Saída de campo

António Magalhães
António Magalhães

Rúben Neves solidário

Rúben Neves foi a compra mais cara da história do Wolverhampton. Está longe de ser a maior venda da história do FC Porto mas constitui um dos encaixes mais preciosos dos dragões. Motivo: as regras do fair play financeiro que o clube da Invicta não respeitou e que tinha, urgentemente, de cumprir sob pena do castigo não se resumir a uma multa.

A venda de Rúben Neves põe, assim, o FC Porto a salvo de sanções mais duras. Não se contesta a opção do clube que estava entre a espada e a parede, mas a escolha de Rúben é questionável. Aos 20 anos, o atleta, titular da Seleção sub-21, prefere jogar na 2ª liga inglesa em vez de se manter num clube que luta pelo título nacional e que está na Champions.

Como se entende esta opção para além do espírito solidário de Rúben Neves que, numa hora de aperto do clube do coração, aceitou uma troca desfavorável em termos de carreira desportiva? Na primeira linha da ordem das prioridades estará o salário mas todas as outras razões seguramente estarão associadas às expectativas que o seu novo clube, o seu antigo treinador e o seu fiel empresário lhe terão criado. A saber: o Wolves subirá à Premier, Espírito Santo apostará sem hesitações em Rúben e Mendes fará tudo para lhe abrir portas mais enriquecedoras. Rúben Neves merece que tudo dê certo.

2
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.