Heróis de chuteiras

César Rodrigues
César Rodrigues Investigador

Mundial de bicicleta

Hoje joga o México, na semana em que ficou a saber-se que os mexicanos organizarão o Mundial de 2026, conjuntamente com o Canadá e os… EUA. Onde Trump vê muros, a FIFA vê pontes! O México será o primeiro país a organizar três edições do Mundial, depois de 1970 e 1986.

Precisamente em 1986, o Estádio Azteca assomou como palco de dois momentos poéticos e perenes. Obras assinadas por Maradona com um golo forjado desde o seu meio-campo, numa carta de amor sobre futebol que ridiculariza as palavras que o explicam, e pelo mexicano Negrete que - num movimento que suspendeu tempo, espaço e gravidade - moldou no ar um remate de bicicleta, daí resultando o golo que recentemente foi considerado o melhor de sempre em Mundiais

O pontapé de bicicleta diz-se 'inventado' pelo brasileiro Leónidas, que disputou o Mundial de 1938. Interpelado sobre tal hipótese, o 'Diamante Negro' afirmou: "É possível que não seja criação minha, mas antes de mim nunca vi ninguém fazê-lo!"

Manuel Negrete seria, entretanto, contratado pelo Sporting, um clube em crise diretiva e financeira que tinha iniciado a pré-época com apenas 13 jogadores (a História repete-se?). Negrete não se adaptou ao futebol português e fez apenas uma época, sem engenho para dar a volta… de bicicleta e sem outros golos dignos de grande registo.

Já entre os mexicanos, a bicicleta de Negrete deu-lhe um lugar de destaque, ofuscando em 1986 Hugo Sánchez, o melhor de sempre entre os futebolistas aztecas. O ídolo do Real Madrid e melhor marcador da liga espanhola de 1985 a 1988 ficou também conhecido por festejar os golos com um salto mortal em homenagem à irmã, ginasta olímpica.

Outro mexicano a fazer História é Rafa Márquez com a sua quinta participação, igualando o conterrâneo Carbajal, Matthäus e Buffon. E se marcar um golo entra no restrito lote de jogadores que faturaram em quatro Mundiais.

Hoje, contra a Alemanha, não será fácil para os mexicanos com sotaque português (de Giménez, Herrera, Layún e Reyes) aguentarem a pedalada! Os alemães, sempre ligados à corrente, são bem capazes de lhes dar cabo dos carretos… da bicicleta!

Deixe o seu comentário

Assinatura Digital Record Premium

Para si, toda a
informação exclusiva
sempre acessível

A primeira página do Record e o acesso ao ePaper do jornal.

Aceder

Pub

Publicidade
apenas 1€ por mês
experimente sem compromisso e garanta o seu lugar na bancada da melhor informação deportiva.
  • conteudo record em qualquer sítio e a toda a hora
  • acesso no pc, tablet e smartphone
  • versão e-paper do jornal no dia anterior
  • conteudos exclusivos para assinantes
  • suplementos especiais