Próximo mercado será diferente: pesos-pesados prometem aquecer o verão

50. Fábio Silva (FC Porto) - Um dos maiores talentos da formação portista e os seus números já indicam isso mesmo. É o jogador mais jovem de sempre a disputar uma partida e a marcar na mesma. Móvel, rápido, bom tecnicamente. As suas qualidades fizeram com que o FC Porto o quisesse ‘blindar’ com uma cláusula de 125 milhões.
49. Ivan Rakitic (FC Barcelona) - Uma temporada atípica na formação catalã provocou uma espécie de divórcio entre Ivan Rakitic e a direção blaugrana. A questão é que o internacional croata tem contrato até 2021 e já procura um novo clube para encontrar a felicidade, algo que deve ser fácil não tivesse ele conquistado uma Liga dos Campeões, quatro campeonatos espanhóis e uma final do Mundial pelo seu país. Ponto contra? A idade (32).
48. Jonathan Ikoné (Lille) - Com grandes transferências nos últimos anos - Nicolas Pépé para o Arsenal por 80M€, Rafael Leão para o AC Milan por 35M€ -, o Lille prepara-se para poder perder mais uma jovem estrela, Jonathan Ikoné. Com apenas 21 anos, o esquerdino, que tanto joga nas alas como a avançado, tem sido uma das peças fundamentais da formação orientada por Galtier, que tem ainda Renato Sanches como companheiro. Tem contrato com o Lille até 2023, ponto que poderá ser fundamental em uma futura negociação.
47. Willian (Chelsea) - A chegada do marroquinho Hakim Ziyech coloca o lugar do brasileiro no Chelsea em risco. Já com 31 anos, Willian representa os blues desde 2013 e, menos jogando pouco na equipa de Frank Lampard, leva cinco golos e cinco assistências, em 28 jogos na Premier League.
46. Gaetano Castrovilli (Fiorentina) - Chegou a Florença em 2017, mas contou com duas temporadas por empréstimo no Cremonese, da Serie B de Itália, antes de assumir um lugar na equipa principal da Fiorentina. Após 12 jogos realizados na Serie A, já contou com uma chamada à seleção italiana. Um médio versátil, com remate fácil e com boa técnica no um para um são qualidades que fazem de Castrovilli um alvo na próxima janela de transferências.
45. Michy Batshuayi (Chelsea) - É um verdadeiro colecionador de clubes e parece não ficar por aqui. Após perder o lugar na hierarquia da frente de ataque do Chelsea para Tammy Abraham e Olivier Giroud, o internacional belga deverá sair da formação de Londres no final desta temporada. Tem contrato até 2021 e, em caso de não renovar, deverá ser um bom encaixe para os blues, até porque ainda tem 26 anos.
44. Dries Mertens (Nápoles) - É o segundo melhor marcador da história do Nápoles, depois de ultrapassar ‘El Dios’ Diego Armando Maradona na segunda posição. Contudo, apesar de ser um ícone na formação napolitana Mertens está na fase final do seu contrato com o clube - termina a 30 de junho deste ano - e não existem, para já, propostas para a renovação. Aos 32 anos, o internacional belga poderá ter de procurar um novo clube, tarefa que certamente não será difícil.
43. Florian Thauvin (Marselha) - Conta com apenas 20 minutos, distribuído por dois jogos realizados esta temporada. O campeão do Mundo em 2018 pela França não tem tido um ano fácil na equipa comandada pelo treinador português André Villas-Boas, marcada por lesões complicadas. Apesar do momento menos feliz, Thauvin continua a ser um dos jogadores com mais mercado do Marselha, que vê-se obrigado a vender jogadores na próxima temporada face ao fair-play financeiro da UEFA. O contrato termina já em 2021, logo seria uma boa oportunidade para a formação de Marselha fazer um encaixe financeiro pelo internacional francês.
42. Gonzalo Higuaín (Juventus) - 8 golos e 8 assistências em 34 jogos realizados esta temporada são números muito baixos para um avançado e, por isso, Higuaín tem as portas da saída da Juventus entreabertas. Depois de dois empréstimos ao AC Milan e Chelsea, na última temporada, o internacional argentino poder estar muito perto de fazer as malas para deixar a formação bianconeri de forma definitiva. O seu contrato termina em junho de 2021.
41. Adama Traoré (Wolverhampton) - Com um físico portentoso, uma velocidade incrível e uma habilidade nata para fazer golos, Adama Traoré já há muito despertou os interesses de grandes clubes europeus. Na Premier League, já foi decisivo em onze ocasiões (quatro golos e sete assistências). Com apenas 24 anos, o jogador da equipa mais portuguesa da liga inglesa, liderada por um outro luso, Nuno Espírito Santo, espera um futuro brilhante pela frente e pode começar a escrever-se já no final desta temporada.
40. Kai Havertz (Bayer Leverkusen) - É uma das principas atrações da Bundesliga e dos maiores tubarões europeus. Com apenas 20 anos, Kai Havertz tem sido uma das figuras do Bayer Leverkusen esta temporada, tendo apontado dez golos e oito assistências até ao momento para todas as competições e há quem assegure que não ficará no emblema alemão por muito mais tempo... pelo menos naquele.
39. Philippe Coutinho (Bayern/Barcelona) - O empréstimo acaba no final da presente temporada e o Bayern Munique não parece estar disposto a pagar a cláusula fixada para ficar com o internacional brasileiro - 120 milhões de euros. Com uma necessidade de vender alguns jogadores e criar banca suficiente para poder abordar o plano A do clube - o regresso de Neymar -, o Barcelona poderá estar muito inclinado a querer abrir mão do extremo que nesta temporada já assinou oito golos e seis assistências pela formação bávara.
38. Victor Osimhen (Lille) - Veloz, eficaz à frente da baliza e jovem. Todos os requisitos necessários para um avançado de sucesso e, além do mais, é jovem (21 anos). Deu os primeiros passos na Ligue 1, chegou à Liga dos campeões e perspetiva-se-lhe um futuro promissor... mas fora de França.
37. Corentin Tolisso (Bayern Munique) - Era um dos jogadores mais promissores do Bayern Munique para esta temporada, mas a fraca aposta de Niko Kovac, antigo treinador dos bávaros, fê-lo cair no esquecimento. Tem 25 anos, talento e foi campeão do Mundo pela França em 2018. Não lhe faltarão pretendentes na próxima janela de transferências.
36. Samuel Umtiti (Barcelona) - A saída de Ernesto Valverde para dar lugar a Quique Setién no comando da equipa blaugrana possibilitou o defesa francês somar mais minutos de jogo, mas sem conquistar um lugar em definitivo na defesa do Barcelona. Piqué e Lenglet são a dupla defensiva da equipa e, apesar dos altos e baixos dos culé nesta temporada, o problema não parece estar aí. A imprensa espanhola é imperativa: Umtiti está na lista de transferências do Barcelona e, quiçá, poderá ser uma ajuda para fazer regressar o tão desejado Neymar ao emblema catalão.
35. Boubacar Kamara (Marselha) - É um dos principais ativos do Marselha esta temporada. A equipa comandada por André Villas-Boas precisa de fazer entrar nas contas do clube uma quantia a rondar os 60 milhões de euros para cumprir o fair-play financeiro da UEFA e nada melhor que Kamara para ajudar nesse objetivo. Com apenas 20 anos, Kamara já mostrou ter a maturidade necessária para competir numa liga como a francesa que, não sendo a mais competitiva, exige muito das equipas que jogam, especialmente, contra o Paris Saint-Germain. Não deverá muito mais tempo na formação francesa.
34. Donyell Malen (PSV) - 17 golos em 25 jogos faziam de Malen uma das principais atrações no arranque desta temporada, mas uma lesão veio atrapalhar os planos do internacional holandês. O avançado de 21 anos tem contrato com o PSV até 2024, mas isso não significa que fique muito mais tempo no clube. Ainda para mais sabendo-se, de antemão, da dificuldade dos emblema holandeses em manter as suas maiores pérolas...
33. Milan Skriniar (Inter) - É um verdadeiro pêndulo na defesa do Inter. O sucesso da equipa orientada por Antonio Conte deve-se, não só, à dupla atacante Lukaku-Martínez, como também ao defesa eslovaco. Tem 25 anos e alguns dos principais clubes ingleses atrás de si, ficará em Milão por muito mais tempo?
