Interrogatório

Bernardo Ribeiro
Bernardo Ribeiro Diretor de Record

Da segurança de Varela à arte de Jonas

A veia goleadora de Jonas explica a goleada?

Seria uma visão muito redutora da exibição do Benfica, mas é verdade é que foi Jonas quem deu corpo à goleada. O brasileiro leva 10 golos marcados ao Belenenses desde que chegou à Luz e jogando e fazendo jogar ainda teve tempo para o hat trick. Genial. O entendimento que mostra com Seferovic é de equipa grande.

Fez sentido o Belenenses jogar com três centrais?

No papel talvez o esquema tivesse nexo, mas ao levar o golo tão cedo a estratégia caiu por terra. Para além disso o entendimento nunca foi o melhor, continuando a haver muito espaço para o ataque encarnado. O equívoco teve custos graves e o sistema precisa de muito trabalho por parte de Domingos Paciência.

Foi desta que Filipe Augusto agarrou o lugar?

Fez um jogo muito positivo mas é cedo para confirmar essa tendência. O adversário pouco incomodou o médio encarnado, tal a complacência demonstrada pelo miolo belenense. Há muitos momentos o brasileiro parece ainda meio peixe fora de água. Mas aproveitou a oportunidade de ontem.

Varela não provou que pode ser titular do Benfica?

O jovem guarda-redes tenta prová-lo semana a semana. Mas continua a falar-se de mercado. Rui Patrício está hoje onde está porque Paulo Bento teve coragem. Varela precisa de sorte, talento, confiança... e de Rui Vitória. Ontem fez mais um bom jogo.
1
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade