Ex-presidente do Real Madrid sem dúvidas: «Fazia o Ronaldo regressar até coxo!»

Ramón Calderón garante "erro histórico" na saída do português dos merengues

• Foto: Reuters

Cristiano Ronaldo deixou o Real Madrid em 2018 para assinar pela Juventus, numa transferência orçada em 117 milhões de euros. A saída do avançado português é considerada como um "erro histórico" por parte do antigo presidente dos merengues, Ramón Calderón.

"Não tem lógica. O Ronaldo deu sempre algo à equipa. Os jovens só aprendiam com ele, face à atitude dele dentro e fora de campo. Regresso ao Real Madrid? Eu voltaria sempre a contar com ele. Sempre o quis na minha equipa. Até coxo!", deixou claro Calderón em declarações ao portal 'SerieANews', esperando que o emblema de Madrid não copie o exemplo com o agora capitão Sergio Ramos.

"Acho que quer ficar no clube ainda que mediante condições financeiras que o Real Madrid não aceita. Espero que não se repita o que aconteceu com o Cristiano. Na Juventus já marcou 90 golos que teriam de ser nossos. Seria uma loucura deixar sair o Sergio", vincou o ex-presidente.

Por Flávio Miguel Silva
4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de O diário de CR7

Notícias

Notícias Mais Vistas