Visão de jogo

António Oliveira
António Oliveira

Duelo ibérico que podemos ganhar

A bola já rola na Rússia e hoje é a vez de Portugal se estrear naquele que será, provavelmente, o primeiro grande embate deste Mundial’2018. Todos esperamos que seja uma entrada com o pé direito para a nossa Seleção. O duelo ibérico com a nossa vizinha Espanha será uma partida de exigência máxima.

Portugal vai iniciar a 7.ª participação na fase final de um Campeonato do Mundo, sendo que se apresenta pela primeira vez na prova com o estatuto de campeão europeu. Mesmo não estando no lote de principais favoritos, temos uma equipa com atletas talentosos e um dos melhores jogadores do Planeta, argumentos que nos legitimam a ambição de chegar longe.

Pela frente teremos uma potência do futebol mundial. A Espanha tem um vasto leque de jogadores de topo e exibiu um enorme fulgor nos últimos jogos que a colocam no grupo de candidatos ao triunfo final. Nos últimos três confrontos oficiais com os espanhóis, Portugal só sorriu por uma vez, na vitória, por 1-0, no Euro’2004. Seguiu-se a derrota, por 1-0, no Mundial’2010 e a eliminação nas grandes penalidades no Euro’2012 após um empate (0-0). O histórico diz que são jogos disputados e de grande intensidade tática.

Apesar do contratempo da saída do selecionadorJulen Lopetegui a 2 dias do início da prova, a seleção espanhola, agora comandada por Fernando Hierro, deverá manter a matriz. Trata-se de uma equipa muito pressionante, eficiente a nível defensivo, forte a circular a bola e que aproveita a enorme qualidade técnica dos seus médios para pressionar os adversários e levar o jogo para o último terço do terreno. A Espanha não perde há 20 jogos e faz do coletivo a sua maior força, causando enorme desgaste nos rivais.

Portugal terá de encontrar a fórmula certa para bloquear o estilo de jogo espanhol, tentando manter a bola em seu poder e fazendo com que ‘nuestros hermanos’ não se sintam confortáveis ao terem de jogar de modo diferente. E temos jogadores com a qualidade técnica necessária para fazer isso. A Seleção apresenta um grande nível de maturidade, competência e consistência tática, algo que pode jogar a nosso favor, no sentido de sabermos explorar os pontos fracos deste rival. Não será fácil numa partida muito equilibrada, mas temos as nossas chances de ganhar.

Portugal e Espanha são os principais favoritos do Grupo B. Uma vitória no duelo ibérico abre ainda mais as possibilidades de apuramento para quem vencer e pode ser o tónico ideal para uma excelente caminhada na competição. São os grandes jogos que mais nos motivam e este será um belo teste às capacidades da equipa portuguesa.

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais