Heróis de chuteiras

César Rodrigues
César Rodrigues Investigador

DEus...ébio e um jogo divino

Heróis em estreia… mundial. Em 1966, Portugal participou no primeiro Mundial de Futebol numa epopeia que apenas terminou no pódio. Antes ainda, na fase de apuramento, o começo seria também auspicioso, com o ano de 1965 a iniciar-se com uma vitória sobre a Turquia por 5-1, jogo do único hat trick de Eusébio por Portugal. No dia seguinte, a Seleção dividia a capa d’ ‘O Primeiro de Janeiro’ com a morte do antigo primeiro-ministro britânico Winston Churchill, "que ficará na História como símbolo vivo do inconformismo perante a derrota". Um escrito que poderia também servir para retratar toda a campanha portuguesa daquele período.

Em Inglaterra, uma Seleção, um jogo e um jogador ficaram na história. Contra os norte-coreanos, assistiu-se a uma recuperação homérica por parte dos Magriços’de 0-3 para 5-3… com quatro golos consecutivos de Eusébio (e assistência para o quinto de José Augusto). Nesse encontro (D)Eusébio alcançava a eternidade futebolística.

Por sorte, os portugueses puderam, pela primeira vez, acompanhar na ‘caixinha mágica’ a magia de um Mundial e o jogo de uma vida magicado por Eusébio. Em espaços públicos de um país descolorido, um televisor a preto e branco juntava multidões ansiosas por um vislumbre de alegria e cor, patrocinado por Pequenos Magriços, mas Grandes Homens! Assistir ao Mundial em casa era luxo de poucos, podendo uma TV exigir investimento superior à retribuição salarial… anual dos portugueses.

Depois de uma exibição extraplanetária, alguns periódicos internacionais aludiram a um hipotético doping de Eusébio, levando o médico nacional a explicar que os portugueses tinham ingerido uma nutritiva substância portuguesa… um prato de bacalhau!

Após a época vitória, afirmava-se que Eusébio, qual cuidador de corações, se tornara "cardiologista de 25 milhões de corações". Estes eram números oficiais do regime salazarista… em regime ‘tudo incluído’, numa contagem que incluía a população dos territórios africanos.

Por agroa, a quatro dias da estreia portuguesa, o coração acelera: cardiologista Ronaldo, haverá razão para preocupação?

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.