32. Donny Van de Beek (Ajax) - Já esteve na órbita do Real Madrid na última janela de transferências e muitos dizem que ainda não saiu. O médio do Ajax foi uma das principais peças da equipa na última temporada e esta época não fugiu à regra. Com 22 anos e um futuro brilhante pela frente, irá o internacional holandês seguir, já no fim desta temporada, os passos do ex-companheiro De Jong - mudou-se para o Barcelona - e do marroquino Hakim Ziyech - que já assinou pela Chelsea?
31. Riyad Mahrez (Manchester City) - A suspensão do clube inglês das competições europeias durante dois anos - o Manchester City recorreu da decisão -, levou algumas das principais figuras a quererem procurar dar um novo rumo à sua carreira. Um deles é o internacional argelino, que poderá estar de malas feitas para sair do Manchester City, de Bernardo Silva, já no final desta temporada.
30. Ferran Torres (Valencia) - Um dos jogadores mais promissores do futebol espanhol. Foi o melhor jogador do Europeu sub-19 no último ano, tornou-se imprescindível na formação ché e tem qualidades de sobra: é veloz, tem drible e sabe como dar espetáculo. Já com uma grande carta de clubes interessados em contratá-lo, de notar que o vínculo que o liga ao Valencia termina em 2021.
29. Morgan Sanson (Marselha) - Sanson é mais um dos jogadores que o Marselha, de André Villas-Boas, poderá ter de abrir mão por culpa do fair-play financeiro. Um box-to-box nato, com capacidade de conduzir bola por vários metros, são algumas das principais características deste médio francês de 25 anos.
28. Ousmane Dembélé (Barcelona) - Criticado pela falta de disciplina e ética de trabalho, aliado a um ciclo de lesões que o afastaram dos relvados durante vários jogos, Dembélé poderá estar de saída de Camp Nou. Este poderá, contudo, ser uma peça-chave para poder fazer voltar Neymar à formação blaugrana, tratando-se de um jogador extremamente jovem (22 anos), com um valor de mercado alto (70 milhões de euros, segundo os dados do Transfermarkt) e com muitas qualidades que lhe são reconhecidas, principalmente a velocidade e o drible.
27. Kepa (Chelsea) - Existe uma relação de amor-ódio entre o guarda-redes espanhol e os adeptos do Chelsea. É, atualmente, o guardião mais caro da história do futebol, mas ainda não justificou tal investimento - 80 milhões de euros. De acordo com a imprensa inglesa, a venda de Kepa seria o cenário que mais agradaria os responsáveis dos blues, mas face ao seu preço elevado, talvez o empréstimo seja a solução mais viável... pelo menos por agora.
26. Dayot Upamecano (Leipzig) - Sólido a defender e com uma maturidade que lhe é reconhecida apesar de ter apenas 21 anos. Este defesa-central do Leipzig é uma autêntica mina de ouro para quem procura preencher uma lacuna no eixo defensivo de uma equipa. Além do mais, o seu contrato com a formação alemã termina em 2021, o que poderá ser muito benéfico para o jogador e para quem o tentar contratar.
25. Moussa Dembelé (Lyon) - Golos, golos e golos. É tudo aquilo que se pede a um avançado e Moussa Dembélé parece dar bem conta do recado nesse aspeto. Esta temporada leva 22 golos apontado pela camisola do Lyon e poderá não ficar por muito mais tempo na equipa. Jovem (23 anos), poderoso fisicamente e com passagens pela Premier League fazem de Moussa um jogador extremamente ‘apetecível’.
24. Federico Chiesa (Fiorentina) - Quase que seria um pecado não colocá-lo nesta lista. Um dos maiores talentos do futebol italiano e a principal figura da Fiorentina, na Serie A. Velocidade, drible, facilidade e eficácia no remate são tudo qualidades que este ala, que joga preferencialmente pela direita, carrega consigo e que tanto já fez os principais emblemas europeus ficar ‘de água na boca’. O seu contrato com a ‘Viola’ acaba em 2021 e penso que o clube não terá outra possibilidade se não vendê-lo já no próximo verão.
23. Gianluigi Donnarumma (AC Milan) - Com apenas 21 anos, Donnarumma é um dos guarda-redes mais ‘apetecíveis’ do próximo mercado de transferências. É a principal figura da baliza rossoneri (quase 200 jogos oficiais), é excelente entre os postes, forte nas bolas pelo ar - não tivesse ele 1,96 metros de altura - e está em final de contrato - termina em 2o21. Rumores vindos de Inglaterra apontam o guarda-redes italiano ao Everton e ao Chelsea. Poderá estar para vir uma dança de cadeiras entre Kepa e Donnarumma?
22. Luka Modric (Real Madrid) - 34 anos, apenas mais um ano de contrato e um salário de 11 milhões de euros por temporada. Estas poderão ser algumas das razões pelo qual o internacional croata, vencedor da Bola de Ouro em 2018, poderá abandonar o Real Madrid após oito temporadas com a camisola dos merengues. O aparecimento de Federico Valverde, médio que tem sido utilizado por Zidane no meio-campo da equipa, poderá ter sido ‘a cereja no topo do bolo’.
21. Thiago Silva (Paris Saint-Germain) - O seu contrato termina já em junho deste ano e o internacional brasileiro ainda não decidiu o que fazer com o seu futuro. Depois de oito temporadas na formação parisiense, cheia de conquistas e também algumas lesões, o defesa-central de 35 anos poderá estar de saída do clube para abraçar um último desafio na carreira. Um possível retorno ao futebol brasileiro? Quem sabe.
20. Sandro Tonali (Brescia) - Com apenas 19 anos, já se tornou num jogador capaz de captar as atenções de todos aqueles que observam o seu estilo de jogo. O Brescia é, atualmente, lanterna-vermelha na tabela classificativa da Serie A e tudo indica que vá descer de divisão no final da presente temporada. O pior para o clube poderá ser perder esta jovem promessa, que só tem mais um ano de contrato com o clube.
19. Gareth Bale (Real Madrid) - A relação entre o internacional galês e o clube é um pouco conturbada já há algum tempo para cá. Quando tudo fazia querer que Bale seria a figura do Real Madrid após a saída de Cristiano Ronaldo para a Juventus, tudo saiu ao contrário à direção merengue. Os adeptos já apontaram, por várias ocasiões, a falta de compromisso de Bale para com o clube e um possível divórcio já foi colocado em cima da mesa na última temporada. Avizinha-se o mesmo cenário para a próxima janela de transferências.
18. Milinkovic-Savic (Lazio) - É uma das principais atrações da Lazio e tem mercado um pouco por todo o Mundo. O médio sérvio, de 25 anos, tem contrato com o clube até 2024, algo que poderá implicar algumas complicações na sua saída. Com uma boa presença no meio-campo, versatilidade e eficácia, Milinkovic-Savic tem os componentes necessários de um grande médio.
17. Olivier Giroud (Chelsea) - O avançado francês não tem tido a utilidade desejada na equipa orientada por Frank Lampard e, com apenas mais três meses de contrato - termina a junho de 2020 -, pode estar muito perto de colocar um ponto final no clube. Apesar da idade (33 anos), Olivier Giroud mantém uma forma física impressionante.
16. Sadio Mané (Liverpool) - A imprensa inglesa já avançou que o extremo senegalês está nos planos do Real Madrid para a próxima temporada. Esta época já conquistou a Bola de Ouro africana, ficando à frente do companheiro de equipa, o egipcío Salah, e do argelino Mahrez, do Manchester City. Extremamente rápido, com um drible desconcertante, aliado a uma finalização ‘apurada’. São muitas as qualidades deste extremo, que promete aquecer a próxima janela de transferências.
15. Edison Cavani (Paris Saint-Germain) - Esteve com um pé e meio fora do clube no último mercado de inverno. Atlético Madrid e até o campeonato chinês foi equacionado. O avançado uruguaio, de 33 anos, está em final de contrato - termina em junho deste ano - e uma proposta de renovação não parece estar nos planos quer do clube, quer do jogador. A saída a custo zero é o cenário mais provável, mas para onde?
14. Timo Werner (Leipzig) - Um dos avançados mais ‘apetecíveis’ do próximo mercado de transferências. Com 27 golos e 12 assistências em 36 jogos para todas as competições nesta temporada, o avançado alemão tem sido uma dias principais figuras do Leipzig. No último verão prolongou o seu contrato com o clube até junho de 2023, com os dirigentes do Leipiz a demonstrarem interesse em manter o dianteiro, de 24 anos. A posição confortável na Bundesliga - terceiro lugar, com 50 pontos, menos cinco que o líder Bayern -, deixa-os livres de terem de vender ativos para planear a próxima temporada.
13. Houssem Aouar (Lyon) - A temporada não corre como planeado para o Lyon - encontra-se na 7.ª posição, a 19 pontos da liderança - e a possibilidade de marcar presença na Liga dos campeões na próxima temporada é escassa. Por isso, a venda de alguns dos seus ativos é importante. Houssem Aouar não é o jogador que mais se destaca entre o restante plantel, mas é certamente um médio com uma margem de progressão enorme - tem 21 anos - e uma bagagem num campeonato como o francês pode ajudá-lo a dar o salto para outra equipa.
12. Erling Haaland (Dortmund) - Era um jogador pouco conhecido no início da temporada, mas em poucos meses tornou-se um dos avançados mais desejados pelas principais tubarões europeus, tanto que o Borussia Dormtund partiu, no mercado de inverno, para a sua contratação. Com uma postura inigualável, um instinto matador e uma estampa física invejável, o avançado norueguês chegou à Bundesliga e impôs-se muito rapidamente. Na Liga dos campeões tornou-se no jogador mais rápido de sempre a marcar dez golos na prova milionária, tendo necessitado de apenas sete jogos.
11. Paulo Dybala (Juventus) - Nos primeiros meses deste ano civil, o argentino pareceu ter a confiança de Maurizio Sarri para voltar a mostrar o seu melhor futebol, e foi o que fez. Contudo, em entrevista ao ‘The Guardian’, não escondeu que esteve com um pé fora do clube, no verão de 2019. Algo que poderá acontecer já no próximo mercado. O seu contrato termina em 2022 e, até ao momento, não existe qualquer intenções de ambas as partes em prolongar o vínculo.
10. Harry Kane (Tottenham) - Grande figura do Tottenham, clube com o qual tem vínculo até 2024, o avançado inglês há muito que é seguido por equipas de topo como Manchester United, Manchester City, Real Madrid ou Barcelona e este verão poderá mesmo ser o momento de partir. O problema? Os muitos milhões que os purs pedem pelo seu passe...
9. Mauro Icardi (Paris Saint-Germain) - Cedido pelo Inter Milão, o polémico avançado argentino tem dado boa conta do recado nos parisienses, com 20 golos em 31 jogos, algo que poderá ditar um investimento na sua aquisição. Os 70 milhões de euros da cláusula de opção podem ser algo proibitivos, mas em face da saída de Edinson Cavani é bem provável que o PSG faça o esforço.
8. Eduardo Camavinga (Rennes) - É provavelmente o jogador mas promissor do futebol francês e, aos 17 anos, já tem meia Europa rendida ao seu futebol. Barcelona, Real Madrid, Liverpool e Tottenham são alguns dos clubes interessados, numa corrida na qual devem ter de chegar pelo menos aos 60 milhões de euros para convencer o Rennes.
7. Kalidou Koulibaly (Napoles) - Aos 28 anos, e apesar de o Napoles não estar a ter uma das suas melhores épocas, o defensor senegalês continua a ser um dos mais apreciados pelos gigantes da Europa. Avaliado m 80 milhões de euros, Koulibaly é seguido por Paris SG, Barcelona, Manchester United e Real Madrid.
6. Pierre-Emerick Aubameyang (Arsenal) - Com contrato com o Arsenal até 2021, o goleador gabonês poderá provocar um autêntico leilão especialmente por estar tão perto do final do seu vínculo. Seguido por Barcelona, Chelsea e Manchester United, o ex-Borussia Dortmund está avaliado em 60 milhões de euros.
5. Jadon Sancho (Borussia Dortmund) - Quando o assunto é jovens promissores, o extremo dos alemães está certamente no topo da lista. Com 14 golos marcados e 16 assistências em 23 partidas na Bundesliga, o ex-Manchester City está já avaliado em 130 milhões de euros e interessados não lhe faltam. A começar logo pelo mesmo Manchester City, mas também o United, Chelsea e Liverpool. Isto sem esquecer Real Madrid, Juventus ou Paris SG...
4. Lautaro Martinez (Inter Milan) - Figura ofensiva de uns milaneses que perderam algum gás nas últimas semanas de Serie A, o avançado argentino é a par de Lukaku um dos homens a realizar melhor temporada em Itália. Tem um valor de mercado de 80 milhões de euros e não conta com muitos clubes interessados, mas o facto de estar na lista do Barcelona torna-o num dos que promete agitar o verão.
3. Paul Pogba (Manchester United) - Quando o tema é mercado não há forma de não surgir o nome de Paul Pogba. Sem convencer no Manchester United, o médio francês há muito que é apontado como estando de saída e desta poderá mesmo ser de vez. Juventus e Real Madrid são os clubes favoritos, numa transferência que se poderá eventualmente fazer por 120 milhões de euros.
2. Neymar (Paris SG) - E se Pogba é um animador habitual do mercado, o brasileiro também o é. Avaliado em 200 milhões de euros, o jogador mais caro da história balança entre ficar no PSG ou regressar ao Barcelona. Mas atenção ao Real Madrid, que nunca escondeu a admiração e vontade de capturar o brasileiro...
1. Kylian Mbappé (Paris SG) - Já não é só uma promessa. É já uma certeza. Por isso esta primeira posição nesta lista, especialmente por causa dos recentes rumores que o colocam como estando em rota de colisão com a direção do PSG. Isso e o interesse recorrente do Real Madrid, que sempre pareceu interessado em atacar um dos dois atacantes figura dos franceses. O problema serão mesmo as exigências do PSG...
50. Fábio Silva (FC Porto) - Um dos maiores talentos da formação portista e os seus números já indicam isso mesmo. É o jogador mais jovem de sempre a disputar uma partida e a marcar na mesma. Móvel, rápido, bom tecnicamente. As suas qualidades fizeram com que o FC Porto o quisesse ‘blindar’ com uma cláusula de 125 milhões.
49. Ivan Rakitic (FC Barcelona) - Uma temporada atípica na formação catalã provocou uma espécie de divórcio entre Ivan Rakitic e a direção blaugrana. A questão é que o internacional croata tem contrato até 2021 e já procura um novo clube para encontrar a felicidade, algo que deve ser fácil não tivesse ele conquistado uma Liga dos Campeões, quatro campeonatos espanhóis e uma final do Mundial pelo seu país. Ponto contra? A idade (32).
48. Jonathan Ikoné (Lille) - Com grandes transferências nos últimos anos - Nicolas Pépé para o Arsenal por 80M€, Rafael Leão para o AC Milan por 35M€ -, o Lille prepara-se para poder perder mais uma jovem estrela, Jonathan Ikoné. Com apenas 21 anos, o esquerdino, que tanto joga nas alas como a avançado, tem sido uma das peças fundamentais da formação orientada por Galtier, que tem ainda Renato Sanches como companheiro. Tem contrato com o Lille até 2023, ponto que poderá ser fundamental em uma futura negociação.
47. Willian (Chelsea) - A chegada do marroquinho Hakim Ziyech coloca o lugar do brasileiro no Chelsea em risco. Já com 31 anos, Willian representa os blues desde 2013 e, menos jogando pouco na equipa de Frank Lampard, leva cinco golos e cinco assistências, em 28 jogos na Premier League.
46. Gaetano Castrovilli (Fiorentina) - Chegou a Florença em 2017, mas contou com duas temporadas por empréstimo no Cremonese, da Serie B de Itália, antes de assumir um lugar na equipa principal da Fiorentina. Após 12 jogos realizados na Serie A, já contou com uma chamada à seleção italiana. Um médio versátil, com remate fácil e com boa técnica no um para um são qualidades que fazem de Castrovilli um alvo na próxima janela de transferências.
45. Michy Batshuayi (Chelsea) - É um verdadeiro colecionador de clubes e parece não ficar por aqui. Após perder o lugar na hierarquia da frente de ataque do Chelsea para Tammy Abraham e Olivier Giroud, o internacional belga deverá sair da formação de Londres no final desta temporada. Tem contrato até 2021 e, em caso de não renovar, deverá ser um bom encaixe para os blues, até porque ainda tem 26 anos.
44. Dries Mertens (Nápoles) - É o segundo melhor marcador da história do Nápoles, depois de ultrapassar ‘El Dios’ Diego Armando Maradona na segunda posição. Contudo, apesar de ser um ícone na formação napolitana Mertens está na fase final do seu contrato com o clube - termina a 30 de junho deste ano - e não existem, para já, propostas para a renovação. Aos 32 anos, o internacional belga poderá ter de procurar um novo clube, tarefa que certamente não será difícil.
43. Florian Thauvin (Marselha) - Conta com apenas 20 minutos, distribuído por dois jogos realizados esta temporada. O campeão do Mundo em 2018 pela França não tem tido um ano fácil na equipa comandada pelo treinador português André Villas-Boas, marcada por lesões complicadas. Apesar do momento menos feliz, Thauvin continua a ser um dos jogadores com mais mercado do Marselha, que vê-se obrigado a vender jogadores na próxima temporada face ao fair-play financeiro da UEFA. O contrato termina já em 2021, logo seria uma boa oportunidade para a formação de Marselha fazer um encaixe financeiro pelo internacional francês.
42. Gonzalo Higuaín (Juventus) - 8 golos e 8 assistências em 34 jogos realizados esta temporada são números muito baixos para um avançado e, por isso, Higuaín tem as portas da saída da Juventus entreabertas. Depois de dois empréstimos ao AC Milan e Chelsea, na última temporada, o internacional argentino poder estar muito perto de fazer as malas para deixar a formação bianconeri de forma definitiva. O seu contrato termina em junho de 2021.
41. Adama Traoré (Wolverhampton) - Com um físico portentoso, uma velocidade incrível e uma habilidade nata para fazer golos, Adama Traoré já há muito despertou os interesses de grandes clubes europeus. Na Premier League, já foi decisivo em onze ocasiões (quatro golos e sete assistências). Com apenas 24 anos, o jogador da equipa mais portuguesa da liga inglesa, liderada por um outro luso, Nuno Espírito Santo, espera um futuro brilhante pela frente e pode começar a escrever-se já no final desta temporada.
40. Kai Havertz (Bayer Leverkusen) - É uma das principas atrações da Bundesliga e dos maiores tubarões europeus. Com apenas 20 anos, Kai Havertz tem sido uma das figuras do Bayer Leverkusen esta temporada, tendo apontado dez golos e oito assistências até ao momento para todas as competições e há quem assegure que não ficará no emblema alemão por muito mais tempo... pelo menos naquele.
39. Philippe Coutinho (Bayern/Barcelona) - O empréstimo acaba no final da presente temporada e o Bayern Munique não parece estar disposto a pagar a cláusula fixada para ficar com o internacional brasileiro - 120 milhões de euros. Com uma necessidade de vender alguns jogadores e criar banca suficiente para poder abordar o plano A do clube - o regresso de Neymar -, o Barcelona poderá estar muito inclinado a querer abrir mão do extremo que nesta temporada já assinou oito golos e seis assistências pela formação bávara.
38. Victor Osimhen (Lille) - Veloz, eficaz à frente da baliza e jovem. Todos os requisitos necessários para um avançado de sucesso e, além do mais, é jovem (21 anos). Deu os primeiros passos na Ligue 1, chegou à Liga dos campeões e perspetiva-se-lhe um futuro promissor... mas fora de França.
37. Corentin Tolisso (Bayern Munique) - Era um dos jogadores mais promissores do Bayern Munique para esta temporada, mas a fraca aposta de Niko Kovac, antigo treinador dos bávaros, fê-lo cair no esquecimento. Tem 25 anos, talento e foi campeão do Mundo pela França em 2018. Não lhe faltarão pretendentes na próxima janela de transferências.
36. Samuel Umtiti (Barcelona) - A saída de Ernesto Valverde para dar lugar a Quique Setién no comando da equipa blaugrana possibilitou o defesa francês somar mais minutos de jogo, mas sem conquistar um lugar em definitivo na defesa do Barcelona. Piqué e Lenglet são a dupla defensiva da equipa e, apesar dos altos e baixos dos culé nesta temporada, o problema não parece estar aí. A imprensa espanhola é imperativa: Umtiti está na lista de transferências do Barcelona e, quiçá, poderá ser uma ajuda para fazer regressar o tão desejado Neymar ao emblema catalão.
35. Boubacar Kamara (Marselha) - É um dos principais ativos do Marselha esta temporada. A equipa comandada por André Villas-Boas precisa de fazer entrar nas contas do clube uma quantia a rondar os 60 milhões de euros para cumprir o fair-play financeiro da UEFA e nada melhor que Kamara para ajudar nesse objetivo. Com apenas 20 anos, Kamara já mostrou ter a maturidade necessária para competir numa liga como a francesa que, não sendo a mais competitiva, exige muito das equipas que jogam, especialmente, contra o Paris Saint-Germain. Não deverá muito mais tempo na formação francesa.
34. Donyell Malen (PSV) - 17 golos em 25 jogos faziam de Malen uma das principais atrações no arranque desta temporada, mas uma lesão veio atrapalhar os planos do internacional holandês. O avançado de 21 anos tem contrato com o PSV até 2024, mas isso não significa que fique muito mais tempo no clube. Ainda para mais sabendo-se, de antemão, da dificuldade dos emblema holandeses em manter as suas maiores pérolas...
33. Milan Skriniar (Inter) - É um verdadeiro pêndulo na defesa do Inter. O sucesso da equipa orientada por Antonio Conte deve-se, não só, à dupla atacante Lukaku-Martínez, como também ao defesa eslovaco. Tem 25 anos e alguns dos principais clubes ingleses atrás de si, ficará em Milão por muito mais tempo?
32. Donny Van de Beek (Ajax) - Já esteve na órbita do Real Madrid na última janela de transferências e muitos dizem que ainda não saiu. O médio do Ajax foi uma das principais peças da equipa na última temporada e esta época não fugiu à regra. Com 22 anos e um futuro brilhante pela frente, irá o internacional holandês seguir, já no fim desta temporada, os passos do ex-companheiro De Jong - mudou-se para o Barcelona - e do marroquino Hakim Ziyech - que já assinou pela Chelsea?
31. Riyad Mahrez (Manchester City) - A suspensão do clube inglês das competições europeias durante dois anos - o Manchester City recorreu da decisão -, levou algumas das principais figuras a quererem procurar dar um novo rumo à sua carreira. Um deles é o internacional argelino, que poderá estar de malas feitas para sair do Manchester City, de Bernardo Silva, já no final desta temporada.
30. Ferran Torres (Valencia) - Um dos jogadores mais promissores do futebol espanhol. Foi o melhor jogador do Europeu sub-19 no último ano, tornou-se imprescindível na formação ché e tem qualidades de sobra: é veloz, tem drible e sabe como dar espetáculo. Já com uma grande carta de clubes interessados em contratá-lo, de notar que o vínculo que o liga ao Valencia termina em 2021.
29. Morgan Sanson (Marselha) - Sanson é mais um dos jogadores que o Marselha, de André Villas-Boas, poderá ter de abrir mão por culpa do fair-play financeiro. Um box-to-box nato, com capacidade de conduzir bola por vários metros, são algumas das principais características deste médio francês de 25 anos.
28. Ousmane Dembélé (Barcelona) - Criticado pela falta de disciplina e ética de trabalho, aliado a um ciclo de lesões que o afastaram dos relvados durante vários jogos, Dembélé poderá estar de saída de Camp Nou. Este poderá, contudo, ser uma peça-chave para poder fazer voltar Neymar à formação blaugrana, tratando-se de um jogador extremamente jovem (22 anos), com um valor de mercado alto (70 milhões de euros, segundo os dados do Transfermarkt) e com muitas qualidades que lhe são reconhecidas, principalmente a velocidade e o drible.
27. Kepa (Chelsea) - Existe uma relação de amor-ódio entre o guarda-redes espanhol e os adeptos do Chelsea. É, atualmente, o guardião mais caro da história do futebol, mas ainda não justificou tal investimento - 80 milhões de euros. De acordo com a imprensa inglesa, a venda de Kepa seria o cenário que mais agradaria os responsáveis dos blues, mas face ao seu preço elevado, talvez o empréstimo seja a solução mais viável... pelo menos por agora.
26. Dayot Upamecano (Leipzig) - Sólido a defender e com uma maturidade que lhe é reconhecida apesar de ter apenas 21 anos. Este defesa-central do Leipzig é uma autêntica mina de ouro para quem procura preencher uma lacuna no eixo defensivo de uma equipa. Além do mais, o seu contrato com a formação alemã termina em 2021, o que poderá ser muito benéfico para o jogador e para quem o tentar contratar.
25. Moussa Dembelé (Lyon) - Golos, golos e golos. É tudo aquilo que se pede a um avançado e Moussa Dembélé parece dar bem conta do recado nesse aspeto. Esta temporada leva 22 golos apontado pela camisola do Lyon e poderá não ficar por muito mais tempo na equipa. Jovem (23 anos), poderoso fisicamente e com passagens pela Premier League fazem de Moussa um jogador extremamente ‘apetecível’.
24. Federico Chiesa (Fiorentina) - Quase que seria um pecado não colocá-lo nesta lista. Um dos maiores talentos do futebol italiano e a principal figura da Fiorentina, na Serie A. Velocidade, drible, facilidade e eficácia no remate são tudo qualidades que este ala, que joga preferencialmente pela direita, carrega consigo e que tanto já fez os principais emblemas europeus ficar ‘de água na boca’. O seu contrato com a ‘Viola’ acaba em 2021 e penso que o clube não terá outra possibilidade se não vendê-lo já no próximo verão.
23. Gianluigi Donnarumma (AC Milan) - Com apenas 21 anos, Donnarumma é um dos guarda-redes mais ‘apetecíveis’ do próximo mercado de transferências. É a principal figura da baliza rossoneri (quase 200 jogos oficiais), é excelente entre os postes, forte nas bolas pelo ar - não tivesse ele 1,96 metros de altura - e está em final de contrato - termina em 2o21. Rumores vindos de Inglaterra apontam o guarda-redes italiano ao Everton e ao Chelsea. Poderá estar para vir uma dança de cadeiras entre Kepa e Donnarumma?
22. Luka Modric (Real Madrid) - 34 anos, apenas mais um ano de contrato e um salário de 11 milhões de euros por temporada. Estas poderão ser algumas das razões pelo qual o internacional croata, vencedor da Bola de Ouro em 2018, poderá abandonar o Real Madrid após oito temporadas com a camisola dos merengues. O aparecimento de Federico Valverde, médio que tem sido utilizado por Zidane no meio-campo da equipa, poderá ter sido ‘a cereja no topo do bolo’.
21. Thiago Silva (Paris Saint-Germain) - O seu contrato termina já em junho deste ano e o internacional brasileiro ainda não decidiu o que fazer com o seu futuro. Depois de oito temporadas na formação parisiense, cheia de conquistas e também algumas lesões, o defesa-central de 35 anos poderá estar de saída do clube para abraçar um último desafio na carreira. Um possível retorno ao futebol brasileiro? Quem sabe.
20. Sandro Tonali (Brescia) - Com apenas 19 anos, já se tornou num jogador capaz de captar as atenções de todos aqueles que observam o seu estilo de jogo. O Brescia é, atualmente, lanterna-vermelha na tabela classificativa da Serie A e tudo indica que vá descer de divisão no final da presente temporada. O pior para o clube poderá ser perder esta jovem promessa, que só tem mais um ano de contrato com o clube.
19. Gareth Bale (Real Madrid) - A relação entre o internacional galês e o clube é um pouco conturbada já há algum tempo para cá. Quando tudo fazia querer que Bale seria a figura do Real Madrid após a saída de Cristiano Ronaldo para a Juventus, tudo saiu ao contrário à direção merengue. Os adeptos já apontaram, por várias ocasiões, a falta de compromisso de Bale para com o clube e um possível divórcio já foi colocado em cima da mesa na última temporada. Avizinha-se o mesmo cenário para a próxima janela de transferências.
18. Milinkovic-Savic (Lazio) - É uma das principais atrações da Lazio e tem mercado um pouco por todo o Mundo. O médio sérvio, de 25 anos, tem contrato com o clube até 2024, algo que poderá implicar algumas complicações na sua saída. Com uma boa presença no meio-campo, versatilidade e eficácia, Milinkovic-Savic tem os componentes necessários de um grande médio.
17. Olivier Giroud (Chelsea) - O avançado francês não tem tido a utilidade desejada na equipa orientada por Frank Lampard e, com apenas mais três meses de contrato - termina a junho de 2020 -, pode estar muito perto de colocar um ponto final no clube. Apesar da idade (33 anos), Olivier Giroud mantém uma forma física impressionante.
16. Sadio Mané (Liverpool) - A imprensa inglesa já avançou que o extremo senegalês está nos planos do Real Madrid para a próxima temporada. Esta época já conquistou a Bola de Ouro africana, ficando à frente do companheiro de equipa, o egipcío Salah, e do argelino Mahrez, do Manchester City. Extremamente rápido, com um drible desconcertante, aliado a uma finalização ‘apurada’. São muitas as qualidades deste extremo, que promete aquecer a próxima janela de transferências.
15. Edison Cavani (Paris Saint-Germain) - Esteve com um pé e meio fora do clube no último mercado de inverno. Atlético Madrid e até o campeonato chinês foi equacionado. O avançado uruguaio, de 33 anos, está em final de contrato - termina em junho deste ano - e uma proposta de renovação não parece estar nos planos quer do clube, quer do jogador. A saída a custo zero é o cenário mais provável, mas para onde?
14. Timo Werner (Leipzig) - Um dos avançados mais ‘apetecíveis’ do próximo mercado de transferências. Com 27 golos e 12 assistências em 36 jogos para todas as competições nesta temporada, o avançado alemão tem sido uma dias principais figuras do Leipzig. No último verão prolongou o seu contrato com o clube até junho de 2023, com os dirigentes do Leipiz a demonstrarem interesse em manter o dianteiro, de 24 anos. A posição confortável na Bundesliga - terceiro lugar, com 50 pontos, menos cinco que o líder Bayern -, deixa-os livres de terem de vender ativos para planear a próxima temporada.
13. Houssem Aouar (Lyon) - A temporada não corre como planeado para o Lyon - encontra-se na 7.ª posição, a 19 pontos da liderança - e a possibilidade de marcar presença na Liga dos campeões na próxima temporada é escassa. Por isso, a venda de alguns dos seus ativos é importante. Houssem Aouar não é o jogador que mais se destaca entre o restante plantel, mas é certamente um médio com uma margem de progressão enorme - tem 21 anos - e uma bagagem num campeonato como o francês pode ajudá-lo a dar o salto para outra equipa.
12. Erling Haaland (Dortmund) - Era um jogador pouco conhecido no início da temporada, mas em poucos meses tornou-se um dos avançados mais desejados pelas principais tubarões europeus, tanto que o Borussia Dormtund partiu, no mercado de inverno, para a sua contratação. Com uma postura inigualável, um instinto matador e uma estampa física invejável, o avançado norueguês chegou à Bundesliga e impôs-se muito rapidamente. Na Liga dos campeões tornou-se no jogador mais rápido de sempre a marcar dez golos na prova milionária, tendo necessitado de apenas sete jogos.
11. Paulo Dybala (Juventus) - Nos primeiros meses deste ano civil, o argentino pareceu ter a confiança de Maurizio Sarri para voltar a mostrar o seu melhor futebol, e foi o que fez. Contudo, em entrevista ao ‘The Guardian’, não escondeu que esteve com um pé fora do clube, no verão de 2019. Algo que poderá acontecer já no próximo mercado. O seu contrato termina em 2022 e, até ao momento, não existe qualquer intenções de ambas as partes em prolongar o vínculo.
10. Harry Kane (Tottenham) - Grande figura do Tottenham, clube com o qual tem vínculo até 2024, o avançado inglês há muito que é seguido por equipas de topo como Manchester United, Manchester City, Real Madrid ou Barcelona e este verão poderá mesmo ser o momento de partir. O problema? Os muitos milhões que os purs pedem pelo seu passe...
9. Mauro Icardi (Paris Saint-Germain) - Cedido pelo Inter Milão, o polémico avançado argentino tem dado boa conta do recado nos parisienses, com 20 golos em 31 jogos, algo que poderá ditar um investimento na sua aquisição. Os 70 milhões de euros da cláusula de opção podem ser algo proibitivos, mas em face da saída de Edinson Cavani é bem provável que o PSG faça o esforço.
8. Eduardo Camavinga (Rennes) - É provavelmente o jogador mas promissor do futebol francês e, aos 17 anos, já tem meia Europa rendida ao seu futebol. Barcelona, Real Madrid, Liverpool e Tottenham são alguns dos clubes interessados, numa corrida na qual devem ter de chegar pelo menos aos 60 milhões de euros para convencer o Rennes.
7. Kalidou Koulibaly (Napoles) - Aos 28 anos, e apesar de o Napoles não estar a ter uma das suas melhores épocas, o defensor senegalês continua a ser um dos mais apreciados pelos gigantes da Europa. Avaliado m 80 milhões de euros, Koulibaly é seguido por Paris SG, Barcelona, Manchester United e Real Madrid.
