Presidente da Juventus, a polémica Ronaldo e a comparação com alguém apanhado a 150 km/h

Agnelli sublinha que "se querem saber se CR7 violou uma lei estatal, perguntem ao ministro"

• Foto: EPA

Depois de o ministro do Desporto italiano, Vincenzo Spadafora, ter admitido que Cristiano Ronaldo pode ter violado o protocolo Covid-19 imposto pelas autoridades, Andrea Agnelli, presidente da Juventus, demarcou-se da polémica.

"Sou dirigente desportivo e aplico o protocolo. Se alguém for apanhado a conduzir a 150 km/h, não posso explicar porque é que o radar estava ali. Têm de perguntar às autoridades competentes. Se querem saber se ele violou uma lei estatal, perguntem ao ministro. Eu não posso dar autorizações sanitárias, têm de ser pedidas a outros", disse o dirigente na apresentação das contas do clube.

"Gostaria apenas de lembrar que quando os jogadores regressam a casa são cidadãos livres e que, se as seleções os convocam, eles fazem questão de responder", concluiu

Por Record
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de O diário de CR7

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.