Record

Nutrição no Desporto

Nutrição

Nutrição

Nutrição

O meu trajeto

O meu nome é Inês Morais e sou nutricionista. Licenciei-me em Nutrição e Engenharia Alimentar e em Ciências da Nutrição, tendo feito mais tarde um curso de formação desportiva. Enveredei pela nutrição clínica, sem nunca descurar a parte desportiva, com cursos em nutrição desportiva e suplementação desportiva. Neste momento, para além das consultas de nutrição clínica, acompanho vários atletas, desde judocas a ginastas rítmicas.

  • Sexta-feira (19 outubro)

    Sexta-feira (19 outubro)

    Não tenha medo de pôr os seus filhos a experimentar:

    Os lanches escolares são os melhores momentos para tentar inserir alimentos que normalmente não consegue introduzir em casa com sucesso. Estando acompanhado pelos colegas, a criança pode encarar isso como um desafio (no bom sentido) e experimentar novos sabores e texturas.

  • Quinta-feira (18 outubro)

    Quinta-feira (18 outubro)

    Acabar com os sumos de pacote:

    A maioria dos sumos de pacote são altamente açucarados e têm na sua composição elevadas quantidades de aditivos, tendo muitas vezes pouca quantidade de polpa de fruta. Dê preferência a sumos naturais ou sumos que tenham pouco açúcar adicionado. No entanto é preciso cuidado quando se fala em sumos naturais porque estes, quando preparados com muita antecedência, perdem a maior parte dos seus nutrientes devido ao contacto com a luz e oxigénio. Uma ótima opção aos sumos são águas aromatizadas com bocadinhos de fruta e chás.

  • Quarta-feira (17 outubro)

    Quarta-feira (17 outubro)

    Lanche também é convívio:

    Nota que manda os lanches, mas metade volta para casa? Não se preocupe! Lembre-se que o momento do lanche é o mesmo em que o seu filho convive com os amigos. É aqui que ele vai aprender conceitos como partilha, comportamento à mesa e a experimentar novos sabores e texturas de diferentes alimentos.

  • Terça-feira (16 outubro)

    Terça-feira (16 outubro)

    Controlar as quantidades:

    Esqueça a ideia de que precisa de mandar grandes quantidades de comida todos os dias. O objetivo é que estas refeições sejam um suplemento, não tendo o valor nutricional de um almoço ou um jantar. Para além disso, lembre-se que o intervalo para comer é reduzido e eles preferem brincar. Opte por enviar quantidades mais pequenas, isso vai ajudar a evitar que comecem a comer muito rápido desde a infância.

  • Segunda-feira (15 outubro)

    Segunda-feira (15 outubro)

    O que nunca pode faltar:

    A maioria das lancheiras deve ter a seguinte composição: alguma opção líquida que reponha as perdas nas atividades físicas, como sumo natural, chás ou águas aromatizadas, preferencialmente sem açúcar adicionado; uma peça de fruta (é importante que seja prática, para consumir com casca ou que a criança consiga descascar com facilidade), um tipo de hidrato de carbono complexo para fornecer energia, como pães (mistura, centeio ou milho - aqui é um bocadinho ao gosto da criança), bolachas pouco açucaradas e sem recheio; e um tipo de proteína, como queijo, fiambre de aves ou iogurtes.

Para mais informações ou esclarecimentos, contacte: inesfilipamorais@gmail.com
M M