Mourinho afastou Lukaku do penálti para proteger o belga... e por respeito ao Benfica

A carregar o vídeo ...
Os momentos que antecederam a marcação do penálti que deu o 2-0 ao Manchester United sobre o Benfica foram de alguma confusão. Romelu Lukaku estava pronto, mas depois chegou Ander Herrera. O belga afastou-se, mas também não foi o médio espanhol a bater a bola, pois Daley Blind é que tinha sido escolhido pelo treinador português, que no final explicou a decisão de impedir o avançado belga de marcar, em entrevista ao canal de televisão norueguês Viasport.

"Não quis que Lukaku marcasse o penálti... porquê? Porque sou o treinador e sou eu quem toma as decisões. Ele falhou o último e eu só quero que ele volte a marcar quando não existir pressão, responsabilidade ou necessidade de fazer o golo.
Aqui estamos a jogar na Liga dos Campeões, precisamos de pontos - nem agora com 12 podemos dizer que estamos qualificados -, é um momento importante do jogo, a 10/12 minutos do final com 1-0 no marcador e eu quero que marque um jogador que esteja livre da pressão por ter falhado na última ocasião de que dispôs.
Fico mesmo muito feliz com a personalidade dele, poir querer assumir a responsabilidade, mas às vezes o meu trabalho passa por proteger jogadores e a equipa. E nesse momento protegi. Talvez o [Daley] Blind falhasse, mas eu estou aqui para o proteger porque ele tinha falhado da última vez. E acho que o protegi porque se ele falhasse a equipa ficaria numa situação perigosa, com 1-0 no marcador, e seria o segundo penálti consecutivo que ele falhava - ele só vai marcar de novo num jogo que esteja 'morto' e este não estava 'morto'."
13
Deixe o seu comentário
13
Deixe o seu comentário


Mais Vistos

Últimas Notícias

Notícias

Vídeos

Vídeos

FC Porto

Vídeos

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.