6. Pierre-Emerick Aubameyang (Arsenal) - Com contrato com o Arsenal até 2021, o goleador gabonês poderá provocar um autêntico leilão especialmente por estar tão perto do final do seu vínculo. Seguido por Barcelona, Chelsea e Manchester United, o ex-Borussia Dortmund está avaliado em 60 milhões de euros.
5. Jadon Sancho (Borussia Dortmund) - Quando o assunto é jovens promissores, o extremo dos alemães está certamente no topo da lista. Com 14 golos marcados e 16 assistências em 23 partidas na Bundesliga, o ex-Manchester City está já avaliado em 130 milhões de euros e interessados não lhe faltam. A começar logo pelo mesmo Manchester City, mas também o United, Chelsea e Liverpool. Isto sem esquecer Real Madrid, Juventus ou Paris SG...
4. Lautaro Martinez (Inter Milan) - Figura ofensiva de uns milaneses que perderam algum gás nas últimas semanas de Serie A, o avançado argentino é a par de Lukaku um dos homens a realizar melhor temporada em Itália. Tem um valor de mercado de 80 milhões de euros e não conta com muitos clubes interessados, mas o facto de estar na lista do Barcelona torna-o num dos que promete agitar o verão.
3. Paul Pogba (Manchester United) - Quando o tema é mercado não há forma de não surgir o nome de Paul Pogba. Sem convencer no Manchester United, o médio francês há muito que é apontado como estando de saída e desta poderá mesmo ser de vez. Juventus e Real Madrid são os clubes favoritos, numa transferência que se poderá eventualmente fazer por 120 milhões de euros.
2. Neymar (Paris SG) - E se Pogba é um animador habitual do mercado, o brasileiro também o é. Avaliado em 200 milhões de euros, o jogador mais caro da história balança entre ficar no PSG ou regressar ao Barcelona. Mas atenção ao Real Madrid, que nunca escondeu a admiração e vontade de capturar o brasileiro...
1. Kylian Mbappé (Paris SG) - Já não é só uma promessa. É já uma certeza. Por isso esta primeira posição nesta lista, especialmente por causa dos recentes rumores que o colocam como estando em rota de colisão com a direção do PSG. Isso e o interesse recorrente do Real Madrid, que sempre pareceu interessado em atacar um dos dois atacantes figura dos franceses. O problema serão mesmo as exigências do PSG...
50. Fábio Silva (FC Porto) - Um dos maiores talentos da formação portista e os seus números já indicam isso mesmo. É o jogador mais jovem de sempre a disputar uma partida e a marcar na mesma. Móvel, rápido, bom tecnicamente. As suas qualidades fizeram com que o FC Porto o quisesse ‘blindar’ com uma cláusula de 125 milhões.
49. Ivan Rakitic (FC Barcelona) - Uma temporada atípica na formação catalã provocou uma espécie de divórcio entre Ivan Rakitic e a direção blaugrana. A questão é que o internacional croata tem contrato até 2021 e já procura um novo clube para encontrar a felicidade, algo que deve ser fácil não tivesse ele conquistado uma Liga dos Campeões, quatro campeonatos espanhóis e uma final do Mundial pelo seu país. Ponto contra? A idade (32).
48. Jonathan Ikoné (Lille) - Com grandes transferências nos últimos anos - Nicolas Pépé para o Arsenal por 80M€, Rafael Leão para o AC Milan por 35M€ -, o Lille prepara-se para poder perder mais uma jovem estrela, Jonathan Ikoné. Com apenas 21 anos, o esquerdino, que tanto joga nas alas como a avançado, tem sido uma das peças fundamentais da formação orientada por Galtier, que tem ainda Renato Sanches como companheiro. Tem contrato com o Lille até 2023, ponto que poderá ser fundamental em uma futura negociação.
47. Willian (Chelsea) - A chegada do marroquinho Hakim Ziyech coloca o lugar do brasileiro no Chelsea em risco. Já com 31 anos, Willian representa os blues desde 2013 e, menos jogando pouco na equipa de Frank Lampard, leva cinco golos e cinco assistências, em 28 jogos na Premier League.
46. Gaetano Castrovilli (Fiorentina) - Chegou a Florença em 2017, mas contou com duas temporadas por empréstimo no Cremonese, da Serie B de Itália, antes de assumir um lugar na equipa principal da Fiorentina. Após 12 jogos realizados na Serie A, já contou com uma chamada à seleção italiana. Um médio versátil, com remate fácil e com boa técnica no um para um são qualidades que fazem de Castrovilli um alvo na próxima janela de transferências.
45. Michy Batshuayi (Chelsea) - É um verdadeiro colecionador de clubes e parece não ficar por aqui. Após perder o lugar na hierarquia da frente de ataque do Chelsea para Tammy Abraham e Olivier Giroud, o internacional belga deverá sair da formação de Londres no final desta temporada. Tem contrato até 2021 e, em caso de não renovar, deverá ser um bom encaixe para os blues, até porque ainda tem 26 anos.
44. Dries Mertens (Nápoles) - É o segundo melhor marcador da história do Nápoles, depois de ultrapassar ‘El Dios’ Diego Armando Maradona na segunda posição. Contudo, apesar de ser um ícone na formação napolitana Mertens está na fase final do seu contrato com o clube - termina a 30 de junho deste ano - e não existem, para já, propostas para a renovação. Aos 32 anos, o internacional belga poderá ter de procurar um novo clube, tarefa que certamente não será difícil.
43. Florian Thauvin (Marselha) - Conta com apenas 20 minutos, distribuído por dois jogos realizados esta temporada. O campeão do Mundo em 2018 pela França não tem tido um ano fácil na equipa comandada pelo treinador português André Villas-Boas, marcada por lesões complicadas. Apesar do momento menos feliz, Thauvin continua a ser um dos jogadores com mais mercado do Marselha, que vê-se obrigado a vender jogadores na próxima temporada face ao fair-play financeiro da UEFA. O contrato termina já em 2021, logo seria uma boa oportunidade para a formação de Marselha fazer um encaixe financeiro pelo internacional francês.
42. Gonzalo Higuaín (Juventus) - 8 golos e 8 assistências em 34 jogos realizados esta temporada são números muito baixos para um avançado e, por isso, Higuaín tem as portas da saída da Juventus entreabertas. Depois de dois empréstimos ao AC Milan e Chelsea, na última temporada, o internacional argentino poder estar muito perto de fazer as malas para deixar a formação bianconeri de forma definitiva. O seu contrato termina em junho de 2021.
41. Adama Traoré (Wolverhampton) - Com um físico portentoso, uma velocidade incrível e uma habilidade nata para fazer golos, Adama Traoré já há muito despertou os interesses de grandes clubes europeus. Na Premier League, já foi decisivo em onze ocasiões (quatro golos e sete assistências). Com apenas 24 anos, o jogador da equipa mais portuguesa da liga inglesa, liderada por um outro luso, Nuno Espírito Santo, espera um futuro brilhante pela frente e pode começar a escrever-se já no final desta temporada.
40. Kai Havertz (Bayer Leverkusen) - É uma das principas atrações da Bundesliga e dos maiores tubarões europeus. Com apenas 20 anos, Kai Havertz tem sido uma das figuras do Bayer Leverkusen esta temporada, tendo apontado dez golos e oito assistências até ao momento para todas as competições e há quem assegure que não ficará no emblema alemão por muito mais tempo... pelo menos naquele.
39. Philippe Coutinho (Bayern/Barcelona) - O empréstimo acaba no final da presente temporada e o Bayern Munique não parece estar disposto a pagar a cláusula fixada para ficar com o internacional brasileiro - 120 milhões de euros. Com uma necessidade de vender alguns jogadores e criar banca suficiente para poder abordar o plano A do clube - o regresso de Neymar -, o Barcelona poderá estar muito inclinado a querer abrir mão do extremo que nesta temporada já assinou oito golos e seis assistências pela formação bávara.
38. Victor Osimhen (Lille) - Veloz, eficaz à frente da baliza e jovem. Todos os requisitos necessários para um avançado de sucesso e, além do mais, é jovem (21 anos). Deu os primeiros passos na Ligue 1, chegou à Liga dos campeões e perspetiva-se-lhe um futuro promissor... mas fora de França.
