Record

Onde ficam os 10-0 do Benfica no ranking nacional e os resultados mais desequilibrados da história

Benfica-Sanjoanense, 13-1, 1947. Julinho marcou seis golos na maior goleada do Benfica no campeonato
Benfica-Boavista, 11-0, 1954. Coluna marcou três golos
Benfica-FC Porto, 12-2, 1942. Julinho marcou quatro golos
Benfica-Seixal, 10-0, 1964. Eusébio marcou seis golos
Benfica-Nacional, 10-0, 2019. Seferovic, tal como Jonas, bisou na partida
Sporting-Leça, 14-0, 1942. Peyroteo marcou nove golos naquela que foi a maior goleada do Sporting no campeonato - foi mesmo a maior da prova, a par com uma do Unidos de Lisboa
Sporting-Carcavelinhos, 13-0, 1938. Peyroteo marcou cinco golos
Sporting-V. Setúbal, 12-0, 1940. Manuel Soeiro marcou três golos
Sporting-Lusitavo VRSA, 12-0, 1948. Peyroteo marcou cinco golos
Sporting-Boavista, 12-0, 1948. Peyroteo marcou oito golos
Académico FC-FC Porto, 1-12, 1939. Pinga alinhou pelos dragões na maior goleada do clube no campeonato
FC Porto-Carcavelinhos, 12-1, 1942. Guilhar, Pinga e Correia Dias alinharam pelos dragões
FC Porto-Atlético, 11-0, 1945. Barrigana era o guarda-redes dos dragões
FC Porto-V. Setúbal, 11-0, 1940. Miguel Siska era o técnico dos azuis e brancos
FC Porto-Casa Pia, 10-0, 1939. A partida decorreu no Campo da Constituição
Unidos de Lisboa-V. Guimarães, 14-0, 1943. A par do Sporting, é a equipa detentora da maior goleada do campeonato português. O jogo decorreu no atual Campo do Bairro Padre Cruz.
Portugal-Liechtenstein, 8-0, 1999. A Seleção conseguiu três goleadas por estes números, uma delas no apuramento para o Euro 2000.
Micronésia-Vanuatu, 0-46, 2015. A maior goleada entre seleções, marca que superou os 38-0 que as Ilhas Fiji haviam aplicado ao mesmo país dias antes.
AS Adema-SOE Antananarivo, 149-0, 2002. Aconteceu no campeonato de Madagáscar. Os visitantes marcaram propositadamente 149 autogolos em forma de protesto contra as arbitragens.
Benfica-Sanjoanense, 13-1, 1947. Julinho marcou seis golos na maior goleada do Benfica no campeonato
Benfica-Boavista, 11-0, 1954. Coluna marcou três golos
Benfica-FC Porto, 12-2, 1942. Julinho marcou quatro golos
Benfica-Seixal, 10-0, 1964. Eusébio marcou seis golos
Benfica-Nacional, 10-0, 2019. Seferovic, tal como Jonas, bisou na partida
Sporting-Leça, 14-0, 1942. Peyroteo marcou nove golos naquela que foi a maior goleada do Sporting no campeonato - foi mesmo a maior da prova, a par com uma do Unidos de Lisboa
Sporting-Carcavelinhos, 13-0, 1938. Peyroteo marcou cinco golos
Sporting-V. Setúbal, 12-0, 1940. Manuel Soeiro marcou três golos
Sporting-Lusitavo VRSA, 12-0, 1948. Peyroteo marcou cinco golos
Sporting-Boavista, 12-0, 1948. Peyroteo marcou oito golos
Académico FC-FC Porto, 1-12, 1939. Pinga alinhou pelos dragões na maior goleada do clube no campeonato
FC Porto-Carcavelinhos, 12-1, 1942. Guilhar, Pinga e Correia Dias alinharam pelos dragões
FC Porto-Atlético, 11-0, 1945. Barrigana era o guarda-redes dos dragões
FC Porto-V. Setúbal, 11-0, 1940. Miguel Siska era o técnico dos azuis e brancos
