Saída de campo

Bernardo Ribeiro
Bernardo Ribeiro Diretor de Record

A dificuldade da sucessão

Os treinos do plantel às ordens de Rui Vitória identificaram ao técnico duas carências importantes: guarda-redes e lateral-direito. Não é que não haja no grupo soluções competentes e já testadas para o lugar. Tanto Júlio César como André Almeida são jogadores que não farão os benfiquistas tremer, caso ocupem as vagas em aberto.

O problema de Vitória é que tanto na baliza como na ala direita tinha dois jogadores de classe mundial. Não foi à toa que o Benfica encaixou tantos milhões com Ederson e Nélson Semedo. Craques da cabeça aos pés e hoje a vestirem as camisolas dos milionários Manchester City e Barcelona.

A dificuldade da sucessão prende-se com a especificidade dos que saíram, uma vez que há poucos, muito poucos a nível mundial, com as mesmas características. Era mais fácil para Rui Vitória que a SAD encontrasse no mercado alguém com perfil semelhante. Mas se houvesse, e experiente, não era para as bolsas nacionais. Vai ter de evoluir alguém da formação ou reinventar a dinâmica da equipa. A não ser que a estrutura tire um coelho da cartola. Já aconteceu. Veja-se Grimaldo.

O jovem belga Svilar fala hoje a Record. O Benfica procura um novo Oblak ou Ederson. As informações são boas. E cedo sai mais barato.

1
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais