o canto do morais

Carlos Barbosa da Cruz
Carlos Barbosa da Cruz Advogado

Barreiro fala

Devo advertir que não conheço Rui Barreiro, nunca nos falámos e se nos cruzarmos na rua, não sei quem é. Sei apenas que é membro do Conselho Leonino, eleito nas listas do atual presidente e que entendeu dar público testemunho da sua insatisfação pela forma como os destinos do Sporting estavam a ser geridos.

O gesto valeu-lhe uma quase pública condenação por parte dos poderes constituídos, ameaças de expulsão, convites à demissão e até uma assembleia geral, exclusivamente para tratar do assunto. Estas águas, assim agitadas, merecem reflexão.

Criou-se no futebol português um mito, muito cultivado a partir do Porto, que os clubes só funcionam quando o presidente manda e os outros calam. No Sporting, porém, a cultura sempre foi e sempre deve ser outra.

Rui Barreiro foi eleito para integrar os corpos sociais do clube e defender os interesses deste em todas as circunstâncias; se acha que a melhor maneira de servir o Sporting é criticar a direção, tem todo o direito a fazê-lo, porque sempre fomos um clube de gente livre que pensa pela sua cabeça. Alguns acharão que é fraqueza, eu penso precisamente o contrário.

No Sporting não pode haver delito de opinião. Se Rui Barreiro devia ter falado no Conselho Leonino e não para o público é um problema dele e não do clube; no final estarão os sócios para julgar a sua atitude, que, por muito que se reprove, não justifica este exagero repressivo, carregado de recriminações traicionárias. Era o que mais faltava que se importasse para o Sporting essa deprimente prática da política, que é a disciplina de voto.

No Sporting sempre se lidou com a crítica e a livre expressão, sendo o exemplo mais acabado o atual presidente que, no poder ou na oposição, nunca se coibiu de dizer o que pensava.

No Benfica, quem fala contra a direção é logo apelidado depreciativamente de papagaio; no Sporting, porém, deve ser visto como um sócio, entre tantos outros, no exercício de um seu legítimo direito. No Sporting, as palavras nunca devem incomodar; os silêncios sim.

2
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação desportiva.
  • conteúdo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão epaper do jornal no dia anterior
  • conteúdos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.