Guardiola irónico em declarações sobre árbitro: «Lahoz gosta de ser diferente. É especial»

Pep Guardiola deixou claro que a recuperação do Manchester City nos quartos-de-final da Liga dos Campeões frente ao Liverpool foi prejudicada pela decisão do árbitro Matéo Lahoz de invalidar o lance que daria o 2-0 (Leroy Sané ainda introduziu a bola na baliza dos reds). O treinador acabou expulso ao intervalo e na flash interview ao BT Sport lançou-se num ataque a Lahoz no qual foi ainda recuperar outra decisão de arbitragem que contesta, esta de Martins Atkinson no jogo de sábado diante do Manchester United.

"É o mesmo do último jogo, com o United. Minuto 78, o penálti mais inacreditável que vi em toda a minha vida e Martin Atkinson não quis apitar - seria o 3-3 e ainda haveria mais 12 minutos para jogar...
Neste tipo de jogos, em que as duas equipas são muito boas, decisões [de arbitragem] como esta fazem a diferença. Por isso, parabéns ao Liverpool, mas no momento certo sentimos falta de decisões corretas.

Só disse que era golo, não o insultei. Fui polido, correto, ams Matéu Lahoz é um tipo especial, gosta de ser diferente... gosta de ser especial. Sei o que se passou com o Monaco na época passada - uma falta para penálti incrível sobre o Sergio Agüero com 1-1 no marcador e ele ainda acabou por ver o cartão amarelo. Sei disto desde os tempos na liga espanhola que ele é um árbitro que gosta de ser diferente, especial: quando alguém vê uma coisa, ele vai decidir ao contrário. Só lhe disse que era golo, pelo que a decisão de me expulsar é exagerada. Nada disse de errado."
1
Deixe o seu comentário
1
Deixe o seu comentário


Últimas Notícias

Notícias

Vídeos

Vídeos

FC Porto

Vídeos

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.