17.MAI.2018 - 11H22 

Futre "em choque": «Preferia ficar em 15.º do que estar a viver o que estou a viver hoje»

Paulo Futre, antigo jogador do Sporting, disse estar "em choque" com o que se está a viver no Sporting estes dias, dizendo ser impossível defender o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, depois dos acontecimentos desta terça-feira na Academia do Sporting em Alcochete, que terminaram com a agressão a vários jogadores e membros da equipa técnica. "É impossível defendê-lo", sentenciou Futre em declarações à CMTV.