37. Corentin Tolisso (Bayern Munique) - Era um dos jogadores mais promissores do Bayern Munique para esta temporada, mas a fraca aposta de Niko Kovac, antigo treinador dos bávaros, fê-lo cair no esquecimento. Tem 25 anos, talento e foi campeão do Mundo pela França em 2018. Não lhe faltarão pretendentes na próxima janela de transferências.
36. Samuel Umtiti (Barcelona) - A saída de Ernesto Valverde para dar lugar a Quique Setién no comando da equipa blaugrana possibilitou o defesa francês somar mais minutos de jogo, mas sem conquistar um lugar em definitivo na defesa do Barcelona. Piqué e Lenglet são a dupla defensiva da equipa e, apesar dos altos e baixos dos culé nesta temporada, o problema não parece estar aí. A imprensa espanhola é imperativa: Umtiti está na lista de transferências do Barcelona e, quiçá, poderá ser uma ajuda para fazer regressar o tão desejado Neymar ao emblema catalão.
35. Boubacar Kamara (Marselha) - É um dos principais ativos do Marselha esta temporada. A equipa comandada por André Villas-Boas precisa de fazer entrar nas contas do clube uma quantia a rondar os 60 milhões de euros para cumprir o fair-play financeiro da UEFA e nada melhor que Kamara para ajudar nesse objetivo. Com apenas 20 anos, Kamara já mostrou ter a maturidade necessária para competir numa liga como a francesa que, não sendo a mais competitiva, exige muito das equipas que jogam, especialmente, contra o Paris Saint-Germain. Não deverá muito mais tempo na formação francesa.
34. Donyell Malen (PSV) - 17 golos em 25 jogos faziam de Malen uma das principais atrações no arranque desta temporada, mas uma lesão veio atrapalhar os planos do internacional holandês. O avançado de 21 anos tem contrato com o PSV até 2024, mas isso não significa que fique muito mais tempo no clube. Ainda para mais sabendo-se, de antemão, da dificuldade dos emblema holandeses em manter as suas maiores pérolas...
33. Milan Skriniar (Inter) - É um verdadeiro pêndulo na defesa do Inter. O sucesso da equipa orientada por Antonio Conte deve-se, não só, à dupla atacante Lukaku-Martínez, como também ao defesa eslovaco. Tem 25 anos e alguns dos principais clubes ingleses atrás de si, ficará em Milão por muito mais tempo?
32. Donny Van de Beek (Ajax) - Já esteve na órbita do Real Madrid na última janela de transferências e muitos dizem que ainda não saiu. O médio do Ajax foi uma das principais peças da equipa na última temporada e esta época não fugiu à regra. Com 22 anos e um futuro brilhante pela frente, irá o internacional holandês seguir, já no fim desta temporada, os passos do ex-companheiro De Jong - mudou-se para o Barcelona - e do marroquino Hakim Ziyech - que já assinou pela Chelsea?
31. Riyad Mahrez (Manchester City) - A suspensão do clube inglês das competições europeias durante dois anos - o Manchester City recorreu da decisão -, levou algumas das principais figuras a quererem procurar dar um novo rumo à sua carreira. Um deles é o internacional argelino, que poderá estar de malas feitas para sair do Manchester City, de Bernardo Silva, já no final desta temporada.
30. Ferran Torres (Valencia) - Um dos jogadores mais promissores do futebol espanhol. Foi o melhor jogador do Europeu sub-19 no último ano, tornou-se imprescindível na formação ché e tem qualidades de sobra: é veloz, tem drible e sabe como dar espetáculo. Já com uma grande carta de clubes interessados em contratá-lo, de notar que o vínculo que o liga ao Valencia termina em 2021.
29. Morgan Sanson (Marselha) - Sanson é mais um dos jogadores que o Marselha, de André Villas-Boas, poderá ter de abrir mão por culpa do fair-play financeiro. Um box-to-box nato, com capacidade de conduzir bola por vários metros, são algumas das principais características deste médio francês de 25 anos.
28. Ousmane Dembélé (Barcelona) - Criticado pela falta de disciplina e ética de trabalho, aliado a um ciclo de lesões que o afastaram dos relvados durante vários jogos, Dembélé poderá estar de saída de Camp Nou. Este poderá, contudo, ser uma peça-chave para poder fazer voltar Neymar à formação blaugrana, tratando-se de um jogador extremamente jovem (22 anos), com um valor de mercado alto (70 milhões de euros, segundo os dados do Transfermarkt) e com muitas qualidades que lhe são reconhecidas, principalmente a velocidade e o drible.
27. Kepa (Chelsea) - Existe uma relação de amor-ódio entre o guarda-redes espanhol e os adeptos do Chelsea. É, atualmente, o guardião mais caro da história do futebol, mas ainda não justificou tal investimento - 80 milhões de euros. De acordo com a imprensa inglesa, a venda de Kepa seria o cenário que mais agradaria os responsáveis dos blues, mas face ao seu preço elevado, talvez o empréstimo seja a solução mais viável... pelo menos por agora.
26. Dayot Upamecano (Leipzig) - Sólido a defender e com uma maturidade que lhe é reconhecida apesar de ter apenas 21 anos. Este defesa-central do Leipzig é uma autêntica mina de ouro para quem procura preencher uma lacuna no eixo defensivo de uma equipa. Além do mais, o seu contrato com a formação alemã termina em 2021, o que poderá ser muito benéfico para o jogador e para quem o tentar contratar.
25. Moussa Dembelé (Lyon) - Golos, golos e golos. É tudo aquilo que se pede a um avançado e Moussa Dembélé parece dar bem conta do recado nesse aspeto. Esta temporada leva 22 golos apontado pela camisola do Lyon e poderá não ficar por muito mais tempo na equipa. Jovem (23 anos), poderoso fisicamente e com passagens pela Premier League fazem de Moussa um jogador extremamente ‘apetecível’.
24. Federico Chiesa (Fiorentina) - Quase que seria um pecado não colocá-lo nesta lista. Um dos maiores talentos do futebol italiano e a principal figura da Fiorentina, na Serie A. Velocidade, drible, facilidade e eficácia no remate são tudo qualidades que este ala, que joga preferencialmente pela direita, carrega consigo e que tanto já fez os principais emblemas europeus ficar ‘de água na boca’. O seu contrato com a ‘Viola’ acaba em 2021 e penso que o clube não terá outra possibilidade se não vendê-lo já no próximo verão.
23. Gianluigi Donnarumma (AC Milan) - Com apenas 21 anos, Donnarumma é um dos guarda-redes mais ‘apetecíveis’ do próximo mercado de transferências. É a principal figura da baliza rossoneri (quase 200 jogos oficiais), é excelente entre os postes, forte nas bolas pelo ar - não tivesse ele 1,96 metros de altura - e está em final de contrato - termina em 2o21. Rumores vindos de Inglaterra apontam o guarda-redes italiano ao Everton e ao Chelsea. Poderá estar para vir uma dança de cadeiras entre Kepa e Donnarumma?
22. Luka Modric (Real Madrid) - 34 anos, apenas mais um ano de contrato e um salário de 11 milhões de euros por temporada. Estas poderão ser algumas das razões pelo qual o internacional croata, vencedor da Bola de Ouro em 2018, poderá abandonar o Real Madrid após oito temporadas com a camisola dos merengues. O aparecimento de Federico Valverde, médio que tem sido utilizado por Zidane no meio-campo da equipa, poderá ter sido ‘a cereja no topo do bolo’.
21. Thiago Silva (Paris Saint-Germain) - O seu contrato termina já em junho deste ano e o internacional brasileiro ainda não decidiu o que fazer com o seu futuro. Depois de oito temporadas na formação parisiense, cheia de conquistas e também algumas lesões, o defesa-central de 35 anos poderá estar de saída do clube para abraçar um último desafio na carreira. Um possível retorno ao futebol brasileiro? Quem sabe.
20. Sandro Tonali (Brescia) - Com apenas 19 anos, já se tornou num jogador capaz de captar as atenções de todos aqueles que observam o seu estilo de jogo. O Brescia é, atualmente, lanterna-vermelha na tabela classificativa da Serie A e tudo indica que vá descer de divisão no final da presente temporada. O pior para o clube poderá ser perder esta jovem promessa, que só tem mais um ano de contrato com o clube.
19. Gareth Bale (Real Madrid) - A relação entre o internacional galês e o clube é um pouco conturbada já há algum tempo para cá. Quando tudo fazia querer que Bale seria a figura do Real Madrid após a saída de Cristiano Ronaldo para a Juventus, tudo saiu ao contrário à direção merengue. Os adeptos já apontaram, por várias ocasiões, a falta de compromisso de Bale para com o clube e um possível divórcio já foi colocado em cima da mesa na última temporada. Avizinha-se o mesmo cenário para a próxima janela de transferências.