FC Porto-Casa Pia, 10-0, 1939. A partida decorreu no Campo da Constituição
Unidos de Lisboa-V. Guimarães, 14-0, 1943. A par do Sporting, é a equipa detentora da maior goleada do campeonato português. O jogo decorreu no atual Campo do Bairro Padre Cruz.
Portugal-Liechtenstein, 8-0, 1999. A Seleção conseguiu três goleadas por estes números, uma delas no apuramento para o Euro 2000.
Micronésia-Vanuatu, 0-46, 2015. A maior goleada entre seleções, marca que superou os 38-0 que as Ilhas Fiji haviam aplicado ao mesmo país dias antes.
AS Adema-SOE Antananarivo, 149-0, 2002. Aconteceu no campeonato de Madagáscar. Os visitantes marcaram propositadamente 149 autogolos em forma de protesto contra as arbitragens.
Benfica-Sanjoanense, 13-1, 1947. Julinho marcou seis golos na maior goleada do Benfica no campeonato
Benfica-Boavista, 11-0, 1954. Coluna marcou três golos
Benfica-FC Porto, 12-2, 1942. Julinho marcou quatro golos
Benfica-Seixal, 10-0, 1964. Eusébio marcou seis golos
Benfica-Nacional, 10-0, 2019. Seferovic, tal como Jonas, bisou na partida
Sporting-Leça, 14-0, 1942. Peyroteo marcou nove golos naquela que foi a maior goleada do Sporting no campeonato - foi mesmo a maior da prova, a par com uma do Unidos de Lisboa
Sporting-Carcavelinhos, 13-0, 1938. Peyroteo marcou cinco golos
Sporting-V. Setúbal, 12-0, 1940. Manuel Soeiro marcou três golos
Sporting-Lusitavo VRSA, 12-0, 1948. Peyroteo marcou cinco golos
Sporting-Boavista, 12-0, 1948. Peyroteo marcou oito golos
Académico FC-FC Porto, 1-12, 1939. Pinga alinhou pelos dragões na maior goleada do clube no campeonato
FC Porto-Carcavelinhos, 12-1, 1942. Guilhar, Pinga e Correia Dias alinharam pelos dragões
FC Porto-Atlético, 11-0, 1945. Barrigana era o guarda-redes dos dragões
FC Porto-V. Setúbal, 11-0, 1940. Miguel Siska era o técnico dos azuis e brancos
FC Porto-Casa Pia, 10-0, 1939. A partida decorreu no Campo da Constituição
Unidos de Lisboa-V. Guimarães, 14-0, 1943. A par do Sporting, é a equipa detentora da maior goleada do campeonato português. O jogo decorreu no atual Campo do Bairro Padre Cruz.
Portugal-Liechtenstein, 8-0, 1999. A Seleção conseguiu três goleadas por estes números, uma delas no apuramento para o Euro 2000.
Micronésia-Vanuatu, 0-46, 2015. A maior goleada entre seleções, marca que superou os 38-0 que as Ilhas Fiji haviam aplicado ao mesmo país dias antes.
AS Adema-SOE Antananarivo, 149-0, 2002. Aconteceu no campeonato de Madagáscar. Os visitantes marcaram propositadamente 149 autogolos em forma de protesto contra as arbitragens.
A goleada do Benfica ao Nacional por 10-0 foi notícia, mas a verdade é que as águias já fizeram melhor na história do campeonato nacional. Recorde os resultados mais expressivos dos encarnados na Liga, mas também de Sporting e FC Porto, assim como alguns resultados estratosféricos no futebol internacional.
Deixe o seu comentário

Pub

Publicidade
Deixe o seu comentário

Mais Vistas

Últimas Notícias

Notícias

Fotogalerias

Fotogalerias

Sporting

Fotogalerias