Madison Square Garden também recebe boxe... mas isto foi num jogo da NBA

A carregar o vídeo ...
Os New York Knicks receberam os LA Clippers na última ronda da NBA e voltaram a perder, o que só por si não constitui novidade para quem segue a competição. Mas para quem reclama ser um verdadeiro 'knickerbocker', a forma como está a correr mais uma temporada não é aceitável. Charles Oakley, que representou os nova-iorquinos entre 1988 e 1998, pagou por um lugar nas primeiras filas, bem perto de onde estava sentado James Nolan, dono da equipa. Oakley terá passado o tempo a provocar o empresário, que deu ordens para que a segurança e a polícia expulsassem o antigo jogador quando decorria o primeiro período do jogo. Oakley reagiu, agredindo dois seguranças e acabou por ser detido. Mas o problema maior é que boa parte do público do Madison Square Garden, com o realizador Spike Lee à cabeça, manifestou apoio a ao antigo 'power forward'. De resto, o treinador dos Clippers, Doc Rivers, que foi companheiro de equipa de Oakley no Knicks, também se mostrou solidário, bem como LeBron James, dos Cleveland Cavaliers. Por seu tirno, a equipa emitiu um comunicado onde frisa que Oakley "necessita de ajuda".
Deixe o seu comentário
Deixe o seu comentário


Últimas Notícias

Notícias

Vídeos

Vídeos

FC Porto

Vídeos

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.