Record

Saída de campo

António Magalhães
António Magalhães Diretor de Record

A mesa dos grandes

Há dias, Griezmann disse numa entrevista: "Agora já como à mesa de Messi e Ronaldo". Pelos vistos, ainda não come. Apesar de ser campeão do Mundo (título que Messi e Ronaldo não têm) e ter conquistado a Liga Europa pelo At. Madrid (marcou um golo na final do Mundial e dois na final europeia), Griezmann não teve sequer o direito de estar entre o trio eleito para o prémio The Best.

Jorge Valdano, personalidade insuspeita, escreveu recentemente: "Cristiano deixou um vazio tão grande em Madrid, na Liga, em Espanha… a sua ausência é de tal tamanho que não fazemos mais do que vê-lo nos sítios onde não está". Pois ontem pensei vê-lo a receber o The Best. Porque era natural, porque era justo. Mas não. Pegando nas palavras de Valdano, há uma vontade enorme de preencher o vazio de Cristiano. Custe o que custar, seja com quem for. Modric foi o escolhido. É um jogador admirável, foi campeão europeu com Ronaldo (quem terá sido mais decisivo?) e vice-campeão do Mundo. Não teriam Iniesta ou Xavi merecido mais distinção idêntica noutros tempos?

À mesa dos grandes já come o Sp. Braga. A vitória frente ao Sporting mantém os guerreiros na liderança do campeonato e com uma vantagem que Abel não escondeu: sem Europa, têm mais tempo para preparar os jogos. Bom proveito.
Deixe o seu comentário
M M