Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Suplementação em vitaminas e minerais no atleta

Nota-se uma preocupação cada vez maior dos portugueses em seguir uma alimentação equilibrada e também na prática regular desportiva. Dentro desta população, existe a que nos interessa neste artigo: os atletas, não só os que praticam desporto diariamente, mas também os de alta competição.

Quando o atleta quer levar o seu desempenho a um nível mais elevado, a nutrição é uma peça essencial do seu desempenho e recuperação.

Normalmente, a alimentação variada e adequada a nível energético é suficiente, mas existem casos em que os suplementos alimentares podem ser uma vantagem para o atleta, principalmente se este se encontra em situação de carência nutricional, ou em caso de grande desgaste provocado pela intensidade da prática desportiva.

O treino regular e intenso pode aumentar as necessidades de micronutrientes, devido a maior produção de radicais livres e perdas corporais. Com frequência, alguns atletas de alto rendimento treinam e fazem um descanso inadequado, ingerindo poucas calorias e sendo expostos a altas temperaturas. Assim, acabam por comprometer o sistema imunitário, expondo o corpo a lesões e infeções recorrentes, além de sofrer com a desidratação.

A indústria apercebe-se da necessidade desta população e não é de estranhar que o leque de opções de suplementos alimentares tenha crescido drasticamente nos últimos tempos e, consequentemente, o seu consumo. O problema é que muitos destes suplementos não apresentam evidência científica demonstrada e os seus consumidores não possuem os conhecimentos necessários sobre os efeitos adversos que estes podem provocar.

Contudo, são cada vez mais as pesquisas que pretendem verificar a eficácia e segurança dos suplementos alimentares e a investigação pela procura do suplemento ideal é cada vez maior.

Uma das principais preocupações dos atletas é a falta de vitaminas, e na procura de compensar essa falta, muitos atletas têm recorrido, cada vez mais, ao uso de multivitamínicos.

Vitaminas com papel fundamental

Mas vamos começar pelo inicio. As vitaminas são micronutrientes essenciais para o bom funcionamento fisiológico do organismo e devem estar presentes na nossa dieta porque têm um papel fundamental no metabolismo dos hidratos de carbono, proteína e das gorduras. Para além disso têm função desintoxicante, além da sua atuação no sistema nervoso e na produção enzimática. Contudo, é importante conhecer as vitaminas, porque a maioria das vitaminas hidrossolúveis, quando ingeridas em excesso acabam por ser eliminadas pela urina; pelo contrário, uma hipervitaminose (Ingestão ou administração excessiva de vitaminas, o que pode condicionar o aparecimento de determinadas perturbações orgânicas) causada pela ingestão excessiva de vitamina B12, por exemplo, pode levar a reações alérgicas.

Por este motivo, a melhor forma de obter vitaminas e minerais deve ser a alimentação. Contudo, e como já disse anteriormente, a maioria dos atletas tem perdas maiores devido a prática desportiva mais intensa, podendo necessitar de uma suplementação extra à quantidade vitaminas conseguidas através da alimentação.

A questão é que as vitaminas e os minerais devem ser considerados da mesma forma que os macronutrientes - hidratos de carbono, proteínas e lípidos ou gorduras -, também para os micronutrientes existem doses diárias recomendas (DDR). As DDR são valores de referência, abaixo dos quais o organismo fica em carência nutricional. No entanto, ultrapassá-los também é perigoso, já que as vitaminas e/ou minerais em excesso podem ser tóxicos.

Segundo o ACSM (American College of Sports Medicine), o consumo de suplementos vitamínicos e minerais em doses que excedem as DDR por parte de pessoas bem nutridas pode ter efeitos adversos. Por exemplo, a ingestão prolongada de doses elevadas de ácido ascórbico (vitamina C) pode resultar em formação de pedras nos rins, diminuição do tempo de coagulação e problemas gastrointestinais, entre outros distúrbios fisiológicos; o excesso de zinco induz uma deficiência secundária de cobre e faz diminuir a concentração do "bom" colesterol (HDL).

Assim, apesar de reconhecer que a prática de atividade física pode aumentar a necessidade de algumas vitaminas e minerais, o ACSM avisa que a maioria das pessoas pode obter a dose necessária através de uma alimentação variada e equilibrada.

Em pessoas sem carências nutricionais, a posição do ACSM é que o uso de suplementos vitamínicos e minerais deve ser pensado de forma criteriosa e pensada. Os atletas profissionais acabam por ser considerados uma população especial, devido ao tipo de objetivos que apresentam (maximização do desempenho físico), podendo usar suplementos, mas é muito importante estarem cientes dos pontos críticos e aconselharem-se sempre com os especialistas.

Num primeiro passo na otimização do aporte de vitaminas e sais minerais, os atletas devem adotar uma alimentação equilibrada e variada porque, se isso não acontecer, o seu desempenho não irá melhorar só por suplementarem. Apenas atletas com carências nutricionais bem definidas irão tirar benefício com a toma de suplementação.

A suplementação deve ser feita perto do horário de dormir, longe das grandes refeições, para evitar interações negativas entre vitaminas e minerais.

Para atletas profissionais, a bibliografia também sugere que, além de um multivitamínico completo (vitaminas e minerais), também se suplemente em vitamina C (500 mg) e vitamina E (400 mg), devido ao seu efeito antioxidante, que melhora o sistema imunitário.

O problema é que tem sido observado o uso abusivo de suplementos alimentares em praticantes de atividade física, devido ao grande apelo comercial. O excesso, tal como já disse, pode ter um efeito tóxico e prejudicial para a saúde, como distúrbios gastrointestinais, vómitos e diarreia, fadiga ou, ainda, lesões renais e hepáticas.

Até para a semana!

Fonte: http://www.acsm.org/public-information/articles/2016/10/07/vitamins-are-they-really-needed- American College of Sports Medicina

Por Inês Morais
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Nutrição

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M