18. Milinkovic-Savic (Lazio) - É uma das principais atrações da Lazio e tem mercado um pouco por todo o Mundo. O médio sérvio, de 25 anos, tem contrato com o clube até 2024, algo que poderá implicar algumas complicações na sua saída. Com uma boa presença no meio-campo, versatilidade e eficácia, Milinkovic-Savic tem os componentes necessários de um grande médio.
17. Olivier Giroud (Chelsea) - O avançado francês não tem tido a utilidade desejada na equipa orientada por Frank Lampard e, com apenas mais três meses de contrato - termina a junho de 2020 -, pode estar muito perto de colocar um ponto final no clube. Apesar da idade (33 anos), Olivier Giroud mantém uma forma física impressionante.
16. Sadio Mané (Liverpool) - A imprensa inglesa já avançou que o extremo senegalês está nos planos do Real Madrid para a próxima temporada. Esta época já conquistou a Bola de Ouro africana, ficando à frente do companheiro de equipa, o egipcío Salah, e do argelino Mahrez, do Manchester City. Extremamente rápido, com um drible desconcertante, aliado a uma finalização ‘apurada’. São muitas as qualidades deste extremo, que promete aquecer a próxima janela de transferências.
15. Edison Cavani (Paris Saint-Germain) - Esteve com um pé e meio fora do clube no último mercado de inverno. Atlético Madrid e até o campeonato chinês foi equacionado. O avançado uruguaio, de 33 anos, está em final de contrato - termina em junho deste ano - e uma proposta de renovação não parece estar nos planos quer do clube, quer do jogador. A saída a custo zero é o cenário mais provável, mas para onde?
14. Timo Werner (Leipzig) - Um dos avançados mais ‘apetecíveis’ do próximo mercado de transferências. Com 27 golos e 12 assistências em 36 jogos para todas as competições nesta temporada, o avançado alemão tem sido uma dias principais figuras do Leipzig. No último verão prolongou o seu contrato com o clube até junho de 2023, com os dirigentes do Leipiz a demonstrarem interesse em manter o dianteiro, de 24 anos. A posição confortável na Bundesliga - terceiro lugar, com 50 pontos, menos cinco que o líder Bayern -, deixa-os livres de terem de vender ativos para planear a próxima temporada.
13. Houssem Aouar (Lyon) - A temporada não corre como planeado para o Lyon - encontra-se na 7.ª posição, a 19 pontos da liderança - e a possibilidade de marcar presença na Liga dos campeões na próxima temporada é escassa. Por isso, a venda de alguns dos seus ativos é importante. Houssem Aouar não é o jogador que mais se destaca entre o restante plantel, mas é certamente um médio com uma margem de progressão enorme - tem 21 anos - e uma bagagem num campeonato como o francês pode ajudá-lo a dar o salto para outra equipa.
12. Erling Haaland (Dortmund) - Era um jogador pouco conhecido no início da temporada, mas em poucos meses tornou-se um dos avançados mais desejados pelas principais tubarões europeus, tanto que o Borussia Dormtund partiu, no mercado de inverno, para a sua contratação. Com uma postura inigualável, um instinto matador e uma estampa física invejável, o avançado norueguês chegou à Bundesliga e impôs-se muito rapidamente. Na Liga dos campeões tornou-se no jogador mais rápido de sempre a marcar dez golos na prova milionária, tendo necessitado de apenas sete jogos.
11. Paulo Dybala (Juventus) - Nos primeiros meses deste ano civil, o argentino pareceu ter a confiança de Maurizio Sarri para voltar a mostrar o seu melhor futebol, e foi o que fez. Contudo, em entrevista ao ‘The Guardian’, não escondeu que esteve com um pé fora do clube, no verão de 2019. Algo que poderá acontecer já no próximo mercado. O seu contrato termina em 2022 e, até ao momento, não existe qualquer intenções de ambas as partes em prolongar o vínculo.
10. Harry Kane (Tottenham) - Grande figura do Tottenham, clube com o qual tem vínculo até 2024, o avançado inglês há muito que é seguido por equipas de topo como Manchester United, Manchester City, Real Madrid ou Barcelona e este verão poderá mesmo ser o momento de partir. O problema? Os muitos milhões que os purs pedem pelo seu passe...
9. Mauro Icardi (Paris Saint-Germain) - Cedido pelo Inter Milão, o polémico avançado argentino tem dado boa conta do recado nos parisienses, com 20 golos em 31 jogos, algo que poderá ditar um investimento na sua aquisição. Os 70 milhões de euros da cláusula de opção podem ser algo proibitivos, mas em face da saída de Edinson Cavani é bem provável que o PSG faça o esforço.
8. Eduardo Camavinga (Rennes) - É provavelmente o jogador mas promissor do futebol francês e, aos 17 anos, já tem meia Europa rendida ao seu futebol. Barcelona, Real Madrid, Liverpool e Tottenham são alguns dos clubes interessados, numa corrida na qual devem ter de chegar pelo menos aos 60 milhões de euros para convencer o Rennes.
7. Kalidou Koulibaly (Napoles) - Aos 28 anos, e apesar de o Napoles não estar a ter uma das suas melhores épocas, o defensor senegalês continua a ser um dos mais apreciados pelos gigantes da Europa. Avaliado m 80 milhões de euros, Koulibaly é seguido por Paris SG, Barcelona, Manchester United e Real Madrid.
6. Pierre-Emerick Aubameyang (Arsenal) - Com contrato com o Arsenal até 2021, o goleador gabonês poderá provocar um autêntico leilão especialmente por estar tão perto do final do seu vínculo. Seguido por Barcelona, Chelsea e Manchester United, o ex-Borussia Dortmund está avaliado em 60 milhões de euros.
5. Jadon Sancho (Borussia Dortmund) - Quando o assunto é jovens promissores, o extremo dos alemães está certamente no topo da lista. Com 14 golos marcados e 16 assistências em 23 partidas na Bundesliga, o ex-Manchester City está já avaliado em 130 milhões de euros e interessados não lhe faltam. A começar logo pelo mesmo Manchester City, mas também o United, Chelsea e Liverpool. Isto sem esquecer Real Madrid, Juventus ou Paris SG...
4. Lautaro Martinez (Inter Milan) - Figura ofensiva de uns milaneses que perderam algum gás nas últimas semanas de Serie A, o avançado argentino é a par de Lukaku um dos homens a realizar melhor temporada em Itália. Tem um valor de mercado de 80 milhões de euros e não conta com muitos clubes interessados, mas o facto de estar na lista do Barcelona torna-o num dos que promete agitar o verão.
3. Paul Pogba (Manchester United) - Quando o tema é mercado não há forma de não surgir o nome de Paul Pogba. Sem convencer no Manchester United, o médio francês há muito que é apontado como estando de saída e desta poderá mesmo ser de vez. Juventus e Real Madrid são os clubes favoritos, numa transferência que se poderá eventualmente fazer por 120 milhões de euros.
2. Neymar (Paris SG) - E se Pogba é um animador habitual do mercado, o brasileiro também o é. Avaliado em 200 milhões de euros, o jogador mais caro da história balança entre ficar no PSG ou regressar ao Barcelona. Mas atenção ao Real Madrid, que nunca escondeu a admiração e vontade de capturar o brasileiro...
1. Kylian Mbappé (Paris SG) - Já não é só uma promessa. É já uma certeza. Por isso esta primeira posição nesta lista, especialmente por causa dos recentes rumores que o colocam como estando em rota de colisão com a direção do PSG. Isso e o interesse recorrente do Real Madrid, que sempre pareceu interessado em atacar um dos dois atacantes figura dos franceses. O problema serão mesmo as exigências do PSG...
A interrupção dos campeonatos europeus leva os clubes a começarem, desde cedo, a planear a próxima temporada, com especial destaque para possíveis entradas e saídas nos plantéis. São muitas as figuras escolhidas que podem mudar de camisola já na próxima época e nesta lista do portal 'Eurosport FC' poderá consultar os principais candidatos a animar o mercado de verão. Uma dica: há portugueses ao 'barulho'. [Imagens: Instagram e Twitter]
Deixe o seu comentário

Pub

Publicidade
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias

Fotogalerias

Fotogalerias

Sporting

Fotogalerias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.