Saída de campo

António Magalhães
António Magalhães

Cerviço mínimo

Uma vitória por 1-0 nada garante, mas o resultado representa aquilo que é essencial nestas andanças de eliminatórias a duas mãos: ganhar sem sofrer golos. O Benfica cumpriu, pois, os serviços mínimos graças a um golo de Cervi que contou com a colaboração do veterano Vulkan que demorou uma eternidade a lançar os ossos ao relvado, permitindo que uma bola defensável se transformasse no que é mais valioso no futebol. Pelo que fez, o Benfica mereceu essa dádiva e até justificava mais qualquer coisa, sobretudo na 2ª parte quando tornou ainda mais clara a sua vontade e expressivo seu domínio. O 1-0 de facto nada resolve, mas para já... Cervi.

Vieirapronunciou-se sobre o caso Jonas e embora não o tenha classificado como tal deixou a entender que há qualquer coisa que não bate certo. E segundo Record soube, a dissintonia é financeira. O Benfica quer renovar, Jonas quer mais dinheiro. Seja do Benfica ou das arábias. Mas como não há petróleo na Luz... as coisas ficaram negras. O que se tornou evidente é que Vieira não está disposto a prolongar a novela. Veremos como acaba.

Ferreyra não fez ontem muitos amigos na Luz. Já Castillo ganhou adeptos. Entre eles, Rui Vitória que reconheceu que a equipa ganhou mais agressividade com o chileno.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais