Saída de campo

António Magalhães
António Magalhães

A dura vida entre os ricos

FC Porto e Benfica ocupam a sétima e oitava posições no ranking do encaixe financeiro dos 32 clubes que participam na Champions 2018/19 de acordo com os novos critérios que estabelecem a fatia do ‘bolo’ que cada clube recebe e cujos resultados da última década têm peso considerável.

Uns milhões acima estão Real Madrid, Barcelona, Bayern, At. Madrid, Man. United e Juventus. Ou seja, equipas que nos últimos 10 anos disputaram a final da Liga dos Campeões (algumas mais do que uma vez), o que, infelizmente, não foi o caso de FC Porto e Benfica. Outros que nesse mesmo período lá chegaram (Inter, Chelsea, Dortmund e Liverpool) estão abaixo. Isto representa a capacidade que estes dois clubes portugueses têm tido para ombrear com os melhores da Europa e que Rummenigge não subestima, como se lê na entrevista que deu ao Record.

Hoje começa um novo ciclo. FC Porto e Benfica voltam a esgrimir argumentos com adversários com orçamentos muito superiores e que objetivamente têm mais possibilidades de reforçar o seu poder. Assim, de novo confiamos na capacidade de superação dos jogadores que representam os emblemas nacionais e no engenho dos treinadores para manter o nível das performances da última década. Até quando será possível fazê-lo, eis a grande e perturbante questão.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais