O canto do Morais

Carlos Barbosa da Cruz
Carlos Barbosa da Cruz Advogado

Chá

Confesso que recebi com agrado, a notícia de que o João Gabriel tinha abandonado a função de porta-voz do Benfica. Não sendo eventualmente a cabeça pensante, ele foi, não obstante, a expressão falante de uma estratégia de comunicação, que se caracterizou por uma agressividade pusilânime, uma vulgaridade discursiva permanente, que criava um sistemático clima de tensão e acirramento, contrário a tudo o que devem ser as regras da convivência desportiva e da sã rivalidade.
Os clubes com responsabilidades têm o dever de dar o exemplo e comunicar com um mínimo de elevação; não que deva ficar algo por dizer, mas não é obviamente despicienda a forma como se diz. Est modus in rebus!
O Sporting tem um novo porta-voz e espero que ele traga a sua própria identidade e se coíba de imitar o que de mau se fez por outras bandas; sempre defendi que deve haver emulação como Benfica, mas como estímulo para fazer mais e melhor.
Nas reuniões da direção do Sporting, sentava-me habitualmente ao lado do Prof. Moniz Pereira, e ele contou-me (entre muitas), esta história: a equipa de atletismo do Sporting ia, essa época, concorrer à Taça dos Campeões Europeus e faltava um determinado lançador, que tinha entretanto assinado pelo Benfica, que, na altura, ainda não tinha feito a aposta atual no atletismo masculino.
Constatada essa fraqueza, o Prof. Moniz Pereira combinou com o José Manuel Antunes, vice-presidente do Benfica, pessoa séria e seu amigo, a transferência desse lançador para o Sporting, porque, desse modo, seria muito mais útil para o prestígio do país e assim se colmatou essa lacuna.
Este episódio enobrece quem nele participou (calculo que o José Manuel Antunes tenha ouvido das boas) mas, sobretudo, reflete a maneira como o Prof. Moniz Pereira sabia estar no desporto; não tenho dúvidas que, se fosse ao contrário, ele também faria o mesmo.
Estes devem ser os valores intemporais e irrenunciáveis do Sporting e custa-me constatar quanto, por vezes, eles andam esquecidos.

6
Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais