"Nojento", "Vergonha", "Desprezável": o ataque implacável da imprensa inglesa aos insultos racistas

O Bulgária-Inglaterra, jogo de qualificação para o Euro'2020 que terminou com uma goleada dos ingleses por 6-0, teve de ser interrompido logo na primeira parte por cânticos racistas. Jogadores, treinadores e árbitros conferenciaram entre si para ver o que fazer e o speaker fez pedidos para que os cânticos parassem. Alguns acataram a ordem, outros não, chegando mesmo a fazer a saudação nazi enquanto o speaker falava. Entretanto, os adeptos ingleses respondiam. A imprensa inglesa desta terça-feira atacou, de forma implacável, os comportamentos visíveis na capital búlgara: "Nojento", "Vergonha" ou "Desprezável" surgem em várias manchetes
11
Deixe o seu comentário

Pub

Publicidade
11
Deixe o seu comentário

Mais Vistas

Fotogalerias

Fotogalerias

Sporting

Fotogalerias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.