Visão de jogo

António Oliveira
António Oliveira

Momentos decisivos

Com os clubes a terem apenas 9 pontos por disputar até ao final da Liga, a jornada que hoje se inicia pode ter contornos decisivos no que respeita à luta pelo título. Benfica e Sporting estão obrigados a ganhar para manterem as suas aspirações intactas. Mas enquanto as águias irão defrontar em casa um Vitória de Guimarães que já não vence há 11 jogos, os leões terão uma complicada visita ao Estádio do Dragão, onde não ganham uma partida a contar para o campeonato desde 2007.

A jogar na Luz, esta época o Benfica apenas perdeu os jogos com os rivais Sporting e FC Porto. De resto, venceu todos os outros adversários, marcando sempre 2 ou mais golos. A total eficiência frente a opositores teoricamente inferiores, sem deslizes, foi algo que os encarnados souberam rentabilizar, ao contrário de leões e dragões, o que contribuiu também para a atual liderança da equipa de Rui Vitória.

É por isso normal que o Benfica parta com favoritismo para o jogo de hoje. No entanto, o futebol é fértil em surpresas e, quando menos se espera, elas acontecem. Ninguém pensava que o Valencia pudesse vencer em Nou Camp há poucas semanas, ainda mais depois de ter sido vergado por 7-0 num encontro anterior para a Taça do Rei, mas a verdade é que o Valencia ganhou e voltou a relançar a liga espanhola. Daí que um V. Guimarães, aguerrido e motivado em dar a volta aos recentes maus resultados, também pode tirar pontos ao Benfica.

Por se realizar primeiro, esta partida terá influência no clássico. Se o Benfica vencer, o Sporting entrará certamente com uma pressão maior, sabendo que só a vitória manterá a equipa na perseguição. Por outro lado, se as águias perderem pontos, será um tónico extra para os leões lutarem por chegar ao primeiro lugar.

Mas é bom não esquecer que do outro lado estará o FC Porto, a jogar em sua casa, e garantidamente sem qualquer abertura para facilitismos. Por muito mau que seja o momento da equipa, os dragões são sempre favoritos a jogar no seu reduto, pelo que, apesar de já não contar para muito, os portistas vão sempre jogar para ganhar. Este é aquele tipo de partidas que mexe com o sentimento dos jogadores e é certamente uma oportunidade para os dragões mostrarem que a sua equipa vale mais do que efetivamente exibiu esta temporada. Além disso, será um excelente teste às capacidades da equipa que se vai apresentar no Jamor para disputar a final da Taça de Portugal.

Rivalidades e antipatias à parte, os interesses do FC Porto estão sempre em primeiro. Por isso, pensar que a equipa se vai deixar derrotar só para que ganhe este ou aquele, não faz sentido. Por tudo isto, penso que teremos um jogo aberto e muito competitivo, onde as equipas se libertarão um pouco das amarras táticas, arriscando mais e levando a bola para zonas próximas das balizas. Duas equipas que procurarão explorar as debilidades defensivas uma da outra: o Sporting a tentar aproveitar momentos de transição ofensiva, onde os dragões têm estado perdulários após a perda da bola, enquanto o FC Porto deverá explorar as fragilidades das laterais leoninas, que tendem a ceder espaços aos adversários.

Esta será uma jornada recheada de jogos importantes também no fundo da tabela. O União da Madeira-Académica (duas equipas que ainda lutam pela salvação da descida) e o Tondela-Rio Ave (com os tondelenses a procurarem dar sequencia à fantástica recuperação pontual das últimas jornadas face uma equipa vila-condense que luta pela Liga Europa) são dois aperitivos adicionais para as contas do campeonato.


O craque -- Ter Cristiano a 100 por cento

Com 13 golos marcados em 11 jogos nos últimos 2 meses, Cristiano Ronaldo parecia estar a caminhar para o melhor da sua forma e ajudou o Real Madrid a recuperar distâncias para o Barcelona, neste frenético e imprevisível final de temporada da liga espanhola, onde os três da frente estão separados por 1 ponto. A recente lesão do capitão da Seleção é que não estava nos planos. Esperemos que possa recuperar a 100 por cento para os grandes desafios que se avizinham no campeonato, na Liga dos Campeões e no Euro’2016. Real Madrid e Portugal vão precisar dele.


A jogada -- Campanhas positivas

Vários clubes das ligas profissionais vão promover esta semana campanhas de atração de espectadores aos estádios. Entradas gratuitas para adeptos e sócios, oferta de bilhetes para acompanhantes de sócios e descontos para estudantes são algumas destas medidas positivas, que se deveriam replicar mais algumas vezes ao longo da época. A iniciativa solidária do Sp. Braga, que trocará bilhetes por alimentos com o intuito de apoiar campanhas de auxílio aos refugiados na Europa, merece o devido aplauso. A missão dos clubes de futebol também passa por envolverem-se nas suas comunidades.

A dúvida -- Cortina de fumo

Bruno de Carvalho afirmou que o Sporting não precisa de vender jogadores. A declaração é surpreendente e parece servir mais para focar a equipa nos seus objetivos do que para ilustrar a atual realidade. Basta olhar para as contas oficiais para perceber que os clubes portugueses não são autossuficientes e que, por tal natureza, precisam de receitas extraordinárias. E o próprio clube leonino terá justificado junto do TAS, no recurso à sentença do caso Doyen, a necessidade de vender jogadores no final da época. Vai ou não o Sporting vender algumas pérolas no verão?





Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.