Heróis de chuteiras

César Rodrigues
César Rodrigues Investigador

Hat trick? Soube a pouco!

Hoje joga a Suíça e lembramos Josef Hugi, que se destacou no Mundial de 1954 organizado pelos helvéticos, tornando-se o maior goleador de sempre da seleção em Mundiais, com seis golos.
Em 1954, os Mundiais regressaram à Europa depois da paragem forçada pela 2.ª Grande Guerra. A opção recaiu nos tradicionalmente neutros suíços que, escapando à violência da guerra, se encontravam em situação favorável para acolher a competição. Simultaneamente, no ano do cinquentenário FIFA, associava-se o simbolismo de realizar o torneio no país que lhe servia de sede.

Suíça e Itália ficaram no mesmo Grupo e, fruto de um regulamento infeliz, necessitaram de jogar duas vezes entre si para decidir quem avançava para os quartos de final. E Josef Hugi deu grande contributo ao marcar metade dos golos em cada vitória sobre os transalpinos, por 2-1 e depois por 4-1.
Porém, foi no jogo seguinte, disputado a 26 de junho, que Hugi, com três golos, mais brilhou, mas para a sua seleção… não chegou! Contribuiu com dois golos para um rápido avolumar do resultado (3-0), mas, ainda antes do intervalo, os austríacos responderam com… cinco! Uma recuperação que lembra a boa memória de 1966!

Da segunda parte sobraram mais quatro golos e um resultado de 5-7 favorável aos austríacos, onde Theodor Wagner, com três golos, também imitava Hugi! Feitas as contas, o planeta assistia ao mais prolífero jogo de um Mundial, com doze golos! Curiosamente, além de contribuir para um recorde ofensivo, os suíços têm um outro em registo oposto: uma seleção eliminada de um Mundial (2006) sem sofrer golos e mais jogos com a baliza inviolada.

Quando cinco golos marcados e um hat trick de Hugi são insuficientes para vencer um jogo, a data devia deixar os helvéticos desconfiados. No Mundial de 2006, o 26 de junho confirmou o mau presságio: nos oitavos de final foram eliminados pela Ucrânia nos penaltis depois de terem falhado… todos!

Em 2018, depois do empate com o Brasil, a fortuna parece sorrir aos suíços. Já sabem que, após a Sérvia, evitam a agoirenta data ao jogarem o terceiro encontro 24h depois do fatídico… 26 de junho!

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais