Entrada em campo

António Magalhães
António Magalhães

Das forças às fraquezas

Confiança é uma palavra-chave no futebol. Confiança em si próprio, confiança no companheiro, confiança no coletivo. O Benfica mostra que estes níveis estão lá bem em cima e, assim, a superação é possível. Mesmo em sofrimento. Daí ter recuperado a liderança.

O V. Setúbal colocou um grande desafio ao Benfica. Marcar um golo tão cedo poderia ter conduzido a águia por maus caminhos. Não foi isso que aconteceu, pelo menos na 1.ª parte, e mesmo frente a um adversário tão compacto e a defender com um bloco tão baixo, a equipa encarnada teve uma reação poderosa e conseguiu encontrar forma de chegar ao golo. Marcou dois, poderia ter marcado muitos mais que dariam para resolver outro jogo.

O Benfica não marcou e viveu sobressaltos. O colinho do público ajudou a equipa a manter-se ligada ao resultado. Mas à medida que as forças se foram extinguindo, surgiram as fraquezas que o V. Setúbal soube aproveitar e o Benfica teve dificuldade em gerir.

Ao minuto 90+2, Pizzi, certamente fruto do desgaste físico que lhe toldou a clarividência, fez um passe que seria para Ederson. Mas não foi. Arnold, que não é Schwarzenegger, apanhou a bola e ficou só com o guarda-redes pela frente. Se Arnold fosse Schwarzenegger estaríamos a falar de um Exterminador ou de um Predador . Mas Arnold é Issoko. Veio do Congo para os juniores do Freamunde, andou pelo Rebordosa, Limianos, Pedras Salgadas e Chaves. Já chegou longe mas teria de fazer melhor para ter aquele momento de glória.

O Benfica ‘arquivou’ mais uma final. No entanto, o campeonato ainda não está arrumado. As quatro jornadas que faltam vão continuar a ter a emoção e a incerteza que faz desta Liga uma das mais vibrantes dos últimos anos.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.