Record

Que diferenças!

O Benfica subiu ao 2º lugar ao ganhar ao Paços de Ferreira e beneficiar do empate do Nacional. Os campeões nacionais não tiveram muitos problemas para vencer o jogo. E se tivessem, Koeman olhava para o banco e podia refazer a sua estratégia tendo à disposição Léo, Manuel Fernandes, Mantorras, Karagounis e dois dos reforços: Manduca e Robert. O Benfica está mais rico.

O FC Porto mantém-se na liderança depois de vencer o dérbi da Invicta. Um golo do super-Quaresma cavou a diferença para o Boavista. O resultado ficou por ali, mas se por acaso as coisas se tivessem complicado muito, Adriaanse olhava para o banco e teria a possibilidade de mexer na equipa recorrendo a Bruno Alves, Cech, Ibson, Ivanildo, Alan e Jorginho. Bem bom.

O Sporting está a quatro pontos do Benfica e a dez (!) do FC Porto. Num dos jogos mais importantes da época, Paulo Bento viu as coisas começarem torto, olhou para o banco e viu Carlos Martins, David Caiado, Tomané, Semedo, Abel e Bruno Pereirinha. Querem milagres?
7
Deixe o seu comentário
M