, Granada e AEK. Representa o Universidad Católica, do Chile.)
11.º - Ángel Dí Maria: Benfica (Brilhou ao serviço das águias e do Real Madrid, para onde foi transferido mais tarde. Haveria de mudar-se para o Manchester United e atualmente é uma das figuras nos franceses PSG.)
10.º - Gerardo Bruna: Liverpool (Várias más experiências em Inglaterra tornaram o argentino num flop. Representa o Derry CityFury, da Irlanda.)
9.º - Breno: São Paulo (Chegou ao Bayern Munique mas não convenceu. Esteve preso, o que lhe atrasou a carreira, e voltou ao Brasil, onde representa o Vasco da Gama.)
8.º - Bojan Krkic: Barcelona (Era visto como um dos maiores talentos da academia culé, após o aparecimento de Messi. Porém, as lesões atrasaram a sua evolução e não se tornou na estrela que muitos esperavam. No verão mudou-se para o Canadá e joga no Montreal Impact.)
7.º - Sergio Aguero: Atlético Madrid (Divide o amor dos adeptos colchoneros e do Manchester City, sendo o melhor marcador da história do clube inglês. Teve vários problemas com lesões mas mantém-se como referência nos citizens.)
6.º - Gareth Bale: Tottenham (Foi uma referência na Premier League, o que lhe valeu uma transferência para o Real Madrid. Chegou a ser visto como o substituto de Ronaldo mas tem conhecido vários problemas com lesões e protagonizado várias polémicas nos merengues que o colocam na porta de saída.)
5.º - Giovani dos Santos: Barcelona (Ficou sempre aquém do que se esperava. Não se destacou no Barcelona nem no Tottenham, a aventura seguinte. Jogou em clubes de média dimensão como no Villarreal antes de rumar aos Estados Unidos para jogar nos LA Galaxy e atualmente representa o América, do México.)
4.º - Anderson: Manchester United (Em 2007, o ex-FC Porto era visto como o futuro do meio-campo dos red devils. Acabou por desiludir e colocou um ponto final na carreira aos 31 anos.)
3.º - Alexandre Pato: AC Milan (Esteve em destaque nos rossoneri até as lesões o travarem. Desde então, nunca se conseguiu impor na Europa. Representou o Tianjin Quanjian, da China, mas regressou ao Brasil e agora representa o São Paulo.)
2.º - Ismail Aissati: PSV Eindhoven (Internacional apenas por duas vezes pela seleção de Marrocos, a transferência para o rival Ajax foi um fracasso, não se conseguindo destacar. Joga no Denizlispor, da Turquia.)
1.º - Sadick Adams: Atlético Madrid (O ganês, à direita na fotografia, era visto como uma enorme promessa mas tornou-se rapidamente numa desilusão. Saltou de clube em clube e atualmente joga no Líbano ao serviço do Bourj FC.)
Em 2007, a revista 'World Soccer' elaborou uma lista com as 50 maiores promessas do futebol. Alguns dos nomes acabaram por singrar e são, atualmente, referências mundiais. Já outros tornaram-se flops e alguns até já deixaram de jogar. Confira a lista.
Deixe o seu comentário

Pub

Publicidade
Deixe o seu comentário

Fotogalerias

Fotogalerias

Sporting

Fotogalerias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.