O 'cemitério' de treinadores em Valencia: Peter Lim com mais treinadores do que anos no clube

Nuno Espírito Santo (2014/2015) - Chegou ao Valencia proveniente do Rio Ave.
Gary Neville (2015-2016) - Aceitou sair da cadeira de comentador para liderar a equipa 'che' a pedido do amigo Peter Lim. Saiu de Valência depois de pouco tempo ao leme da equipa.
Pako Ayestarán (2016) - Realizou quatro jogos (quatro derrotas) na temporada 2016-17. Foi despedido por videoconferência.
Cesare Prandelli (2016) - O treinador italiano teve problemas com o balneário e acabou por sair na véspera do ano novo.
Salvador Gonzalez 'Voro' (2017) - O treinador que já tinha orientado um jogo antes de Neville (empate frente ao Barcelona) e três antes de Prandelli (duas vitórias e uma derrota) conseguiu terminar a temporada com tranquilidade.
Marcelino Toral (2017/2019) -  O treinador espanhol alcançou duas qualificações para a Liga dos Campeões, uma meia-final da Taça de Espanha e outra da Liga Europa, sendo o momento mais alto a conquista da Taça do Rei frente ao Barcelona.
Albert Celades (2019-) - É o substituto de Marcelino Toral no comando técnico do Valencia após o 'surpreendente' despedimento de Marcelino
Nuno Espírito Santo (2014/2015) - Chegou ao Valencia proveniente do Rio Ave.
Gary Neville (2015-2016) - Aceitou sair da cadeira de comentador para liderar a equipa 'che' a pedido do amigo Peter Lim. Saiu de Valência depois de pouco tempo ao leme da equipa.
Pako Ayestarán (2016) - Realizou quatro jogos (quatro derrotas) na temporada 2016-17. Foi despedido por videoconferência.
Cesare Prandelli (2016) - O treinador italiano teve problemas com o balneário e acabou por sair na véspera do ano novo.
Salvador Gonzalez 'Voro' (2017) - O treinador que já tinha orientado um jogo antes de Neville (empate frente ao Barcelona) e três antes de Prandelli (duas vitórias e uma derrota) conseguiu terminar a temporada com tranquilidade.
Marcelino Toral (2017/2019) -  O treinador espanhol alcançou duas qualificações para a Liga dos Campeões, uma meia-final da Taça de Espanha e outra da Liga Europa, sendo o momento mais alto a conquista da Taça do Rei frente ao Barcelona.
Albert Celades (2019-) - É o substituto de Marcelino Toral no comando técnico do Valencia após o 'surpreendente' despedimento de Marcelino
Nuno Espírito Santo (2014/2015) - Chegou ao Valencia proveniente do Rio Ave.
Gary Neville (2015-2016) - Aceitou sair da cadeira de comentador para liderar a equipa 'che' a pedido do amigo Peter Lim. Saiu de Valência depois de pouco tempo ao leme da equipa.
Pako Ayestarán (2016) - Realizou quatro jogos (quatro derrotas) na temporada 2016-17. Foi despedido por videoconferência.
Cesare Prandelli (2016) - O treinador italiano teve problemas com o balneário e acabou por sair na véspera do ano novo.
Salvador Gonzalez 'Voro' (2017) - O treinador que já tinha orientado um jogo antes de Neville (empate frente ao Barcelona) e três antes de Prandelli (duas vitórias e uma derrota) conseguiu terminar a temporada com tranquilidade.
Marcelino Toral (2017/2019) -  O treinador espanhol alcançou duas qualificações para a Liga dos Campeões, uma meia-final da Taça de Espanha e outra da Liga Europa, sendo o momento mais alto a conquista da Taça do Rei frente ao Barcelona.
Albert Celades (2019-) - É o substituto de Marcelino Toral no comando técnico do Valencia após o 'surpreendente' despedimento de Marcelino
Desde que Peter Lim tomou as 'rédeas' do Valencia, há cinco anos, o clube che já soma a sua sétima mudança de treinador depois do magnata de Singapura ter despedido o treinador espanhol Marcelino Toral, assumindo Albert Celades o leme da formação que ocupa neste momento a 10.ª posição na La Liga
Deixe o seu comentário

Pub

Publicidade
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias

Fotogalerias

Fotogalerias

Sporting

Fotogalerias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.