Saída de campo

Bernardo Ribeiro

Bernardo Ribeiro

Diretor adjunto
Bernardo Ribeiro

O leão falou e decidiu

Os sócios do Sporting foram chamados a decidir e votaram a destituição de Bruno de Carvalho. Numa assembleia geral histórica, com participação massiva, que entendeu estar na hora de marcar eleições no clube e iniciar uma nova era. Foi público e notório que mais de 90 por cento dos associados leoninos que se deslocaram à Altice Arena tiveram um comportamento cívico exemplar. Infelizmente, uma minoria ruidosa fez os possíveis e os impossíveis para perturbar o normal funcionamento da democracia. A tudo isto a vasta maioria dos sportinguistas, silenciosa mas ordeira, soube dizer não, votando e deslocando-se para suas casas à espera dos resultados. É assim que funciona um clube num Estado de direito.

Resta agora saber o que se segue. Se Bruno de Carvalho aceita os resultados e a normalidade regressa ao seio leonino, estando marcadas eleições para o próximo dia 8 de setembro, ou se contesta tudo o que se passou, recorrendo aos tribunais e barricando-se em Alvalade.

Depois há os passos da comissão de gestão e também da fiscalizadora, tendo em conta o que será o futuro de Bruno de Carvalho associado. Ou seja, se o ex-presidente terá, ou não, capacidade de concorrer na altura na condição normal de sócio. Cenas dos próximos capítulos de um clube que tenta voltar a respirar ar puro.

24.06.2018